Perfil dos gestores de bibliotecas universitárias federais do Brasil

Autores

  • Jonathas Troglio Universidade Federal de Santa Catarina

Resumo

A presente pesquisa é motivada por um questionamento a respeito do perfil e da qualificação profissional dos gestores de bibliotecas universitárias federais brasileiras. Seu objetivo geral foi identificar o perfil profissional do gestor de bibliotecas das universidades federais do Brasil. Os objetivos específicos foram: identificar a formação acadêmica do gestor de bibliotecas, caracterizar as atividades que o bibliotecário gestor desenvolve nas bibliotecas universitárias, identificar o grau de importância das habilidades e competências necessárias ao gestor de bibliotecas acordadas no IV Encontro de Diretores e Docentes de Escolas de Biblioteconomia e Ciência da Informação do Mercosul e caracterizar o perfil do gestor de bibliotecas universitárias federais. Essa investigação é quanti-qualitativa e utilizou um questionário como instrumento de coleta de dados, e a técnica de análise de conteúdo de Bardin (2004). Os sujeitos da investigação são os gestores de bibliotecas das 56 universidades federais brasileiras. Dessas universidades, 27 gestores responderam ao questionário, o que representa 48,21%. Realizou-se um levantamento da formação acadêmica, da identificação do perfil, das atividades exercidas na função, dos eventos frequentados por esses gestores, dos cursos extracurriculares realizados, da atualização profissional realizada informalmente, das dificuldades enfrentadas na função de gestor e das competências e habilidades em gestão necessárias a esses profissionais. Os resultados mostram que o perfil do gestor das bibliotecas das universidades federais é uma mulher com idade entre 51 e 60 anos, formada em biblioteconomia na década de 80, do século XX, com um curso de especialização; exercem predominantemente as atividades de planejamento da unidade, gestão de pessoas, elaboração de projetos e reuniões, frequenta os eventos nacionais da área; se atualiza informalmente através de leituras de livros da área; concorda com a importância das competências em gestão definidas no IV Encontro de Diretores e Docentes de Escolas de Biblioteconomia e Ciência da Informação do MERCOSUL. Sua maior dificuldade na gestão de bibliotecas universitárias federais é a falta de recursos humanos.

Biografia do Autor

Jonathas Troglio, Universidade Federal de Santa Catarina

Graduado em Biblioteconomia pela Universidade Federal de Santa Catarina (2007). Atuou como bibliotecário coordenador na Biblioteca Pública de Balneário Camboriú (2008-2010). Atualmente atua no setor de processo técnico na Biblioteca Central da Universidade Federal de Santa Catarina, exercendo as atividades de catalogação e digitalização de Tcc´s.

Downloads

Publicado

2015-08-06

Como Citar

Troglio, J. (2015). Perfil dos gestores de bibliotecas universitárias federais do Brasil. ncontros ibli: vista eletrônica e iblioteconomia iência a informação, 20(43). ecuperado de https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/40080

Edição

Seção

Resumos de teses e dissertações