Editorial

Autores

  • Adilson Luiz Pinto Universidade Federal de Santa Catarina
  • Rafaela Paula Schmitz Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação. Universidade Federal de Santa Catarina
  • Enrique Muriel-Torrado Universidade Federal de Santa Catarina

Palavras-chave:

Editorial

Resumo

Caros leitores, é com satisfação que lançamos o volume 21, número 47 de 2016. Neste número como capa trazemos a gravura de Scott e Huyot que está exposta da Biblioteca Nacional de Paris/França. A imagem retrata a Biblioteca de Mazarini e busca enfocar o conhecimento passado pelo globo terrestre, bem como suas relações associadas a Geografia, a Demografia, a Política, a questões de transformações sociais e o desenvolvimento da ciência pela informação. Desta forma, a associação de todos estes efeitos a Ciência da Informação se dá pelos estudos relacionados as unidades de informação (bibliotecas), a formação dos seus profissionais, as mídias envolvidas neste processo e os estudos quantificação da ciência como suporte numérico a este processo. A divisão deste número se dá em seis artigos científicos e três ensaios. Os artigos estão estruturados em: 1) O uso das mídias sociais pelas bibliotecas universitárias com foco no marketing de relacionamento (Walqueline Silva Araújo, Júlio Afonso Sá Pinho Neto e Gustavo Henrique Araújo Freire); 2) Adoção da plataforma Lattes como fonte de dados para caracterização de redes científicas (Thiago Magela Rodrigues Dias, Gray Farias Moita e Patrícia Mascarenhas Dias); 3) Representación del género femenino en el área V de las ciencias sociales del Sistema Nacional de Investigadores – SNI (Cristina Restrepo-Arango); 4) Scientific collaboration between Brazil and Spain: journals and citations (Samile Andrea de Souza Vanz, Daniela de Filippo, Sônia Elisa Caregnato, Carlos García-Zorita, Ana Maria Mielniczuk de Moura, Maria Luisa Lascurain Sanchez e Elias Sanz-Casado); 5) La bibliometría, informetría, cienciometría y otras “metrías” en el Brasil (Ruben Urbizagastegui), e; 6) Patentes universitárias brasileiras: perfil dos inventores e produção por área do conhecimento (Adriana Stefani Cativelli e Elaine de Oliveira Lucas). Os ensaios estão ordenados em: 1) Acoplamento bibliográfico e análise de cocitação: revisão teórico-conceitual (Maria Cláudia Cabrini Grácio); 2) A trajetória da biblioteca universitária no Brasil no período de 1901 a 2010 (Murilo Bastos da Cunha e Fabiene Castelo Branco Diógenes), e; 3) Formação continuada do bibliotecário: a importância da capacitação na área da informática para o profissional da informação (Valéria Beatriz Andrade e Antonio Luís Fonseca). Boa leitura.

Biografia do Autor

Adilson Luiz Pinto, Universidade Federal de Santa Catarina

Professor do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina (Graduação em Biblioteconomia e arquivologia e Mestrado/Doutorado em Ciência da Informação), Orientador de Mestrado e Doutorado; Graduado em Biblioteconomia pela PUC-Campinas (2000), Mestre em Ciência da Informação pela PUC-Campinas (2004) e Doutor em Documentação pela Universidad Carlos III de Madrid (2007).

Rafaela Paula Schmitz, Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação. Universidade Federal de Santa Catarina

Bacharela em Biblioteconomia pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mestranda do Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina.

Enrique Muriel-Torrado, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui graduação em Diplomatura en Biblioteconomía y Documentación pela Universidade de Extremadura (2005), graduação em Licenciatura en Documentación pela Universidade de Extremadura (2007), mestrado em Máster en Información Científica - Universidad de Granada (2008), mestrado em Máster en Documentación Digital - Universitat Pompeu Fabra (2008) e doutorado em Doctorado en Documentación - Universidad de Granada (2012). Tem experiência na área de Vigilância Tecnológica, com ênfase em Ciência da Informação, atuando principalmente nos seguintes temas: copyleft, copyright, direitos autorais, competência informacional e ensino. Está vinculado ao grupo de pesquisa ITI-RG (Inteligência, Tecnologia e Informação - Research Group)

Downloads

Publicado

2016-09-12

Edição

Seção

Editorial