Bibliografia sensível: o lugar-espaço e o espaço-tempo da obra de Cassandra Rios

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2020.e73439

Resumo

Objetivo: O artigo propõe refletir sobre as condições de materialidade dos discursos e enunciados em obras de Cassandra Rios, censuradas durante a ditadura militar em virtude dos conteúdos vinculados a homossexualidades. O intuito é compreender as potências e as potencialidades dessas obras para sua configuração como bibliografia sensível.

Método: Trata-se de uma pesquisa exploratória, de natureza qualitativa, utilizando-se da Análise de Conteúdo e da Análise do Discurso para o exame das fontes. Quanto aos procedimentos é considerada bibliográfica.

Resultado: Os resultados indicam a dificuldade de identificação e (re)conhecimento da diversidade de violências sofridas pelos sujeitos LGBT+ e pelos que enunciavam homossexualidades e identidades de gênero no período da ditadura militar. Além disso, verifica-se que os documentos oficiais não garantem a retratação das violências praticadas contra os sujeitos LGBT+ nesse período, na medida em que os registros oficiais operavam para ocultamento, silenciamento e exclusão dessas condições de existência.

Conclusões: As conclusões demonstram a importância da materialidade de enunciados e discursos em documentos oficiais e não oficiais. Em complemento, conclui a relevância da compreensão das obras de Cassandra Rios como bibliografia sensível e como recurso auxiliar aos procedimentos para o (re)conhecimento de existências periféricas sujeitadas pelo Estado e pela sociedade em diferentes relações de saber/poder.

PALAVRAS-CHAVE: Bibliografia sensível. Documento sensível. Cassandra Rios. Censura. LGBT+.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Maira Cristina Grigoleto, Universidade Federal do Espírito Santo

Professora Adjunta do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação e do curso de Graduação em Arquivologia.

Gabriel Meneguelli Soella, Universidade Federal do Espírito Santo

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Ufes.

Pedro Ernesto Fagundes, Universidade Federal do Espírito Santo

Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, do Programa de Pós-Graduação em História e da Graduação em História.

Referências

ANSART, P. História e memória dos ressentimentos. In: BRESCIANI, Stella; NAXARA, Márcia (org.). Memória e (res)sentimento: indagações sobre uma questão sensível. Campinas: Editora da Unicamp, 2004, p. 15-36.

ARAÚJO, André Vieira de Freitas. Sobre a eminência e o eco da Bibliografia: nos rastros do método bibliográfico gesneriano e dos fundamentos do campo. 2018. 168p. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27151/tde-13092018-144446/pt-br.php. Acesso em: 20 jul. 2019.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2016.

BRASIL. Decreto-Lei nº 1.077, de 26 de janeiro de 1970. Dispõe sobre a execução do artigo 153, § 8º, parte final, da Constituição da República Federativa do Brasil. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 26 jan. 1970. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/1965-1988/Del1077.htm. Acesso em: 11 abr. 2020.

BRASIL. Comissão Nacional da Verdade. Relatório/Comissão Nacional da Verdade. Brasília: CNV, 2014a. 976p. (Relatório da Comissão Nacional da Verdade; v. 1). Disponível em: http://cnv.memoriasreveladas.gov.br/images/pdf/relatorio/volume_1_digital.pdf. Acesso em: 15 jul. 2019.

BRASIL. Comissão Nacional da Verdade. Relatório/Comissão Nacional da Verdade. Brasília: CNV, 2014b. 416p. (Relatório da Comissão Nacional da Verdade; v. 2). Disponível em: http://cnv.memoriasreveladas.gov.br/images/pdf/relatorio/volume_2_digital.pdf. Acesso em: 15 jul. 2019.

BRUM, Roberta Knapik; MARQUETTI, Délcio. Cassandra Rios: uma voz censurada no regime militar no Brasil. Revista Travessias, Cascavel, v. 12, n. 1, p. 144-159, jan./abr. 2018. Disponível em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/19221. Acesso em: 7 jul. 2020.

CHARTIER, Roger. Bibliografia e história cultural. In: CHARTIER, Roger. À beira da falésia: a história entre certezas e inquietude. Porto Alegre: Editora Universidade: UFRGS, 2002. p. 243-254.

FARIA, Letícia Tavares de. Sexo, poder e sujeição: o jogo discursivo em Cassandra Rios. In: MILANEZ, Nilton; SANTOS, Janaina de Jesus (org.). Análise do discurso: sujeito, lugares e olhares. São Carlos: Claraluz, 2009. p. 89-98.

FLECK, Ludwik. Gênese e desenvolvimento de um fato científico. Belo Horizonte: Fabrefactum, 2010. 224p.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade I: A vontade de saber. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1999.

FOUCAULT, Michel. A verdade e as formas jurídicas. Rio de Janeiro: NAU Editora, 2003. 160p.

FOUCAULT, Michel. Em defesa da sociedade: curso no Collège de France (1975-1976). São Paulo: Martins Fontes, 2005. 382p.

FOUCAULT, Michel. A Hermenêutica do Sujeito: curso no Collège de France (1981-1982). São Paulo: Martins Fontes, 2006.

FOUCAULT, Michel. A Arqueologia do Saber. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2008.

FROHMANN, B. O caráter social, material e público da informação. In: FUJITA, M.; MARTELETO, R.; LARA, M. (Org.). A dimensão epistemológica da ciência da informação e suas interfaces técnicas, políticas e institucionais nos processos de produção, acesso e disseminação da informação. São Paulo: Cult. Acadêmica; Marília: Fundepe, 2008. p.19-34.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

LARA, M. L. G. Documento e significação na trajetória epistemológica da Ciência da Informação. In: FREITAS, Lidia Silva de; MARCONDES, Carlos Henrique; RODRIGUES, Ana Célia (org.). Documento: Gênese e contextos de uso. Niterói: EdUFF, 2010, p. 35-56. (Estudos da Informação; v. 1)

LIMA, Maria Isabel de Castro. Cassandra, Rios de Lágrimas: uma leitura crítica dos inter(ditos). 2009. 82f. Dissertação (Mestrado em Teoria Literária) Curso de Pós-Graduação em Literatura, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2009. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/93291/267494.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 03 abr. 2020.

LONDERO, Rodolfo Rorato. Intelectuais envergonhados: censura de romances pornográficos e luta de classes durante o regime civil-militar brasileiro (1964-1985). Revista Eletrônica Literatura e Autoritarismo, n. 23, p. 134-149, jan./jun. 2013. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/LA/article/view/9618/5751. Acesso em: 10 ago. 2019.

MARCELINO, Douglas Attila. Salvando a pátria da pornografia e da subversão: a censura de livros e diversões públicas nos aos 1970. 2006. 300p. Dissertação (Mestrado em História Social) – Instituto de Filosofia e Ciências Sociais, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2006. Disponível em: http://livros01.livrosgratis.com.br/cp069861.pdf. Acesso em: 10 ago. 2019.

MEYRIAT, Jean. Documento, documentação, documentologia. Tradução: Camila Mariana A. da Silva; Marcílio de Brito; Cristina Dotta Ortega. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 21, n. 3, p. 240-253, jul./set. 2016. Título original: Document, documentation, documentologie. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/2891/1788. Acesso em: 10 jul. 2020.

MERTON, Robert King. Ensaios de sociologia da ciência. São Paulo: Associação Filosófica Scientiae Studia/Editora 34, 2013. 304p.

NAPOLITANO, M. Recordar é vencer: as dinâmicas e vicissitudes da construção da memória sobre o regime militar brasileiro. Revista Antíteses, Londrina, v. 8, n. especial 15, p. 09-45, nov. 2015. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/antiteses/article/view/23617/17356. Acesso em: 01 ago. 2019.

NÓBREGA, Isabela Silva. Ícone da (i)moralidade: censura política e moral nas obras de Cassandra Rios. In: ENCONTRO ESTADUAL DE HISTÓRIA, 16., 2014, Campina Grande. Anais [...]. Paraíba: ANPUH, 2014. Disponível em: http://www.ufpb.br/evento/index.php/anpuhpb/XVI/paper/viewFile/2510/553. Acesso em: 10 abr. 2020.

NORA, Pierre. Entre memória e história: a problemática dos lugares. Tradução de Yara AunKhoury. Projeto História: Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados de História, São Paulo, v. 10, p. 07-28, dez. 1993. Disponível em: http://revistas.pucsp.br/revph/article/view/12101/8763. Acesso em: 20 jun. 2020.

PEREIRA, Ana Gabriela Pio. Escritas excessivas: Cassandra Rios e o protagonismo excêntrico na literatura brasileira. 2019. 172f. Tese (Doutorado – Literatura e Cultura) Universidade Federal da Bahia, Instituto de Letras, Salvador, 2019. Disponível em: https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/29652/1/ANA%20GABRIELA%20PIO%20PEREIRA%20-%20ESCRITAS%20EXCESSIVAS%20CASSANDRA%20RIOS%20E%20O%20PROTAGONISMO%20EXC%C3%8ANTRICO%20NA%20LITERATURA%20BRASILEIRA%20-%202019.pdf. Acesso em: 11 out. 2019.

PIOVEZAN, Adriane; FONTOURA JR., Antonio. Corpos censurados: moralismo no período da ditadura civil-militar e a literatura de Cassandra Rios. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE HISTÓRIA, 7.; ENCUENTRO DE GEOHISTORIA REGIONAL, 35.; SEMANA DE HISTÓRIA, 20., 2015, Maringá. Anais [...]. Maringá: UEM, 2015. Disponível em: http://www.cih.uem.br/anais/2015/trabalhos/727.pdf. Acesso em: 10 abr. 2020.

THIESEN, Icléia. Documentos sensíveis: da produção à validação. In: COLÓQUIO INTERNACIONAL DA REDE MUSSI, 3., 2014, Salvador. Anais [...]. Salvador: UFBA, 2014. Disponível em: https://remussi.org/wp-content/uploads/2019/04/Anais-Mussi-2014.pdf. Acesso em: 28 dez. 2019.

Downloads

Publicado

2020-12-02

Como Citar

Grigoleto, M. C., Soella, G. M., & Fagundes, P. E. (2020). Bibliografia sensível: o lugar-espaço e o espaço-tempo da obra de Cassandra Rios. Encontros Bibli: Revista eletrônica De Biblioteconomia E Ciência Da informação, 25(Especial), 01-25. https://doi.org/10.5007/1518-2924.2020.e73439