O papel das bibliotecas no Linked Data

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2021.e75909

Palavras-chave:

Dados bibliográficos, Linked data, Representação de recursos, Web

Resumo

Objetivo: As bibliotecas possuem um papel importante na organização de recursos informacionais, sendo pioneiras no desenvolvimento de formatos e padrões que garantem a representação e recuperação desses recursos, e tem constantemente se atualizado para acompanhar os avanços tecnológicos, como o estabelecimento do ambiente Web e do Linked Data, um conjunto de práticas para a interligação de dados na Web. Nesse sentido, partindo do objetivo de analisar como pode ocorrer a cooperação entre os dados da biblioteca e o Linked Data, questiona-se: como garantir o compartilhamento efetivo de dados ente as bibliotecas e demais fontes de informação disponíveis no contexto do Linked Data

Métodos: Pautou-se em levantamento bibliográfico realizado na Base de Dados em Ciência da Informação (BRAPCI) e no Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e nos documentos oficiais do World Wide Web Consortium (W3C), responsável por acompanhar o desenvolvimento da Web e do Linked Data.

Resultados: Identificou-se que que as bibliotecas podem atuar em duas vertentes principais, a de publicadora e a de consumidora de dados, que podem ser realizadas de maneira independente e exigem tomadas de decisão distintas. Discutiu-se um conjunto de recomendações que pode auxiliar em ambos os papeis levando a um compartilhamento efetivo dos dados.  

Conclusões: Conclui-se que o conjunto de recomendações discutido atua como um norteador para a realização do compartilhamento de dados entre a Web e demais fontes disponibilizadas no contexto do Linked Data, mas que para garantir a efetividade desse compartilhamento, a comunidade envolvida com o domínio bibliográfico precisa estabelecer seus próprios critérios para a seleção de fontes de informação em Linked Data.

Biografia do Autor

Ananda Fernanda de Jesus, Universidade Federal de São Carlos

Mestranda em Ciência da Informação
Universidade Federal de São Carlos - Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação,

Fabiano Ferreira de Castro, Universidade Federal de São Carlos

Doutor em Ciência da Informação

Universidade Federal de São Carlos - Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação

Rogério Apareciso Sá Ramalho, Universidade Federal de São Carlos

Doutor em Ciência da Informação
Universidade Federal de São Carlos - Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação

Referências

ARAKAKI, F. A. Linked data: ligação de dados bibliográficos. 2016. 144 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2016. Disponível em: http://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/147979/arakaki_fa_me_mar.pdf?sequence=2&isAllowed=y. Acesso em: 15 jul. 2020

ALVES, R. C. V. Metadados como elementos do processo de catalogação. 2010. 134 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) - Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2010. Disponível em: https://www.marilia.unesp.br/Home/Pos-Graduacao/CienciadaInformacao/Dissertacoes/alves_rachel.pdf. Acesso em: 15 jul. 2020

ALVES, R. C. V. Metadados editoriais e livreiros: algumas considerações e relações com os padrões de metadados do domínio bibliográfico. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 19, 2018, Londrina. Anais... . Londrina: Ancib, 2018. p. 5205 - 5219. Disponível em: http://enancib.marilia.unesp.br/index.php/XIXENANCIB/xixenancib/paper/viewFile/1574/1721. Acesso em: 15 jul. 2020

BERNERS-LEE, T. Linked data, 2006. Disponível em: https://www.w3.org/DesignIssues/LinkedData.html. Acesso em: 15 jul. 2020

BUSH, V. As we may think. Atlantic Monthly, [s.l] vol.176, n.1, p.101-108, 1945.

CASTRO, F. F.; JESUS, A. F. Adequando dados bibliográficos ao linked data: requisitos necessários, vantagens e desafios. Informação & Sociedade: Estudos, Paraíba, v. 28, n. 3, p.149-168, dez. 2018. Disponível em: http://www.periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/38288/pdf. Acesso em: 15 jul. 2020

CATARINO; M. E.; SOUZA, T. B. A representação descritiva no contexto da web semântica. TransInformação, Campinas, v. 2, n. 24, p. 77-90, maio-ago., 2012. Disponível em: http://periodicos.puccampinas.edu.br/seer/index.php/transinfo/article/view/766/746. Acesso em: 15 jul. 2020

DECLARAÇÃO dos Princípios Internacionais de Catalogação. 2016. 21 p. Tradução: Marcelo Votto Texeira. Disponível em: https://www.ifla.org/files/assets/cataloguing/icp/icp_2016-pt.pdf. Acesso em: 15 jul. 2020

DIAS, C. A. Hipertexto: resumo histórico e efeitos sociais. Ci. Inf. Brasília, v. 28, n. 3, p. 269-277, dez 1999. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-19651999000300004&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 15 jul. 2020

GRÁCIO, J. C. A. Metadados para a descrição de recursos da internet: o padrão Dublin Core, aplicações e a questão da interoperabilidade. 2002. 127 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2002.

HEATH, T. T.; BIZER, C. Linked data: evolving the web into a global data space. Berlim: Morgan & Claypool, 2011. 136 p. Disponível em: http://linkeddatabook.com/editions/1.0/#htoc8. Acesso em: 15 jul. 2020

QUEIROZ, N. G.; ARAUJO, S. A. Catálogos on-line: um breve estudo dos catálogos on-line de acesso público (OPAC’S). Multiplos Olhares: em Ciência da Informação, [s.l.], v. 3, n. 2, p.1-10, jun. 2013. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/moci/issue/view/119. Acesso em: 24 jul. 2019.

SANTARÉM SEGUNDO, J. E.; SERRA, L. G. O catálogo da biblioteca e o linked data. em Questão, [s.l.], v. 23, n. 2, p.167-185, 26 abr. 2017. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/67162. Acesso em: 15 jul. 2020

SARACEVIC, T. Information Science. Encyclopedia Of Library And Information Sciences, [s.l.], v. 1, n. 1, p. 2570-2585, 7 dez. 2009. Disponível em: https://tefkos.comminfo.rutgers.edu/SaracevicInformationScienceELIS2009.pdf. Acesso em: 15 jul. 2020

SOUZA , E. F. J.; ALVES, K. A. Hipertexto: início, evolução, características. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 2, n. 14, p. 44-57, maio 2018. Disponível em: https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/683. Acesso em: Acesso em: 15 jul. 2020

SMIT, J. A informação na Ciência da Informação. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, v. 3, n. 2, p. 84-101, 13 dez. 2012. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/incid/article/view/48655. Acesso em: 15 jul. 2020

LIMA, G. A. B. A transmissão do conhecimento através do tempo: da tradição oral ao hipertexto. Rev. Interam. Bibliot, Medellín , v. 30, n. 2, p. 275-285, dez 2007 . Disponível em: http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0120-09762007000200013&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 15 jul. 2020

RAMALHO, R. A. S. Web semântica: aspectos interdisciplinares da gestão de recursos informacionais no âmbito da ciência da informação. 2006. 120 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Marília, 2006.

RAMALHO, R. A. S.; MARTINS, P. G. M.; SOUSA, J. L. Evolução das linguagens de marcação: um breve histórico à luz da área de ciência da informação. Informação@Profissões, v. 6, n. 2, p. 20-34, 2017. Disponível em: http://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/61470. Acesso em: 15 jul. 2020

RAMALHO, R. A. S.; SOUSA, J. L. Diretrizes para avaliação de sistemas de organização do conhecimento representados em skos. Informação & Informação, v. 24, n. 2, p. 126-138, 2019. Disponível em: 10.5433/1981-8920.2019v24n2p126. Acesso em: 15 jul. 2020

RAUTENBERG, Sandro et al. Guia prático para a publicação de dados abertos conectados na web. Curitiba: Appris, 2018. 280 p.

WERSIG, G. Information science: the study of postmodern knowledge usage. Information processing & Management, v. 29, n. 2, p. 229-239, 1993. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/030645739390006Y. Acesso em: 15 jul. 2020

W3C. Primer RDF. 2004. Disponível em: https://www.w3.org/TR/rdf-primer/#intro. Acesso em: Acesso em: 15 jul. 2020

W3C. Data on the Web Best Practices. 2017. Disponível em: https://www.w3.org/wiki/LinkedData. Acesso em: Acesso em: 15 jul. 2020

W3C. URIs, URLs e URNs: Clarifications and Recommendations 1.0. 2011. Disponível em: https://www.w3.org/TR/uri-clarification/. Acesso em: 15 jul. 2020

W3C. Data on the Web Best Practices: Dataset Usage Vocabulary. 2016. Disponível em: https://www.w3.org/TR/vocab-duv/. Acesso em: 24 jul. 2019.

W3C. Links in HTML documents. 2018. Disponível em: https://www.w3.org/TR/html401/cover.html#minitoc. Acesso em: 15 jul. 2020

W3C. Help and FAQ. 2019. Disponível em: https://www.w3.org/Help/#webinternet. Acesso em: 15 jul. 2020

W3C INCUBATOR GROUP. Library linked data incubator group: final report. 2011. [S.L.]. 19 p. Disponível em: https://www.w3.org/2005/Incubator/lld/. Acesso em: 15 jul. 2020

Publicado

2021-01-04

Como Citar

Jesus, A. F. de, Castro, F. F. de, & Ramalho, R. A. S. (2021). O papel das bibliotecas no Linked Data. Encontros Bibli: Revista eletrônica De Biblioteconomia E Ciência Da informação, 26, 01-21. https://doi.org/10.5007/1518-2924.2021.e75909