Os serviços educativos da biblioteca pública Benedito Leite e a memória de São Luís (MA): análise da percepção dos usuários

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2021.76783

Palavras-chave:

Memória, Serviços Educativos, Biblioteca Pública Benedito Leite, Patrimônio cultural de São Luís

Resumo

Objetivo: Descrever e analisar a percepção dos diferentes participantes dos serviços educativos da Biblioteca Pública Benedito Leite voltados para a preservação da memória.

Método: Trata-se de uma pesquisa de caráter exploratório e descritivo, de abordagem quantitativa e qualitativa, que fez uso de observação sistemática com diário de bordo e questionários mistos aplicados junto a 62 (sessenta e dois) usuários que participaram dos serviços educativos desenvolvidos pela Biblioteca Pública Benedito Leite entre os meses de agosto e setembro de 2019.

Resultado: Os usuários e visitantes explicitam uma série de fatos cuja Benedito Leite os fazem rememorar. Evidenciam em suas falas a relação que a Benedito Leite estabelece com sua história, aos marcos sociais, bem como as circunstâncias desses acontecimentos. Pontua-se que por mais distintos que sejam os perfis dos usuários e visitantes da Benedito Leite, suas falas convergem quanto a importância da instituição para a preservação da história, da memória, do patrimônio material e imaterial. Reforça-se que os visitantes e usuários da Benedito Leite reforçam a contribuição da instituição ao destacarem em suas falas aspectos como cultura, conhecimento, história, patrimônio, memória, preservação e conservação. Afirma-se que a Benedito Leite, por meio de seus serviços educativos, sensibiliza seus visitantes e usuários quanto a necessidade de estes se apropriarem dos patrimônios que são seus por direito.

Conclusões: A Benedito Leite, ao mediar e difundir o patrimônio cultural por meio de seus produtos e serviços educativos, possibilita a reconstrução da memória dos participantes dos serviços educativos e a criação de laços, explicitados pelos contornos simbólicos e afetivos entre seus visitantes, usuários e profissionais.

Biografia do Autor

Maurício José Morais Costa, Centro Universitário UNDB

Mestre em Cultura e Sociedade. Bacharel em Biblioteconomia. Especializando em Design Instrucional pelo Centro Universitário Senac São Paulo. Docente do Centro Universitário Unidade de Ensino Superior Dom Bosco (UNDB). Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas Sobre Tecnologias Digitais na Educação (GEP-TDE), do Grupo de Estudo e Pesquisas em Patrimônio Cultural e do Grupo de Estudos (GEPPaC) e Pesquisas na Análise de Materiais Publicados, de Divulgação da Ciência, em Mídia Digital ou Impressa (GEP-DCMIDI).

Kláutenys Dellene Guedes Cutrim, Universidade Federal do Maranhão

Doutora em Linguística e Língua Portuguesa pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)Mestra em História pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e. É professora do Departamento de Turismo e Hotelaria da UFMA e professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade (PGCULT/UFMA).

Referências

ACHILLES, Daniele; GONDAR, Jô. Bibliotecas públicas: espaços de experiência e memória. In: ENCUENTRO LATINOAMERICANO DE BIBLIOTECARIOS, ARCHIVISTAS Y MUSEOLOGOS, 9., 2017. Anais […] Ciudad de México: EBAM, 2017.

ALMEIDA JÚNIOR, Oswaldo Francisco de. Biblioteca pública: avaliação de serviços. Londrina: Eduel, 2013. 297 p.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2016. 225 p.

BRAGA, Maria de Fátima Almeida. Biblioteca pública Benedito Leite, um campo para a ilustração e para enriquecer a alma. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTO E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 25., 2013. Anais [...] Florianópolis, SC: FEBAB, 2013.

CASTRO, César Augusto. Biblioteca como lugar de memória e eco de conhecimento: um olhar sobre “O Nome da Rosa”. Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, v. 4, n. esp., p. 01-20, 2006.

COSTA, M. J. M.; CUTRIM, K. D. G.; CARVALHO, C. M. B. Patrimônio, memória e cultura: a educação patrimonial como mecanismo de valorização do patrimônio cultural e informacional abrigado na Biblioteca Pública Benedito Leite. In: ENCONTRO MARANHENSE DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 11., 2018. Anais [...] São Luís: EDUFMA, 2018.

CIVALLERO, Edgardo. Memoria colectiva y bibliotecas: apuntes sobre caminos a futuro. Convergências em Ciência da Informação, v. 2, n. 2, p. 6-22, maio/ago. 2020.

GALVES, Marcelo Cheche. A criação da Biblioteca Pública em 1831: política e cultura escrita na Província do Maranhão. Revista de História (São Paulo), São Paulo, n. 178, p. 1-30, 2019.

GOMES, Henriette Ferreira. A biblioteca pública e os domínios da memória, da mediação e da identidade social. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 19, número especial, p. 151-163, out./dez. 2014.

GONDAR, Jô. Cinco proposições sobre memória social. In: DODEBEI, Vera; FARIAS, Francisco R. de; GONDAR, Jô et al. (org.). Por que memória social? Rio de Janeiro: Híbrida, 2016. p. 19-40.

GROGAN, Denis Joseph. A prática do serviço de referência. Brasília, DF: Briquet de Lemos Livros, 2007. 196 p.

HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva. São Paulo: Centauro, 2006. 224 p.

JACOB, Christian. Prefácio. In: JACOB, Christian; BARATIN, Marc. (org.). O poder das bibliotecas: a memória dos livros no ocidente. Trad. Marcela Mortara. 3. ed. Rio de Janeiro: Ed. UFRJ, 2008. p. 9-17.

LAGE, Maria Otília Pereira; BANDEIRA, Carla. Serviços educativos em bibliotecas públicas. Revista Lusófona de Educação, v. 37, p. 63-78, 2017.

MACEDO, Neusa Dias de. Princípios e reflexões sobre o serviço de referência e informação. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 23, n. 1-4, p. 9-37, jan./dez. 1990.

MOTA, Ana Sofia de Sousa Machado. O Serviço de Referência nas bibliotecas públicas em Portugal. 2016. 423 f. Tese (Doutoramento em Ciências da Informação e da Documentação) – Universidade de Évora, Évora, 2016.

NORA, Pierre. Entre memória e história: a problemática dos lugares. Revista Projeto História, São Paulo, v. 10, dez. 1993.

PINTO, Alejandra Aguilar. Os serviços de referência: mudanças, desafios e oportunidades na sociedade da informação. In: RIBEIRO, Anna Carolina Mendonça Lemos; FERREIRA, Pedro Cavalcanti Gonçalves. Biblioteca do século XXI: desafios e perspectivas. Brasília, DF: Ipea, 2016. p. 241-279.

POLLAK, Michael. Memória e identidade social. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 5, n. 10, p. 200-212, 1992.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar de. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho científico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013. 277 p.

RANGANATHAN, S. R. As “Cinco Leis da Biblioteconomia”. Brasília, DF: Briquet de Lemos Livros, 2009. 336 p.

RODRIGUES, Marcia Carvalho. Bibliotecas como lugares de memória: o caso sul-rio-grandense. Patrimônio e Memória, São Paulo, v. 10, n. 1, p. 68-83, jan./jun. 2014.

ROSTIROLLA, Gelci. Gestão do conhecimento no serviço de referência em bibliotecas universitárias: uma análise com foco no processo de referência. 2006. 175 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2006.

SILVEIRA, Fabrício José Nascimento da. Biblioteca pública, identidade e enraizamento: elaborações intersubjetivas ancoradas em torno da Luiz de Bessa. 2014. 257 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2014a.

SILVEIRA, Fabrício José Nascimento da. Biblioteca pública, memória e discursos identitários: uma leitura sócio-histórica dos depoimentos colhidos pelo Projeto Memória Oral da Biblioteca Mário de Andrade (BMA). In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 13., 2012a. Anais [...] Rio de Janeiro: IBICT, 2012a.

SILVEIRA, Fabrício José Nascimento da. Biblioteca, memória e identidade social. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 15, n. 3, p. 67-86, set./dez. 2010.

SILVEIRA, Fabrício José Nascimento da. Sendas entre o visível e o invisível: a biblioteca como “lugar de memória” e de preservação do patrimônio. DataGramaZero – Revista de Informação, v. 13, n. 5, out. 2012b.

SILVEIRA, Fabrício José Nascimento. Biblioteca pública e identidade: percepções intersubjetivas enraizadas em torno da Luiz de Bessa. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 19, n. esp., p.129-150, out./dez. 2014b.

SILVEIRA, Fabrício José Nascimento da; MOURA, Maria Aparecida. Biblioteca, Memória Institucional e Acesso Aberto à Informação: apontamentos teóricos e experiências desenvolvidas pela Universidade Federal de Minas Gerais. In: RIBEIRO, Anna Carolina Mendonça Lemos; FERREIRA, Pedro Cavalcanti Gonçalves (org.). Biblioteca do século XXI: desafios e perspectivas. Brasília, DF: IPEA, 2016. p. 197-222.

SOUSA, Dora Susana Simões de. O serviço educativo em arquivos, bibliotecas, museus e centros de documentação: um estudo de casos implementados na Região de Aveiro. 2015. 163 f. Dissertação (Mestrado em Educação e Bibliotecas) – Universidade Portucalense, Porto, 2015.

TRIGUEIRO, Rodrigo de Menezes. et al. Metodologia científica. Londrina: Editora e Distribuidora Educacional, 2014. 184 p.

TYCKOSON, David A. On the desirableness of personal relations between librarians and readers: the past and future of reference service. Reference Services Review, v. 31, n. 1, p. 12-16, 2003. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/241708297_On_the_desirableness_of_personal_relations_between_librarians_and_readers_The_past_and_future_of_reference_service. Acesso em: 09 jan. 2021.

VILLAFAN, Larissa de Oliveira Bustillos; DODEBEI, Vera Lucia Doyle Louzada de Mattos. Fragmentos de memória nas marcas de uma biblioteca particular: o caso da Biblioteca de Leandro Konder. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 20., 2019. Anais [...] Florianópolis: ANCIB, UFSC, 2019.

Downloads

Publicado

2021-10-08

Como Citar

Costa, M. J. M. ., & Cutrim, K. D. G. . (2021). Os serviços educativos da biblioteca pública Benedito Leite e a memória de São Luís (MA): análise da percepção dos usuários. Encontros Bibli: Revista eletrônica De Biblioteconomia E Ciência Da informação, 26, 1-21. https://doi.org/10.5007/1518-2924.2021.76783