Não acho que devamos “combater” editores predatórios: uma entrevista com Jeffrey Beall

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2024.e98618

Palavras-chave:

Lista de Beall, Editoras predatórias, Acesso abero, Ciência aberta

Resumo

A Lista de Beall foi desativada em janeiro de 2017. Ela indicava potenciais editoras predatórias, que publicavam artigos de acesso aberto, não revisados por pares, visando o lucro. Isso leva a uma poluição do corpo de textos científicos por conta de informações pseudocientíficas não revisadas, o que é danoso para a ciência como um todo. Nesta entrevista, Beall discute alguns aspectos e impactos da publicação predatória, bem como o dilema da pesquisa de acesso aberto e o que diferentes entidades podem fazer para diminuir a influência das revistas predatórias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Tradução

Biografia do Autor

Rafael Zaccaron, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui graduação em Turismo pela Universidade Federal do Paraná (2006). Mestrado em Letras/Inglês e Literatura Correspondente; linha de pesquisa: Ensino e Aprendizagem, pelo Programa de Pós Graduação em Inglês da Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC. É professor de Inglês dos Cursos Extracurriculares e atualmente cursa a graduação em Letras Inglês pela Universidade Federal de Santa Catarina. 

Vítor Pluceno Behnck, Universidade Federal de Santa Catarina

Mestrando no programa em Inglês: Estudos Linguísticos e Literários na Universidade Federal de Santa Catarina. Graduado em Letras Inglês - Licenciatura pela mesma universidade (2019). Técnico em Informática pelo Instituto Federal Catarinense (IFC) - Campus Avançado Sombrio (2018). Possui experiência como bolsista no Programa de Educação Tutotrial da UFSC (2020-2022), bolsista de Pesquisa (IFC, 2018), investigando o processo de internacionalização dos Institutos Federais e bolsista de Extensão (IFC, 2017) com enfoque na educação dos Direitos Humanos da juventude.

Jeffrey Beall, University of Colorado Denver

Jeffrey Beall is retired. Previously, he worked as the Scholarly Communications Librarian and Associate Professor at Auraria Library on the downtown Denver campus of the University of Colorado Denver. An academic librarian for over 27 years, his research and writing were featured in the Journal of Academic Librarianship, Cataloging & Classification Quarterly, College & Research Libraries and Nature.

Referências

BARRETO SEGUNDO J. D. Práticas predatórias e anticientíficas em publicação científica. Rev Pesqui Fisioter. v. 9, n. 3. p. 298-300, 2019. doi: 10.17267/2238-2704rpf.v9i3.2500

BEALL J. Predatory publishers are corrupting open access. Nature. v. 489, n. 179, 2012. https://doi.org/10.1038/489179a

BEALL, J. Open access, research communities, and a defense against predatory journals. Central Asian Journal of Medical Hypotheses and Ethics, v. 2, n. 1, p. 14-17, 2021. 10.47316/cajmhe.2021.2.1.02

Publicado

2024-03-06

Como Citar

ZACCARON, Rafael; BEHNCK, Vítor Pluceno; BEALL, Jeffrey. Não acho que devamos “combater” editores predatórios: uma entrevista com Jeffrey Beall. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, [S. l.], v. 29, p. 01–07, 2024. DOI: 10.5007/1518-2924.2024.e98618. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/98618. Acesso em: 24 maio. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.