Fenomenologia nuclear: uma proposta conceitual para o ensíno médio

Marcos Antonio Matos Souza, J. D. Dantas

Resumo


A descoberta do núcleo atômico pelo físico E. Rutherford, no início do século XX, foi o marco inicial da Física Nuclear. A partir daí, desencadeou-se uma série de experiências em que feixes de partículas, compostos por nêutrons, prótons e outros, eram levados a colidir com um núcleo, no intuito de desvendar sua estrutura ou produzir elementos artificiais através de transmutação nuclear. Com o desenvolvimento dos equipamentos experimentais, uma série de outros fenômenos nucleares foram observados, tais como decaimento beta, fissão e fusão nuclear, efeito Möesbauer, etc. Tendo em vista o panorama político e econômico mundial e as tendências educacionais contemporâneas, este trabalho propõe-se a sugerir temas alternativos em Física Nuclear que podem ser debatidos em nível conceitual no Ensino Médio, onde o foco principal reside na importância histórica e tecnológica de tais fenômenos na sociedade.


Palavras-chave


Fenômenos nucleares; núcleo atômico; Física Nuclear; Ensino Médio

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7941.2010v27n1p136

 


Cad. Bras. Ens. Fís. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-7941 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >