Análises dos distratores das questões de Física em Exames de Larga Escala

Guilherme Stecca Marcom, Maurício Urban Kleinke

Resumo


Geralmente os exames de larga escala são depreciados pela comunidade escolar, por serem provas consideradas somativas, onde os resultados observados na prova não retornam aos candidatos, não existe uma realimentação. Nesse trabalho nós buscamos apresentar análises, utilizados os resultados das pesquisas sobre as estratégias de solução de problemas, para compreender quais são as maiores dificuldades presentes entre os estudantes no que se refere aos conhecimentos de Física aferidos pelos exames de larga escala, utilizando como exemplo o Enem. Para tanto, serão analisadas as questões de Física classificados no objeto de conhecimento “o movimento, o equilíbrio e a descoberta das leis da física”, para os anos de 2009 a 2012. Será analisado, também, os distratores mais assinalados pelos candidatos declarados concluintes do Ensino Médio da rede pública de ensino. Nossos resultados apontam a que alguns estudantes utilizam concepções não científicas na resolução das questões, apresentam dificuldades na transposição do problema para outro contexto, utilizam raciocínios intuitivos e formas simbólicas em questões que necessitam de uma abordagem matemática para a resolução. Ao apresentar essas discussões esperamos fornecer uma análise das questões apresentando indicadores qualitativos e quantitativos das maiores dificuldades apresentadas pelos alunos na resolução de questões como as do Enem. 


Palavras-chave


Avaliação; Distratores; Exames de Larga Escala e Ensino de Física

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7941.2016v33n1p72

 


Cad. Bras. Ens. Fís. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-7941 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >