Ações de divulgação e popularização das Ciências Exatas via ambientes virtuais e espaços não formais de educação

Carlos Coimbra-Araujo, Arthur Bergold, Danilene Berticelli, Geocris Santos, Marcos Schreiner, Helio Monte-Alto, Raquel Speck, Gabriela Ferreira, Camila Tonezer, Isac Rosset, Roberta Bartelmebs

Resumo


Por diversas razões, as Ciências Exatas têm se mostrado como uma das áreas do conhecimento científico que mais demandam ações em espaços não formais de ensino. Um dos principais motivos reside no fato de que a Matemática, a Física, a Química e a Astronomia serem tradicionalmente abordadas, dentro do ambiente escolar e no currículo formal, desvinculadas da realidade dos estudantes, sendo muitas vezes vistas como um conjunto de princípios inflexíveis e incompreensíveis. Dessa forma, o presente trabalho revisa os principais problemas que circundam o ensino das áreas científicas citadas, destinando destaque a ferramentas não formais para o ensino da Matemática, Física, Química, Astronomia e, em especial, aos modernos ambientes virtuais de ensino modelados pela Ciência da Computação. Outras dificuldades históricas que o ensino formal de Ciências Exatas tem sofrido no Brasil também são apresentadas e alguns dos principais recursos não formais buscados para complementar o currículo que usualmente é apresentado em sala de aula.


Palavras-chave


Popularização da Ciência; Divulgação Científica; Espaços Virtuais de Ensino; Ciências Exatas

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/2175-7941.2017v34n2p649

 


Cad. Bras. Ens. Fís. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-7941 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >