Panorama da integração entre Arte e ensino de Ciências: análises quantitativa e qualitativa

Autores

  • Matheus de Castro e Silva Mestrando em Educação e Docência, Universidade Federal de Minas Gerais
  • Penha Souza Silva Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7941.2021.e73277

Palavras-chave:

Revisão bibliográfica, Arte, Ensino de Ciências

Resumo

A integração entre a Arte e o ensino de Ciências é um tema profícuo na pesquisa da área de Ensino e por isso consideramos importante um mapeamento de suas produções. O objetivo deste trabalho é, então, a elaboração de um panorama dos artigos publicados no Brasil e no exterior entre janeiro de 2000 e março de 2020 sobre a integração entre a Arte e o Ensino de Ciências. Esse panorama foi construído a partir da categorização dos temas de cem artigos Qualis A1 e A2 da área de Ensino e da utilização de uma ferramenta de análise proposta por Turkka, Haataonen e Aksela (2017) para a coleta de dados numéricos. Atrelado à análise desses artigos, fazemos a discussão dos trabalhos dos pesquisadores Edgar Morin, Charles Percy Snow e John Dewey que fundamentam a integração entre a Arte e o ensino de Ciências a partir de perspectivas filosóficas e sociológicas, que podem contribuir para a consolidação desse campo de investigação na área de Ensino. Segundo os dados produzidos em nossos estudos, a integração entre a Ciência e a Arte é mais citada nos artigos da área de Ensino de Física (n = 39). Observam-se poucas menções sobre Música (n = 4), Arte Contemporânea (n = 3) e Fotografia (n = 1) nos artigos analisados, sendo que as Artes Plásticas (n = 36) são majoritariamente abordadas. Além disso, há um equilíbrio entre as produções nacionais (n = 49) e internacionais (n = 51) sobre o tema. Contudo, a partir dos dados coletados, algumas questões de investigação foram apontadas, como, por exemplo, a carência por estudos que proponham atividades que integrem, ao mesmo tempo, conhecimentos artísticos e científicos.

Biografia do Autor

Matheus de Castro e Silva, Mestrando em Educação e Docência, Universidade Federal de Minas Gerais

Possui graduação em Química pela Universidade Federal de Minas Gerais (2013) e mestrado em Química Inorgânica (2015) e Educação e Docência (2021) pela mesma instituição. Atualmente, é professor do Ensino Médio, Fundamental e Técnico.

Penha Souza Silva, Universidade Federal de Minas Gerais

Possui graduação em Química pela Universidade Federal de Minas Gerais (1986), mestrado (2001) e doutorado (2009) em Educação pela mesma instituição. Atualmente, é professora associada I do Departamento de Métodos e Técnicas de Ensino (DMTE) da Faculdade de Educação (FaE) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Referências

ALCANTARA, M. C.; BRAGA, M. Elementos históricos-culturais para o ensino de instrumentos ópticos. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, Florianópolis, v. 34, n. 1, p. 109-130, abr. 2017.

ANDRADE, R. R. D.; NASCIMENTO, R. S.; GERMANO, M. G. Influências da física moderna na obra de Salvador Dalí. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, Florianópolis, v. 24, n. 3, p. 400-423, dez. 2007.

ANDRADE, S. A.; OLIVEIRA, R. D. V. L; QUEIROZ, G. R. P. C.; MELLO, W. Z. A abordagem CTS-Arte nos estudos das estações de tratamento de esgoto: uma prática no ensino fundamental. Revista Práxis, Volta Redonda, v. 6, n. 11, p. 66-78, jun. 2014.

ARAPAKI, X.; KOLIOPOULOS, D. Popularization and teaching of the relationship between visual arts and natural sciences: historical, philosofical and didactical dimensions of the problem. Science & Education, Switzerland, v. 20, n. 1, p. 797-803, jul. 2011.

ARAÚJO, J. L.; MORAIS, C.; PAIVA, J. C. Poetry and alkali metals: building bridges to the study of atomic radius and ionization energy. Chemistry Research Education and Practice in Europe, Londres, v. 04, n. 16, p. 893-900, ago. 2015.

ARAÚJO-JORGE, T.C. et al. CienArte no Instituto Oswaldo Cruz: 30 anos de experiências na construção de um conceito interdisciplinar. Ciência e Cultura, Campinas, v. 70, n. 2, p.25-34, jun. 2018.

BAPAT, M. Using Ethnic Art to Emphasize Laws of Reflection. The Physics Teacher, Maryland, v. 47, n. 8, p. 542-543, 2009.

BARROS, M. D. M.; DINIZ, P. G. Z.; ARAÚJO-JORGE, T. C. A música “O mundo é um moinho” como estratégia pedagógica para o ensino do tema transversal orientação sexual na escola... proposta e algumas considerações. Revista Práxis, Volta Redonda, v.8, n. 15, p. 37-41, jun. 2016.

BARROS, M. D. M.; GIRASOLE, M.; ZANELLA, P. G. O uso do cinema como estratégia pedagógica para o ensino de ciências e de biologia: o que pensam alguns professores da região metropolitana de Belo Horizonte. Revista Práxis, Volta Redonda, v. 5, n. 10, p. 99-111, dez. 2013.

BEHROOZI, F. Soap Bubbles in paintings: Art and Science. American Journal of Physics, Maryland, v. 76, n. 12, p. 1087-1091, jul. 2008.

BONANNO, A.; BOZZO, G.; SAPIA, P. Physics meets fine arts: A Project-Based learning path on infrared imaging. European Journal of Physics, Bristol, v. 39, n. 2, p. 1-29, nov. 2017.

BOUGHTON, R. I. Materials: An interdisciplinar integrative approach. American Journal of Physics, Maryland, v. 69, n. 8, p. 901-906, jul. 2001.

BRAGA, M.; GUERRA, A.; REIS, J. C. History of Science, physics, and art: a complex approach in Brazilian syllabuses. Cultural Studies of Science Education, Nova York, v. 8, n. 1, p. 725-736, set. 2013.

BRANDÃO, L. E. D.; ANDRADE, J. G.; DIAS, D. V. C.; BARROS, M. D. M. Ensinando zoologia a partir da letra da música “Tico-tico no fubá” de Zequinha de Abreu. Revista Práxis, Volta Redonda, v. 8, n. 1, p. 83-91, dez. 2016.

BRUNA, C. Motivating active learning of biochemistry through artistic representation of scientific concepts. Journal of Biological Education, Londres, v. 47, n. 1, p. 46-51, fev. 2013.

CACHAPUZ, A. F. Arte e ciência: que papel na educação em ciência? Revista Eureka sobre Enseñanza y Divulgación de las Ciencias, Cádiz, v. 04, n. 02, p. 287-294, jan. 2007.

CACHAPUZ, A. F. El legado de Leonardo. Educación Química, Cidade do México, v. 22, n. 3, p. 198-202, jul. 2011.

CAIMAN, C.; JAKOBSON, B. The role of art practice in elementar school Science. Science & Education, Switzerland, v. 28, n. 1, p. 153-175, fev. 2019.

CAMPANINI, B. D.; ROCHA, M B. Contribuições das Histórias em Quadrinhos para abordar questões ambientais na educação básica. Revista Práxis, Volta Redonda, v. 8, n. 1, p. 37-43, dez. 2016.

CARVALHO, T. A.; REIS, J. C. Diálogos entre Ciência e Arte: uma leitura a partir da obra de Remedios Varo para um Ensino sobre as Ciências. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, Florianópolis, v. 37, n. 1, p. 173-196, abr. 2020.

CHAI, D.; GARCIA, A. L. Physics for Animation Artists. The Physics Teacher, Maryland, v. 49, n. 8, p. 478-480, out. 2011.

ÇÌL, E. Instructional Integration of Disciplines for Promoting Childern’s Positive Attitudes Towards Plants. Journal of Biological Education, Londres, v. 50, n. 4, p. 366-383, jan. 2016.

COSTA, E. C. P.; BARROS, M. D. M. Fantasia versus realidade: explorando as potencialidades do cinema para o ensino de Ciências e Biologia. Revista Práxis, Volta Redonda, v. 8, n. 1, p. 27-35, dez. 2016.

CROCHIK, L. Performance, educação e ensino de física: aproximações imprevistas. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 35, n. 1, p. 1-32, mar. 2019.

DALE, D. A.; BAILEY, B. L. Physics in the Art Museum. The Physics Teacher, Maryland, v. 41, n. 2, p. 82-83, jan. 2003.

DAVIES, S. R.; HALPERN, M.; HORST, M.; KIRBY, D. A.; LEWENSTEIN, B. Science stories as culture: experience, identity, narrative and emotion in public communication of Science. Journal of Science Communication, Trieste, v. 18, n. 5, p. A01 1-17, out. 2019.

DAVIS, J.; LESLIE, R.; BILINGTON, S.; SLATER, P. R. Origami: a versatile modeling system for visuzalising chemical structure and exploring molecular function. Chemistry Education Research and Practice in Europe, Londres, v. 11, n. 1, p. 43-47, jan. 2010.

DEWEY, J. Arte como experiência. São Paulo: Martins Fontes, 2010. 646 p.

DIETRICH, A. The cognitive neuroscience of creativity. Pshychonomic Bulletin & Review, Maryland, v. 11, n. 6, p. 1011-1026, dez. 2004.

DRUMM, I. A.; BELANTARA, A.; DORNEY, S.; WATERS, T. P.; PERIS, E. The Aeolus Project: Science outreach through art. Public Understanding of Science, Maryland, v. 24, n. 3, p. 375-385, abr. 2015.

DUARTE, S. G. et al. Experiência interdisciplinar na Educação Básica e na formação de professores: Artes, Biologia e Geociências. Terrae Didatica, Campinas, v. 14, n. 3, p. 245-255, jul. 2018.

DUCHEIKO, L. L.; SILVA, J. A. P. As relações interdisciplinares entre Artes Visuais e Física/Astronomia: um olhar nas culturas indígenas e a questão da transposição didática. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, Curitiba, v. 10, n. 2, p. 273-288, abr. 2017.

DUCHEIKO, L. L.; SILVA, J. A. P.; NEVES, M. C. D. Relendo a Obra “As Plêiades” de Elihu Vedder: relações interdisciplinares entre artes visuais e astronomia. Alexandria – Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, Florianópolis, v. 8, n. 2 p. 199-231, jul. 2015.

ECKERT, M. Hydraulics for royal gardens: water art as a challenge for 18th century Science and 21st century physics teaching. Science & Education, Nova York, v. 16, n. 6, p. 539-548, jun. 2007.

EDE, S. Science and the contemporary visual arts. Public Understanding of Science, Maryland, v. 11, n. 1, p. 65-78, jan. 2002.

ESTEVÃO, A. P. S. S.; COSTA, M. A. F. História em Quadrinhos: estratégia para o processo ensino-aprendizagem do tema “Lixo eletrônico”. Revista Práxis, Volta Redonda, v. 8, n. 1, p. 9-14, dez. 2016.

FERNANDES, R. F. A. M.; PIRES, F. F.; FORATO, T. C. M.; SILVA, J. A. Pinturas de Salvador Dalí para introduzir conceitos de Mecânica Quântica no Ensino Médio. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, Florianópolis, v. 34, n. 2, p. 509-529, ago. 2017.

FERREIRA, F. R. Ciência e arte: investigações sobre identidades, diferenças e diálogos. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 36, n. 1, p. 261-280, abr. 2010.

FIGUEIRA-OLIVEIRA, D.; RODRIGUEZ, L. D. L. R.; MEIRELLES, R. M. S. Ciência e arte: um “entre-lugar” no Programa de Pós-Graduação em Ensino em Biociências e Saúde. RBPG - Revista Brasileira da Pós-Gradução, Brasília, v. 9, n. 17, p. 541-567, jul. 2012.

FINKLER, W.; LEÓN, B. The power of storytelling and vídeo: a visual rhetoric for Science communication. Journal of Science Communication, Trieste, v. 18, n. 5, p. A02 1-23, out. 2019.

FIORESI, C. A.; CUNHA, M. B. A leitura de textos de divulgação científica e a produção de histórias em quadrinhos. Areté, Manaus, v. 12, n. 26, p. 1-15, jan. 2020.

FLICK, U. Pesquisa qualitativa e quantitativa. In: FLICK, U. Introdução à pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Artmed, 2009. p. 39-49.

FREITAS, N. M. S.; GONÇALVES, T. V. O. Práticas teatrais e o ensino de Ciências: o teatro jornal na abordagem da temática do lixo. Educar em Revista, Curitiba, v. 34, n. 68, p. 199-216, mar. 2018.

GALILI, I. On the power of fine arts pictorial imagery in Science education. Science & Education, Switzerland, v. 22, n. 1, p. 1911-1938, abr. 2013.

GALILI, I.; ZINN, B. Physics and Art – A cultural symbiosis in physics education. Science & Education, Switzerland, v. 16, n. 6, p. 441-460, jun. 2007.

GALVÁN-MADRID, J. L. La química y el arte: ¿Cómo mantener el vínculo? Educación Química, Cidade do México, v. 22, n. 3, p. 207-211, jul. 2011.

GARCÍA-SAIZ; J. M. Sin pintura y sin pinceles. Educación Química, Cidade do México, v. 22, n. 3, p. 203-206, jul. 2011.

GARRITZ, A. Arte dentro de la Química. La celebración del Año Internacional de la Química. Educación Química, Cidade do México, v. 22, n. 3, p. 186-190, jul. 2011.

GARRITZ, A. Cuasicristales y arte islâmico. Educación Química, Cidade do México, v. 23, n. 1, p. 2-5, jan. 2012.

GIRARDELLO, G. Imaginação: arte e ciência na infância. Pro-Posições, Campinas, v. 22, n. 2, p. 75-92, mai. 2011.

GOMES, T. G.; DI GIORGI, C. A. G.; RABONI, P. C. A. Física e pintura: dimensões de uma relação e suas potencialidades no ensino de física. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 33, n. 4, p. 4402-2, 4402-9, dez. 2011.

GÓMEZ, M. B. C.; GUADIX, M. Á. S. Recuperar el afán de conocimientos de Leonardo da Vinci em la era de las nuevas tecnologias: arte, ciência y vida cotidiana. Revista Eureka sobre Enseñanza y Divulgación de las Ciencias, Cádiz, v. 4, n. 3, p. 526-538, out. 2007.

GRILLI, J.; LAXAGUE, M.; BARBOZA, L. Dibujo, fotografia y Biología. Construir ciência com y a partir de la imagen. Revista Eureka sobre Enseñanza y Divulgación de las Ciencias, Cádiz, v. 12, n. 1, p. 91-108, jun. 2014.

GRUZMAN, C.; SIQUEIRA, V. H. F. O papel educacional do Museu de Ciências: desafios e transformações conceituais. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, Vigo, v. 6, n. 2, p. 402-423, jan. 2007.

GUADIX, M. Á. S. Es possible desarrolhar la competência artística y cultural desde la Química. Revista Eureka sobre Enseñanza y Divulgación de las Ciencias, Cádiz, v. 9, n. 3, p. 466-476, mai. 2009.

GÜNEY, B. G.; SEKER, H. Discovering socio-cultural aspects of Science through artworks. Science & Education, Maryland, v. 26, n. 1, p. 867-887, out. 2017.

HADZIGEORGIOU, Y. “Artistic” Science Education. In: HADZIGEORGIOU, Y (Ed.). Imaginative Science Education: The Central Role of Imagination on Science Education. Dordrecht: Springer, 2016. p. 185-251.

HALPERN, M. K. Across the great divide: Boundaries and boundary objects in art and Science. Public Understanding of Science, Thousand Oaks, v. 21, n. 8, p. 922-937, out. 2012.

HUNT, J. L.; SHARP, J. The reflective anamorphic viewer if J.-F. Niceron: Reconstrucling a 17th century optical toy. American Journal of Physics, Maryland, v. 79, n. 10, p. 1023-1029, jun. 2011.

LAGOS, R.; CAMUS, J. El plateado: uma actividad electroquímica para integrar diversas ciencias com el arte. Educación Química, Cidade do México, v. 28, n. 1, p. 84-90, abr. 2017.

LEE, C.; SHIN, K.; LEE, S.; LEE, J. Fabrication of slits for Young’s experimente using grafic arts films. American Journal of Physics, Maryland, v. 78, n. 1, p. 71-74, jan. 2010.

LINCOLN, D.; OLSON, L. The beauty of physics. The Physics Teacher, Maryland, v. 56, n. 6, p. 334-349, ago. 2018.

LÓPEZ, C. W. Luz, arte y física. La física en la pintura. Revista Eureka sobre Enseñanza y Divulgación de las Ciencias, Cádiz, v. 6, n. 1, p. 153-154, jan. 2009.

LUNN, M.; NOBLE, A. Re-visioning Science “Love and Passion in the Scientific Imagination”: Art and Science. International Journal of Science Education, Londres, v. 30, n. 6, p. 793-805, abr. 2008.

MANASSERO, M. A. V. Ciencia y arte se encuentran: el caso del telescopio de Galileo. Enseñanza de las Ciencias, Madri, v. 35, n. 3, p. 195-215, nov. 2017.

MATTA, R. R.; ROCHA, M. B. Divulgação Científica e Educação Ambiental: trabalhando as Unidades de Conservação na Educação Básica através de um documentário. Revista Práxis, Volta Redonda, v. 9, n. 17, p. 114-129, jun. 2017.

MEDINA, M.; BRAGA, M. O teatro como ferramenta de aprendizagem da Física e de problematização da natureza da ciência. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, Florianópolis, v. 27, n. 2, p. 313-333, jan. 2010.

MEDINA-JEREZ, W.; DAMBEKALNS, L.; MIDDLETON, K. V. Art and Science education collaboration in a secondary teacher preparation programme. Research in Science & Tecnological Education, Filadélfia, v. 30, n. 2, p. 209-224, jul. 2012.

MENDONÇA, L. G.; FERREIRA, F. R.; LA ROCQUE, L. Ensino farmacêutico e a concepção da imagem fílmica do cientista que desenvolve medicamentos em filmes de comédia no pós-guerra. Revista Práxis, Volta Redonda, v. 8, n. 15, p. 51-62, jun. 2016.

MENDONÇA, L. G.; LEITE, S. Q. M. Artes cênicas no ensino de boas práticas de fabricação: uma prática pedagógica no curso superior de Química. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, Vigo, v. 9, n. 1, p. 53-66, jan. 2010.

MENEZES, J. P. C. Origami como recurso didático para o ensino de ciências. REnCiMa, Cruzeiro do Sul, v. 9, n. 3, p. 238-248, jun. 2018.

MONTEIRO, M. S.; OLIVEIRA, A. F. A utilização da mídia vídeo, a partir do filme A Guerra do Fogo no 6º ano e 6ª série, na Escola Municipal de Ensino Fundamental Augusto José Monteiro. Revista Práxis, Volta Redonda, v. 8, n. 1, p. 93-105, dez. 2016.

MOREIRA, L. M.; NASCIMENTO, A. S.; SOUZA, L. N. N. Ciência, opressão e teatro: um caso de pesquisa educacional baseada em Artes. Alexandria – Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, Florianópolis, v. 12, n. 2 p. 325-348, nov. 2019.

MORIN, E. A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2018. 128 p.

MORIN, E. Ensinar a viver: manifesto para mudar a educação. Porto Alegre: Sulina, 2015. 183 p.

MORIN, E.; DÍAZ, C. J. D. Reinventar a educação: abrir caminhos para a metamorfose da humanidade. São Paulo: Palas Athena, 2016. 151 p.

MULLER, E. Scanning for Time: Science and Art on a Photocopier. The Physics Teacher, Maryland, v. 57, n. 1, p. 9-13, jan. 2019.

NASCIMENTO, J. M.; MEIRELLES, R. M. Conectando saberes e ‘superpoderes’ para mediar tópicos em genética e saúde no ensino médio. Revista Práxis, Volta Redonda, v. 7, n. 14, p.47-56, dez. 2015.

OLIVEIRA, L. L.; ZANCUL, M. S. Textos de divulgação científica (TDC) nas aulas de Biologia na Educação de Jovens e Adultos (EJA) para abordar a temática alimentação. Revista Práxis, Volta Redonda, v. 6, n. 11, p. 53-63, jun. 2014.

OLIVEIRA, L. M.; GOMES, M. L. A. Einstein e a Relatividade entram em cena: diálogos sobre o teatro na escola e um ensino de Física criativo. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, Florianópolis, v. 33, n. 3, p. 943-961, dez. 2016.

OLSON, D. A Course Connecting Astronomy to Art, History, and Literature. The Physics Teacher, Maryland, v. 53, n. 7, p. 396-400, jan. 2015.

ORNA, M. V. Chemistry and Art: Ancient textiles and medieval manuscripts examined through chemistry. Educación Química, Cidade do México, v. 22, n. 3, p. 191-197, jul. 2011.

OSBORNE, J. et al. What “Ideas-about-Science” should be taught in school Science? A Delphi study of the expert Community. Journal of Research in Science Teaching, Hoboken, v. 40, n. 7, p. 692-720, ago. 2003.

PEREIRA, E. A.; MARTINS, J. R.; ALVES, V. S.; DELGADO, E. I. A contribuição de John Dewey para a educação. Revista Eletrônica de Educação, São Carlos, v. 3, n. 1, p. 154-161, mai. 2009.

PEREIRA, E. G. C.; FONTOURA, H. A. Discutindo as Histórias em Quadrinhos enquanto recurso didático em Ciências. Revista Práxis, Volta Redonda, v. 8, n. 15, p. 93-104, jun. 2016.

PIASSI, L. P.; PIETROCOLCA, M. Ficção científica e ensino de ciências: para além do método de ‘encontrar erros em filmes’. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 35, n. 3, p. 525-540, set. 2009.

PINTO, G. A.; MOREIRA, L. M. O teatro na pesquisa em ensino de ciências: diálogos com a pesquisa educacional baseada em artes. Areté, Manaus, v. 12, n. 26, p. 126-141, jan. 2020.

PLANINSIC, G. Using artistic drawings to create physics problems. The Physics Teacher, v. 53, n. 7, p. 443-444, 2015.

RANGEL, D. O diálogo entre ciência e arte. Ciência e Cultura, São Paulo, v. 57, n. 4, p. 36-37, out. 2005.

REIS, J. C.; GUERRA, A.; BRAGA, M. Física e arte: a construção do mundo com tintas, palavras e equações. Ciência e cultura, São Paulo, v. 57, n. 03, p. 29-32, jul. 2005.

RESÉNDIZ, C. G.; OLIVERA, M. A. S.; GREGORIO, A. S.; DELGADILLO, M. L. H.; RAMOS, M. A. S. Desarollo de un proyecto de ciência basado em el uso de diversas inteligências. Revista Eureka sobre Enseñanza y Divulgación de las Ciencias, Cádiz, v. 10, n. 1, p. 100-109, jan. 2013.

REIF, N.; GRANT, L. Culturally responsive classrooms through art integration. Journal of Praxis in Multicultural Education, Las Vegas, v. 5, n. 1, p. 100-115, jan. 2010.

RIBEIRO, R. M. L.; MARTINS, I. O potencial das narrativas como recurso para o ensino de ciências: uma análise em livros didáticos de física. Ciência & Educação, Bauru, v. 13, n. 3, p. 293-309, ago. 2007.

RICHTER, A. et al. Storytelling for narrative approaches in citizen Science: towards a generalized model. Journal of Science Communication, Trieste, v. 18, n. 6, p. A02 1-24, nov. 2019.

RODRIGUES, E. V.; LAVINO, D. Modelagem no ensino de Física via produção de stop motion, com o computador Raspberry Pi. Revista Brasileira de Ensino de Física, São Paulo, v. 42, n. 1, p. 1-10, jan. 2020.

ROOT-BERNSTEIN, R. S. Aesthetic cognition. International Studies in the Philosophy of Science, Maryland, v. 16, n. 1, p. 61-77, jan. 2002.

ROOT-BERNSTEIN, R.; ROOT-BERNSTEIN, M. Artistic scientists and scientific artistis: the link between polymathy and creativity. In: STERNBERG, R. J.; GRIGORENKO, E. L.; SINGER, J. L. (Org.). Creativity: From potential to realization. Washington: American Psychological Association, 2004. p. 127-151.

ROSSING, T. D.; CHIAVERINA, C. J. Resource Letter TLC-1: Teaching light and color. American Journal of Physics, Maryland, v. 68, n. 10, p. 881-887, mar. 2000.

SANTOS, M. A. P.; FIGUEIRA, S. T. S.; GUSMÃO, G. A. S. B. Trilha dos sentidos: entrelaçando os caminhos da ciência e da arte. Revista Práxis, Volta Redonda, v. 8, n. 1, p. 15-25, dez. 2016.

SILVA, A. S.; REIS, J. C. O.; REGO, S. C. R. Publicações sobre o ensino de Física Moderna: relações construídas entre Artes e Física. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, Florianópolis, v. 36, n. 2, p. 366-382, ago. 2019.

SILVA, J. G. Cine de ciencia ficción y enseñanza de las ciencias. Dos escuelas paralelas que deben encontrarse en las aulas. Revista Eureka sobre Enseñanza y Divulgación de las Ciencias, La Rioja, v. 13, n. 1, p. 137-148, jan. 2016.

SILVA, M. D.; FREITAS, M. S. T.; MIQUELIN, A. F. Algumas possibilidades de interação entre Arte Urbana, Joseph Wright e o Ensino de Óptica. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, Curitiba, v. 8, p. 32-41, jan. 2015.

SILVA, P. P.; OLIVEIRA, A. M. P.; SOUZA, E. C. “Mais parece um saca-rolha que um caminho!”: identidades contingentes de pesquisadora em ciências biológicas a pesquisadora em ciências humanas. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 23, n. 1, p. 1-19, dez. 2018.

SILVEIRA, A. F.; ATAÍDE, A. R. P.; FREIRE, M. L. F. Atividades lúdicas no ensino de ciências: uma adaptação metodológica através do teatro para comunicar a ciência a todos. Educar em Revista, Curitiba, n. 34, p. 251-262, jan. 2009.

SILVEIRA, J. R. A. Arte e Ciência: uma reconexão entre as áreas. Ciência e Cultura, São Paulo, v. 70, n. 2, p.24-25, abr. 2018.

SILVEIRA, M. P.; ZANETIC, J. Formação de professores e ensino de Química: reflexões a partir do livro “Serões de Dona Benta” de Monteiro Lobato e da pedagogia de Paulo Freire. Alexandria – Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, Florianópolis, v. 9, n. 2 p. 61-85, nov. 2016.

SNOW, C. P. As duas culturas e uma segunda leitura. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2015. 128 p.

SOMMER, W. Teaching and Learning Physics: Performance Arte VOKING Insight. The Physics Teacher, Maryland, v. 52, n. 9, p. 532-534, jan. 2015.

STAMOVLASIS, D. Teaching photography: interplay between chemical kinetics and visual art. Chemistry education: reasearch and practice in Europe, Londres, v. 03, n. 01, p. 55-66, jan. 2003.

TEIXEIRA, J. N.; MURAMATSU, M.; ALVES, L. A. Projeto arte e ciência no parque – uma abordagem de divulgação científica interativa em espaços abertos. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, Florianópolis, v. 27, n. 1, p. 171-187, mai. 2010.

TURKKA, J.; HAATAINEN, O.; AKSELA, M. Integrating art into Science education: a survey of Science teachers’ practices. International Journal of Science Education, Londres, v. 39, n. 10, p. 1401- 1419, jun. 2017.

VILHALVA, G. A. F.; FERREIRA, F. C. Concepções de alunos de graduação sobre a relação entre arte e física. Ensino em Revista, Uberlândia, v. 25, n. 2, p. 392-409, jul. 2018.

ZANETIC, J. Física e Arte: uma ponte entre duas culturas. Pro-Posições, Campinas, v.17, n. 1, p. 39-57, jan. 2006a.

ZANETIC, J. Física e literatura: construindo uma ponte entre as duas culturas. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, v. 13, suplemento, p. 55-70, out. 2006b.

Downloads

Publicado

2021-03-25

Edição

Seção

Ensino e aprendizagem de Ciências/Física