A Física escolar e o currículo narrado no Facebook: tradições curriculares a partir de duas comunidades virtuais de professores de Física

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7941.2021.e74015

Palavras-chave:

Facebook, Física, Disciplinas Escolares

Resumo

O presente trabalho buscou se aproximar da rede social Facebook, compreendendo-a como uma plataforma na qual narrativas sistêmicas sobre as disciplinas escolares podem se desenvolver. Assim, nos instigamos a partir da seguinte pergunta: como tradições curriculares são operadas nas narrativas sobre o ensino e o currículo em comunidades de ensino de Física presentes na rede social Facebook? Para tal, nos apoiamos em trabalhos desenvolvidos por Ivor Goodson que envolvem a História do Currículo, e que estabelecem compreensões das disciplinas escolares a partir de três tradições: acadêmicas, utilitárias e pedagógicas. Foram analisadas as duas maiores comunidades de professores de Física presentes no Facebook, das quais foram extraídas todas as publicações realizadas no período de abril de 2016 a abril de 2017, visando a constituir um banco de dados que pudessem ser categorizados nas três tradições curriculares e em não enquadradas. A partir desses dados, as 125 publicações analisadas foram descritas dentro de dez subcategorias principais, quatro da tradição acadêmica, três da tradição utilitária e três da tradição pedagógica.

Biografia do Autor

Henrique de Carvalho Calado, Doutorando em Educação, Universidade Estadual de Campinas

Mestre em Ensino de Ciências pelo Programa de Pós-Graduação Multiunidades em Ensino de Ciências e Matemática da Universidade Estadual de Campinas tendo como orientadora a Profª. Drª. Maria Inês Petrucci Rosa. Formado no curso de Licenciatura em Física pela Unicamp em dezembro de 2013. Participou do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência no período de julho de 2011 a dezembro de 2013 dentro do projeto “Integração Curricular no Ensino Médio – Ciências da Natureza”. Foi bolsista de Iniciação Ciêntífica Jr. do IMPA na área de Matemática, de Julho de 2006 à Julho de 2007. Foi bolsista do Ensino Médio no Colégio Engenheiro Juarez de Siqueira Britto, projeto social mantido pelo Instituto Embraer de Educação e Pesquisa, de janeiro de 2006 a dezembro de 2008. Atualmente, é professor de Física do Ensino Fundamental e aluno de Doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas.

Maria Inês Petrucci-Rosa, Universidade Estadual de Campinas

Livre Docente na área de Educação Escolar, Doutora em Educação pela Faculdade de Educação da UNICAMP com pós-doutorado na University of Brighton – U.K., é graduada em Química (bacharelado e licenciatura) pela Universidade Estadual de Campinas (1984), especialista em Química Orgânica e mestre em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1995). Foi Editora Associada da Revista Pro-posições. É pesquisadora Produtividade PQ/ CNPQ, nível 2. Tem artigos publicados em periódicos indexados da área de educação e educação em ciências, bem como livros e capítulos de livros. Seus trabalhos de pesquisa se relacionam com temáticas de formação docente, currículo, narrativas, disciplinas escolares e cotidiano escolar. Realizou estágio de pesquisa na University of Brighton, em 2015, com apoio da CAPES.

Bruno Ferrari, Mestrando em Ensino de Ciências e Matemática, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Licenciatura Integrada de Química e Física pela Universidade Estadual de Campinas (2018). Atualmente, é Mestrando em Ensino de Ciências e Matemática da Universidade Estadual de Campinas. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Ensino de Ciências e Matemática.

Referências

ALMEIDA JUNIOR, J. B. de. Evolução do Ensino de Física no Brasil: da República até a Lei 5.692. Revista de Ensino de Física, São Paulo, v. 2, n. 1, p. 55-73, março, 1980.

ARRUDA, S. M.; ZAPPAROLI, F, V, D.; PASSOS, M. M. Aprendizagem de Astronomia em grupos de Facebook. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, Florianópolis, v. 36, n. 2, p. 383-413, ago. 2019.

BETT, H.; MAKEWA, L. N. Can Facebook groups enhance continuing professional development of teachers? Lessons from Kenya. Asia-Pacific Journal of Teacher Education, 2018.

CASSAB, M. A produção em história das disciplinas escolares pela escrita de pesquisadores brasileiros. Revista Brasileira de História da Educação, Maringá, n. 23, p. 225-251, maio/ago. 2010.

DESLANDES, S.; COUTINHO, T. Pesquisa social em ambientes digitais em tempos de COVID-19: notas teórico-metodológicas. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 36, n. 11, 2020.

FERRAZ, C. P. A etnografia digital e os fundamentos da Antropologia para estudos em redes on-line. Aurora: revista de arte, mídia e política, São Paulo, v. 12, n. 35, p. 46-69, jun.-set., 2019.

GALLANA, L. M. R. Facebook: um espaço de colaboração para a troca de experiências com uso de tecnologias em sala de aula. 2013. 63f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas.

GOODSON, I. F. School Subjects and Curriculum Change. 3. ed. London: Routledge Falmer, 1993.

GOODSON, I. F. O Currículo em Mudança. Porto: Porto Editora, 2001.

GOODSON, I. F. Currículo: teoria e história. 15. ed. Petrópolis: Vozes, 2018.

GOODSON, I. F. Currículo, Narrativa Pessoal e Futuro Social. Tradução: Henrique de Carvalho Calado. Campinas: Editora da Unicamp, 2019.

HOBSBAWM, E. Introdução - A Invenção das Tradições. In: HOBSBAWM, E.; RANGER, T. (Org.). A invenção das tradições. 6. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2008. p. 9-21.

KIRKPATRICK, D. O Efeito Facebook. Lisboa: Arcádia, 2011.

LOPES, A. C.; MACEDO, E. Teorias de Currículo. São Paulo: Cortez, 2011.

MARTINS, A. A.; GARCIA, N. M. D. Características dos livros didáticos de Física no Brasil: influências das concepções pedagógicas. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, IX, 2013, Águas de Lindóia, SP. Atas...

MESQUITA, N. A. S.; SOARES, M. H. F. B. Aspectos históricos dos cursos de Licenciatura em Química no Brasil nas décadas de 1930 a 1980. Química Nova, São Paulo, v. 34, n. 1, 165-174, 2011.

MOREIRA, M. A. Ensino de Física no Brasil: Retrospectiva e Perspectivas. Revista Brasileira de Ensino de Física, São Paulo, v. 22, n. 1, p. 94-99, mar. 2000.

MUSSOI, E. M.; FLORES, M. L. P.; BEHAR, P. A. Comunidades Virtuais: um novo espaço de aprendizagem. Revista Novas Tecnologias na Educação, Porto Alegre, v. 5 n. 1, p. 1-10, 2007.

NARDI, R.; ALMEIDA, M. J. P. M. Investigação em Ensino de Ciências no Brasil segundo pesquisadores da área: alguns fatores que lhe deram origem. Pro-Posições, Campinas, v. 18, n. 1, p. 213-226, jan./abr. 2007.

NEWMAN, N. et al. Reuters Institute Digital News Report 2019. Reuters Institute, University of Oxford, 2019.

OLIVEIRA, E. A. F.; SANTOS, N. P. Quantificando a carga horária de disciplinas de Ciências na Reforma Francisco Campos: Comparação entre a Historiografia oficial e Históricos Escolares. In: SCIENTIARUM HISTORIA, VIII, 2015, Rio de Janeiro. Scientiarum Historia VIII, 2015.

OLIVEIRA, R. F. O ensino de eletrostática na Educação Básica baseado em experimentos históricos utilizando um kit de baixo custo. 2019. 87f. Dissertação (Mestrado em Ensino na Educação Básica) - Universidade Federal do Espírito Santo, São Mateus.

PEDRO, C. L.; PASSOS, M. M.; ARRUDA, S. M. Aprendizagem Científica no Facebook. Alexandria: Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, Florianópolis, v. 8, n. 1, p. 3-19, maio, 2015.

PEDRO, N.; FERREIRA, C. Facebook, Física e Social Network Analysis. In: CONGRESSO INTERNACIONAL TIC E EDUCAÇÃO, II, 2012, Lisboa. Atas... p. 2261-2279.

PIOVESAN, A.; BORGES, F. T. Identidade docente: o que os blogs e o Facebook têm a nos dizer sobre os professores e suas mídias virtuais. In: PORTO, C.; SANTOS, E. (Org.). Facebook e Educação: Publicar, curtir, compartilhar. Campina Grande: Editora da Universidade Estadual da Paraíba, 2014. p. 330-348.

RECUERO, R. Redes sociais na internet. Porto Alegre: Sulina, 2009.

ROSA, C. W.; ROSA, A. B. O ensino de ciências (Física) no Brasil: da história às novas orientações educacionais. Revista Ibero-americana de Educação, Araraquara, n. 58, v. 2, p. 1-24, 2012.

SOUSA, G. G.; OLIVEIRA, C. I. C. Representações da técnica em imagens de livros didáticos de Física. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, IX, 2013, Águas de Lindóia. Atas...

VIEIRA, C. L.; VIDEIRA, A. A. P. História e historiografia da Física no Brasil. Fênix – Revista de História e Estudos Culturais, Uberlândia, v. 4, ano IV, n. 3, jul./ago./set. 2007.

Downloads

Publicado

2021-09-20

Edição

Seção

Currículo de Ciências/Física