Variação e mudança linguística: uma análise da ampliação semântica de estrangeirismos no português brasileiro

Flavio Biasutti Valadares

Resumo


artigo trata do uso de estrangeirismos no Português do Brasil sob a perspectiva da Teoria da Variação e Mudança Linguística; objetiva explicitar processos de implementação de mudança linguística por meio do uso de palavras estrangeiras, contemplando sua ocorrência, em grafia original, com ampliação semântica. Baseia-se em pressupostos teóricos labovianos e da área de Lexicologia. Em sua metodologia, levanta termos estrangeiros com ampliação semântica presentes nas revistas Época, Isto É e Veja, discute os dados e argumenta sobre a mudança linguística. Conclui que ampliação semântica é uma das maneiras de se validar um estágio final de implementação de mudança linguística.


Palavras-chave


Sociolinguística variacionista; Mudança linguística; Estrangeirismos

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-8412.2014v11n4p403

Direitos autorais 2015 Fórum Linguístico

Creative Commons License

Esta publicação está regida por uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Fórum Linguístico, ISSNe 1984-8412, Florianópolis (Santa Catarina), Brasil