Encontros e (re)encontros com imagens docentes: uma análise discursiva

Maria Alzira Leite

Resumo


Este artigo objetiva analisar as representações sociais acionadas por um grupo de educadores sobre o ser docente. A premissa que orienta este estudo é a de que as nossas crenças e os nossos valores são consolidados nas práticas das quais participamos. Então, apresenta-se algo e atualiza-se esse representar, de acordo com a nossa história de vida, com as nossas experiências individuais, por meio das interações. Para este estudo, foram gravadas respostas de entrevistas, as quais foram analisadas com vistas a flagrar os movimentos das representações. A direção que se propõe para este estudo visa, principalmente, a uma análise de caráter linguístico-textual-discursivo, cujas bases epistemológicas perpassam abordagens de Foucault (1986), Pechêux (1988), Authier-Revuz (1995) e Bronckart (1999). De natureza explicativa e interpretativa, abordagem qualitativa, esta investigação nos fez perceber como os discursos podem revelar representações, pautadas nas ações coletivas e individuais, constitutivas do processo de construção da figura do profissional do ensino. Os exemplos discutidos revelam que os modos de enunciar dos educadores projetam imagens e sentidos ancorados numa memória discursiva, e estes se refletem em modelos elaborados e partilhados de professores, hoje, ressignificando os papéis, os posicionamentos e as representações com relação ao ser e ao fazer docente.

 


Palavras-chave


Discursos; Professores; Representações

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-8412.2014v11n4p415

Direitos autorais 2015 Fórum Linguístico

Creative Commons License

Esta publicação está regida por uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Fórum Linguístico, ISSNe 1984-8412, Florianópolis (Santa Catarina), Brasil