"Pronta para brilhar muito, Aquariana?": o ethos do discurso de autoajuda para adolescentes

Marize Barros Rocha Aranha, Cláuberson Correa Carvalho

Resumo


Este artigo analisa a constituição do ethos do discurso de autoajuda para adolescentes sob a perspectiva da Análise do Discurso de linha francesa. Partimos de uma concepção de ethos fundamentada em Maingueneau (2008a, 2008b), que privilegia a análise do intradiscurso, isto é, os modos de dizer, as formas de construção textual, as balizas da superfície discursiva. O corpus compreende três edições publicadas pela revista Capricho. Os resultados apontam os efeitos de sentidos (empatia, espontaneidade, certeza, autoridade) estabelecidos no contrato de comunicação firmado por essa revista, percebendo como eles contribuem para a aproximação, por meio da leitura, entre enunciador jornalista e enunciatário adolescente.


Palavras-chave


Discurso; Ethos; Contrato de Comunicação; Enunciação

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-8412.2015v12n4p915

Direitos autorais 2015 Fórum Linguístico

Creative Commons License

Esta publicação está regida por uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Fórum Linguístico, ISSNe 1984-8412, Florianópolis (Santa Catarina), Brasil