A gramática fonológica na aquisição da linguagem

Carmen Lúcia Barreto Matzenauer

Resumo


O artigo trata do processo de construção do conhecimento fonológico na aquisição típica da linguagem pelas crianças, evidenciado mais especificamente pela variabilidade no emprego de consoantes até a integralização do inventário fonológico da língua alvo. Uma análise fundamentada em traços distintivos e centrada no comportamento de consoantes líquidas confirma a hipótese de que a variabilidade, entendida como o uso de diferentes formas fonéticas para representar um mesmo segmento fonológico em gramáticas características do gradual processo de aquisição, oferece evidência de que o pertencimento a uma classe antecede a estabilização do segmento como unidade da fonologia da língua. Os dados empíricos de variabilidade, enriquecidos pela observação do preenchimento de lacunas nos estágios mais precoces de aquisição, secundados pelo comportamento de empréstimos linguísticos, conduzem à proposição de uma Escala de Agregação para expressar uma hierarquia relativa à força dos traços no cumprimento do papel de agregar segmentos para a constituição de classes naturais.


Palavras-chave


Aquisição fonológica; Variabilidade; Consoantes líquidas; Traços e classes de segmentos; Escala de Agregação

Texto completo:

PDF/A

Referências


BERNHARDT, B. M. H.; STEMBERGER, J. P. Handbook of phonological development: from a nonlinear constraints-based perspective. San Diego: Academic Press, 1998.

BERTI, L. C. Contrast and covert contrast in the speech production of children (original title: Contrastes e contrastes encobertos na produção da fala de crianças). Pró-Fono Revista de Atualização Científica, v. 22, n. 4, p. 531-536, out./dez. 2010.

CLEMENTS, G. N. The role of features in phonological inventories. In: RAIMY, E.; CAIRNS, C. E. Contemporary views on architecture and representations in phonology. Cambridge: MIT Press, 2009 [2005].

GUSSENHOVEN, C.; JACOBS, H. Understanding phonology. London: Arnold, 1998.

HAMMOND, M. The phonology of English: a prosodic optimality theoretic approach. Oxford: Oxford University Press, 1999.

HYMAN, L. M. Phonology: theory and analysis. New York: Holt, Rinehart & Winston, 1975.

LAMPRECHT, R. R. et al. Aquisição fonológica do Português. Perfil de desenvolvimento e subsídios para terapia. Porto Alegre: Artes Médicas, 2004.

LAZZAROTTO-VOLCÃO, C. Modelo padrão de aquisição de contrastes: uma proposta de avaliação e classificação dos desvios fonológicos. 2009. 219 f. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Católica de Pelotas, Pelotas, 2009.

MATZENAUER, C. L. B. Restrições segmentais e prosódicas na aquisição das líquidas do Português Brasileiro e do Português Europeu. Boletim da ABRALIN, Fortaleza, v. 26, N° Especial, p. 223-225, 2001.

MATZENAUER, C. L. B. A arquitetura da gramática fonológica: mais uma observação sobre traços e classes de segmentos. In: LINGUÍSTICA FORMAL I, 1., 2018, Florianópolis. Florianópolis: UFSC, 2018a.

MATZENAUER, C. L. B. A gramática fonológica na aquisição da linguagem. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM, 1., 2018, Florianópolis. Florianópolis: UFSC, 2018b.

MIRANDA, A. R. M. A aquisição do ‘r’: uma contribuição à discussão sobre seu status fonológico. 1996. 128 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1996.

MOTA, H. B. Aquisição segmental do Português: um modelo implicacional de complexidade de traços. 1996. Tese (Doutorado em Letras) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1996.

RANGEL, G. de A. Uma análise auto-segmental da fonologia normal: estudo longitudinal de três crianças de 1:6 a 3:0. 1998. 128 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1998.

YAVAS, M. et al. Avaliação fonológica da criança. Porto Alegre: Artes Médicas, 1991.




DOI: https://doi.org/10.5007/1984-8412.2019v16n2p3769

Direitos autorais 2019 Fórum Linguístico

Creative Commons License

Esta publicação está regida por uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Fórum Linguístico, ISSNe 1984-8412, Florianópolis (Santa Catarina), Brasil