Eleição 2014 na rede social: cultura remix e os imaginários ideológicos das capas da revista Veja

Gisella Meneguelli

Resumo


Este trabalho analisa a produção de sentidos das capas remixadas da revista Veja que circularam na rede social Facebook no segundo turno da eleição presidencial de 2014, considerando a sua pluralidade significativa (ao serem integradas as linguagens verbal e visual) e a sua divulgação em meio digital. Teoricamente, valemo-nos do conceito imaginário sociodiscursivo (CHARAUDEAU, 2006; 2013) e do conceito de ironia (CHARAUDEAU; MAINGUENEAU, 2012; DUCROT, 2001). A análise mostra que, tanto nas capas de Veja quanto nas capas remixadas de Veja, foram selecionadas imagens e palavras com vistas a influenciar ideologicamente a opinião do leitor no processo eleitoral, podendo levá-lo a mudar o seu voto.


Palavras-chave


Capas remixadas; Produção de sentido; Imaginários sociodiscursivos; Ironia

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-8412.2015v12n2p689

Direitos autorais 2015 Fórum Linguístico

Creative Commons License

Esta publicação está regida por uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Fórum Linguístico, ISSNe 1984-8412, Florianópolis (Santa Catarina), Brasil