A interiorização da educação superior no Brasil: caso de Mato Grosso

Arno Rieder

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2011v4n3p228

 

Aborda-se a interiorização e expansão da Educação Superior Pública Estadual no Mato Grosso(MT), Brasil. Em 1978 nasce o Instituto de Ensino Superior de Cáceres-IESC; estadualizado em 1985. Até 1990 atende apenas Cáceres. Depois se expande, interiorizando-se para outras regiões de MT, então com o nome de Fundação de Ensino Superior de Mato Grosso (FESMAT). Em 1993 assume o nome de Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), sendo credenciado como tal em 1999. Em Cáceres está a sede Administrativa e o Campus pioneiro. Entre 1990-2002, através de estrutura multi-Campiatende Sinop, Colider, Alta Floresta, Luciara, Nova Xavantina, Alto Araguaia, Barra do Bugres, Tangará da Serra, Pontes e Lacerda. Entre 1998-2002 implanta um processo de expansão-2 de áreas e formatos ofertados. A partir dosCampi, atende outros municípios, através de programas e turmas especiais. A UNEMAT começou do sonho de um povo sofrido, mas determinado e audaz; faz 30 anos, cuja consolidação, teve vários episódios de luta de classes, idéias e ideais, sempre, na hora certa, com respaldo de seu povo. Graças a existência da Educação Superior(ES) no interior de MT, há progressão sustentada do desenvolvimento local. É a primeira de MT, que implantou Licenciatura Plena em Computação e ES Indígena.


Palavras-chave


Educação superior; Interiorização; Expansão; Extensão; Desenvolvimento.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1983-4535.2011v4n3p228

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

Revista Gestão Universitária na América Latina - GUAL, ISSN 1983-4535, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Para entrar em contato com a equipe editorial da Revista GUAL, encaminhe um e-mail para revistagual@gmail.com.

 This obra is licensed under a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.