Os desafios da mobilidade acadêmica para a gestão universitária: um survey com graduandos da UDESC

Autores

  • Monique Raupp Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS
  • Marco Antônio Seifriz Universidade do Estado de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/1983-4535.2016v9n2p282

Palavras-chave:

Internacionalização, Instituições de ensino superior, Mobilidade acadêmica

Resumo

A internacionalização do ensino superior brasileiro vem chamando a atenção da produção acadêmica, investigando-se tendências como o incremento da mobilidade acadêmica em diferentes países, a adoção de matrizes curriculares transnacionais e a formação de redes internacionais de pesquisa científica. Na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), mais particularmente, este processo encontra-se em seus estágios iniciais, criando a necessidade de entender-se melhor o impacto do fenômeno da internacionalização no que tange a gestão universitária. Este estudo tem como objetivo identificar os principais desafios e dificuldades encontrados pelos estudantes de graduação da Escola Superior de Administração e Gerência (ESAG) da UDESC ao participarem de um programa de mobilidade acadêmica em universidades estrangeiras. Foi realizado um survey junto a 208 graduandos entre os anos de 2009 e 2013, utilizando-se entrevistas semiestruturadas por meio digital. Os resultados obtidos indicam que a experiência da mobilidade é vista pelos estudantes, predominantemente, como uma oportunidade de desenvolvimento pessoal, e que os obstáculos enfrentados são principalmente de ordem de registro acadêmico. No tocante a gestão universitária, discute-se a criação de um instrumento de apoio virtual com vistas a dinamizar o atendimento aos alunos em mobilidade.

Biografia do Autor

Monique Raupp, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Formada em Administração pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC, 2015) e atual aluna de Mestrado em Administração na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS, 2016).

Marco Antônio Seifriz, Universidade do Estado de Santa Catarina

Possui graduação em Administração pela Universidade do Estado de Santa Catarina (1990), mestrado em Administração pela Universidade do Estado de Santa Catarina (2002) e doutorado em Administração pela Universidade Federal da Bahia (2012). Atualmente é professor adjunto da Universidade do Estado de Santa Catarina e sócio da Ferrari e Schveitzer Consultoria. Possui experiência profissional no campo da internacionalização de empresas com ênfase em: cooperação internacional com agências de fomento; programas de apoio às micro e pequenas empresas; e programas de promoção das exportações.

Downloads

Publicado

2016-05-02

Edição

Seção

Artigos