A validade preditiva do desempenho acadêmico no primeiro ano para a performance final no ensino superior

Ruy Tadeu Mambrini Ribas, Alexandre Marino Costa

Resumo


O presente estudo procura verificar a relação entre os indicadores de desempenho ao final do primeiro ano do ensino superior e aqueles que resumem a performance final, quando da conclusão do Curso para os mesmos sujeitos. O que se quer, portanto, é verificar a validade preditiva que aquela variável tem para esta segunda. A intenção do estudo que se coaduna com tal objetivo surge da preocupação com a descoberta de indicadores que permitam um diagnóstico antecipado das tendências de desempenho acadêmico, permitindo, assim, atuação da Administração Universitária no sentido de intervir com ações de gestão acadêmica mais ativa para tratar dos casos tempestivamente. Para a realização da análise foi feito estudo de caso incidente sobre os dados dos ingressantes nos Cursos de Administração, Direito e Pedagogia de uma Universidade Federal no ano de 2009. Após coleta das informações de performance acadêmica dos sujeitos, operações para verificação de correlação foram feitas entre o desempenho na conclusão do primeiro ano e na conclusão do Curso para verificar se aquele fator antecipa este. O estudo de caso quali-quantitativo, com ênfase na segunda componente do título metodológico, identificou que em todos os recortes existe forte correlação (resultados de r variando entre 0.7 e 0.9) entre as variáveis, apontando que – ao menos para os casos em análise – o desempenho no primeiro ano seria forte preditor da tendência de desempenho global dos estudantes.  


Palavras-chave


Avaliação; Validade preditiva; Desempenho acadêmico; Gestão acadêmica; Administração universitária

Texto completo:

PDF/A

Referências


ANDRADE, J. X. Condicionantes do desempenho dos estudantes de Contabilidade: evidências empíricas de natureza acadêmica, demográfica e econômica. In: ENANPAD, 29., 2005, Brasília (DF). Anais...Rio de Janeiro: ANPAD, 2005.

ARAUJO, Elisson Alberto Tavares; CAMARGOS, Marcos Antônio de; CAMARGOS, Mirela Castro Santos. Desempenho acadêmico dos discentes do Curso de Ciências Contábeis: uma análise dos seus fatores determinantes em uma IES privada. In: ENANPAD, 35., 2011, Rio de Janeiro (RJ). Anais... Rio de Janeiro: ANPAD, 2011.

BARDAGI, Marucia Patta; HUTZ, Cláudio Simon. “Não havia outra saída”: percepções de alunos evadidos sobre o abandono do curso superior. PSICO-USF. V. 14, n.1, p. 95-105, jan-abr, 2009.

BRYMAN, Alan. Social research methods. Oxford, New York, England: Oxford University Press, 2012.

COCHRANE, C. First Year at university: a study of mature female students. Irish Journal of Education, 25, 42-51, 1991.

COTTA, T. C. Avaliação educacional e políticas públicas: a experiência do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb). Revista do Serviço Público (RSP), 52, n. 4, 2001. 89-111.

CRESPO, Antônio Arnot. Estatística fácil. 19. ed. atual. São Paulo: Saraiva, 2009. xi, 218 p

CRUZ, C. V. O. A.; CORRAR, L. J.; SLOMSKI, V. Docência e o desempenho dos alunos dos cursos de graduação em Contabilidade no Brasil. Revista Contabilidade Vista e Revista, Belo Horizonte, v. 19, n. 4, p. 15-37, out. / dez. 2008.

CUNHA, Simone Miguez; CARRILHO, Denise Madruga. O processo de adaptação ao ensino superior e o rendimento acadêmico. Psicologia Escolar e Educacional, Campinas (SP), v. 9, n. 2, p. 215-224, dez. 2005. Disponível em: < pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572005000200004>. Acesso em: 12 fev. 2018.

DAVOK, D. F.; BERNARD, R. P. Avaliação dos índices de evasão nos cursos de graduação da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC. Avaliação (Campinas), Sorocaba, SP, v. 21, n. 2, p. 503-521, jul. 2016.

DOS SANTOS, Acácia Aparecida Angeli; PRIMI, Ricardo. Estudo das relações entre compreensão em leitura e desempenho acadêmico na universidade. Interação em Psicologia, Curitiba, v. 7, n. 1, p. 19-25, jun. 2003. Disponível em: . Acesso em: 06 fev. 2018.

FERREIRA, J.A.; ALMEIDA, L.S.; SOARES, A.P. Adaptação acadêmica em estudantes do 1º ano: diferenças de gênero, situação de estudantes e cursos. Revista Psico- USF, 6, 1-10, 2001.

FREITAS, Helena Cristina das Neves Mira; RAPOSO, Nicolau de AlmeidaVasconcelos; ALMEIDA, Leandro S. Adaptação do estudante ao ensino superior e rendimento académico: um estudo com estudantes do primeiro ano de enfermagem. Revista Portuguesa de Pedagogia. 41-1, p. 179-188, 2007. Disponível em: < http://impactum-journals.uc.pt/rppedagogia/article/download/1191/639/>. Acesso em: 08 fev. 2018.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 3a ed. São Paulo: Atlas, 1991. 159p.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6.ed. São Paulo: Atlas, 2008. XVI, 200p.

GLASS, Gene V.; STANLEY, Julian C. Metodos estadisticos aplicados a las ciencias sociales. Englewood Cliffs: Prentice Hall, c1970. xvi, 597p.

HATCHER, Larry. Step-by-step basic statistics using SAS: student guide. Cary: SAS Institute, 2003. X, 692p

HINKLE, Dennis E. WIERSMA, William. JURS, Stephen G. Applied statistics for the behavioral sciences. 5 th. ed. Boston: Houghton Mifflin, 2003.

HOFFMANN, Rodolfo; VIEIRA, Sonia. Analise de regressão: uma introdução a econometria. 2.ed. São Paulo: HUCITEC, 1987. 379p.

MEC – Ministério da Educação. Censo da Educação Superior: principais resultados, 2016. Disponível em: . Acesso em: 13 fev. 2018.

MEZZARI, Adelina; et al. Estratégias para detecção precoce de propensão à evasão. Revista Iberoamericana de Educação a Distância. V. 16, n. 2, p. 147-175, 2013.

MUKAKA, M. A guide to appropriate use of correlation coefficient in medical research. Malawi Medical Journal, Malawi, v. 24, n. 3, p. 69-71, 2012. Disponível em: < https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3576830/>. Acesso em: 23 jan. 2017.

PASQUALI, Luiz. Psicometria. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo (SP), v. 43, dez. 2009. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342009000500002>. Acesso em: 18 jan. 2018.

PEDHAZUR, Elazar J.; SCHMELKIN, Liora Pedhazur. Measurement, design, and analysis: an integrated approach. Hillsdale, New Jersey: Lawrence Erlbaum Associates, 1991.

SANTOS, L.T.M. dos. Vivências acadêmicas e rendimento escolar: estudo com alunos universitários do 1º ano. 2000. Dissertação de Mestrado – Universidade do Minho, Braga, Portugal, 2000.

SANTROCK, John W. Educational Psichology. 5 ed. New York (NY): McGraw-Hill , 2011. 584 p.

SILVA, José Aparecido da. Se alguma coisa existe, ela existe em certa quandidade e pode ser mensurada: o valor preditivo dos Exames Vestibulares. São Paulo, 11 de julho de 2006. Disponível em: < http://mesaredonda2.blogspot.com.br/2006/07/se-alguma-coisa-existe-ela-existe-em.html>. Acesso em: 20 dez. 2017.

SILVA, Roseane Patrícia Araújo; MACÊDO, Larissa Cristina Bazilio de; SILVA, Izabela Lorena Ribeiro da. Avaliação das características psicométricas dos questionários utilizados nos periódicos da área contábil: um estudo longitudinal compreendido no período 2003-2012. XX Congresso Brasileiro de Custos, Uberlândia (MG), nov. 2013. Disponível em: . Acesso em 15 jan. 2018.

SIMÕES, Mário R. Potencialidades e limites do uso de instrumentos no processo de avaliação psicológica. Psicologia, Educação e Cultura. Colégio Internato dos Carvalhos, Portugal, v. IX, dez. 2005, p. 237-263. Disponível em: . Acesso em 17 jan. 2018.

TRESOLDI, T.; SIMÕES, L. J.; NABARRO, E.; POLIDORI, M. M. Análise de desempenho acadêmico de estudantes com ingresso por reserva de vagas na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). In: SIMPÓSIO DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR, Porto Alegre, 2015. Anais... Porto Alegre, 2015.

VERGARA, Sylvia Constant. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 14. ed. São Paulo: Atlas, 2013. 94 p.




DOI: https://doi.org/10.5007/1983-4535.2019v12n1p183

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

Revista Gestão Universitária na América Latina - GUAL, ISSN 1983-4535, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Para entrar em contato com a equipe editorial da Revista GUAL, encaminhe um e-mail para revistagual@gmail.com.

 This obra is licensed under a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.