Efetividade das declarações de missão institucional: análise das declarações das instituições federais de ensino superior (IFES)

Claudio Luiz de Freitas, Elisa Elena Espindola, Rogério João Lunkes, Elisete Dahmer Pfitscher

Resumo


A missão institucional de uma organização, se bem elaborada constitui-se como uma importante ferramenta de apoio à gestão estratégica das instituições. Nesse sentido, o presente trabalho tem como objetivo analisar o status quo da missão institucional das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) brasileiras, a partir dos elementos propostos por Pearce (1982) e Pearce e David (1987). Para tanto a trajetória metodológica adotada divide-se em três partes: Revisão de literatura; Coleta de dados e; análise dos resultados. O estudo assume caráter descritivo com abordagem qualitativa do problema e utilização de fonte secundária de pesquisa. Os resultados evidenciam que, adotados os estudos de Pearce (1982) e Pearce e David (1987), nenhuma das IFES brasileiras possui efetividade integral da missão institucional. Os elementos que foram identificados com maior frequência foram “Referencia ao produto ou serviço” e “Compromisso com o desenvolvimento sustentável (econômico/social/ambiental)”, ao passo que os elementos que se referem a “filosofia e valores da organização” e “imagem da organização” são pouco lembrados nas declarações de missão. Da análise comparativa do status quo da missão das IFES, por região do país, concluí-se que as regiões sul e sudeste concentram as universidades que possuem as missões institucionais mais efetivas e que elementos como referência a corpo funcional e outros stakeholders não são contemplados em nenhuma das instituições.


Palavras-chave


Missão institucional; Efetividade; Instituições federais de ensino superior; IFES

Texto completo:

PDF/A

Referências


AMATO, C. H; AMATO, L. H. Corporate Commitment to Quality of Life: Evidence from Company Mission Statements. Journal of Marketing Theory and Practice, p. 69–87. 2002

ANDIFES. Associação Nacional dos Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior. Disponível em: Acesso em: 22 nov. 2010.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. 3. ed. Lisboa: Edições 70, 2004.

BART, C. K. Sex, lies, and mission statement. Business Horizons, nov./dez. 1997.

_______ Exploring the application of mission statements on the World Wide Web. Internet Research, v. 11, n. 4, p.360-368, 2001.

_______; BAETZ, M. C. The Relationship Between Mission Statements and Firm Performance: An Exploratory Study. Journal Of Management Studies, Malden, v. 35, n. 6, p.823-853, nov. 1998.

_______; BONTIS, N. Distinguishing between the board and management in company mission: Implications for corporate governance. Journal Of Intellectual Capital, v. 4, n. 3, p.361-381, 2003.

_______; BONTIS, N., TAGGAR, S. A model of mission statements and firm performance. Management Decision, v. 39 n.1, p.19-35, 2001.

_______; HUPFER, M. Mission statements in Canadian hospitals. Journal Of Health Organisation And Management, v. 18, n. 2, p.92-110, 2004.

BARTKUS, B. R.; GLASSMAN, M. Do Firms Practice What They Preach? The Relationship Between Mission Statements and Stakeholder Management. Journal Of Business Ethics, Amsterdam, v. 83, n. 2, p.207-216, dez. 2008.

_______; GLASSMAN, M; MCAFEE, B. R. Mission statements: are they smoke and mirrors? Business Horizon. nov./dez. 2000.

BILOSLAVO, R. Web-based mission statements in Slovenian enterprises. Journal for East European Management, v. 9, n.3, p.265-278, 2004

CAMPBELL, A.A mission to succeed. Director, v. 44, n. 7, fev, 1991.

_______. Mission Statements. Long Range Planning, v. 30, n. 6, p. 931-932, 1997.

COLAUTO, R. D; BEUREN, I M.. Coleta, análise e interpretação dos dados. In: BEUREN, I. M. Como elaborar trabalhos monográficos em contabilidade: teoria e prática. São Paulo: Atlas, 2003. p. 117-144.

CUNHA, L. A. Brasil. In: ÚNION DE UNIVERSIDADES DE AMÉRICA LATINA. História de las universidades de América Latina. México: UDUAL, 1999. p. 179-254.

DAVID, F. R.; DAVID, F. R. It’s time to redraft your mission statement. The Journal of Business Strategy, Boston, v. 24, n. 1, p. 11-4, jan.-fev. 2003.

DRUCKER, P. Administração: responsabilidades, tarefas, práticas. São Paulo: Pioneira, 1975.

FINGER, A. P. Gestão universitária no Brasil: A busca de uma identidade. In: FINGER, A. P. Gestão de universidades: Novas abordagens. Curitiba: Champagnat, 1997.

FUGAZZOTTO, S. J.. Mission Statements, Physical Space, and Strategy in Higher Education. Innovative Higher Education, New York, v. 34, n. 5, p.285-298, dez. 2009.

GIL, A.C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

GREENGARTEN-JACKSON, J. et al. Mission statements in service and industrial corporations. International Journal Of Quality Science, v. 1, n. 1, p.48-61, abr. 1996.

HARDY, C; FACHIN, R. Gestão estratégica na universidade brasileira: Teoria e casos. Porto Alegre: Editora da Universidade - UFRGS, 1996

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Evolução do ensino superior: Graduação 1980-1998. Brasília: MEC, 2000.

LEUTHESSER, L.; KOHLI C. Corporate Identity: The Role of Mission Statements. Business Horizons, Greenwich, v. 40, n. 3, p. 59-66, maio-jun. 1997.

LINO, M. R. O. Métodos estatísticos I. Florianópolis: Departamento de Ciências Contábeis/UFSC, 2008

MEC. Ministério da Educação. Disponível em:. Acesso em: 27 nov. 2010.

NIMWEGEN, G. V. et al. A stakeholder perspective on mission statements: an international empirical study. International Journal of Organizational Analysis, Amsterdam, v. 16, n. 1/2, p.61-82, 2008.

OMRAN, M., ATRILL, P., POINTON J. Shareholders versus stakeholders: Corporate mission statements and investor returns. Business Ethics: A European Review, v. 11, n. 34, p. 318–327, 2002.

PEARCE, J. A. II. The company mission as a strategic tool. Sloan Management, v. 23, n.3, p.15, 1982.

_______; DAVID, F. Corporate mission statement: the botton line. The Academy of management Executive, n. 2, v.1, p. 109-116, Mai. 1987.

RARICK, C. A; VITTON, J. Mission statement make cents. The journal of business strategy, v. 16, n. 1, p.11, jan./fev. 1995.

RIBEIRO, A. M. et al. Missão Institucional: Uma análise do status quo e dos principais elementos presentes nas missões de empresas brasileiras de capital aberto. In: ENCONTRO ANUAL DA ANPAD, 32, 2008, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: ANPAD, 2008. CD ROM.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa social: métodos e técnicas. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1989.

SMITH, M. et al. Do mission statements accomplish their missions? An exploratory analysis of mission statement content and organizational longevity. Journal of Applied Management and Entrepreneurship, v. 25, n. 6, p.75-96, 2001

SUFY; LYON .S H: Mission statements exposed. International Journal of Contemporary Hospitality Management, v. 15, p. 255–262, 2003.

TAKESKI, T., REZENDE, W., Estratégia Empresarial: Tendências e Desafios – um enfoque na realidade brasileira. São Paulo: Makron Books, 2000.

TELES, J; LUNKES, R.J. Efetividade da missão institucional: Um estudo nas 100 maiores empresas de capital aberto no Brasil. In: CONGRESSO ANPCONT, 5, 2008, Vitória. Anais... São Paulo: ANPCont, 2011.

TRIPODI, T; FELLIN, P; MEYER, H. J. Análise da pesquisa social: Diretrizes para o uso de pesquisa em serviço social e ciências sociais. 2. Ed. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1981.

VALADARES, M.C.B. Planejamento Estratégico Empresarial. QualityMark, Rio de Janeiro, 2002.




DOI: https://doi.org/10.5007/1983-4535.2019v12n1p97

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

Revista Gestão Universitária na América Latina - GUAL, ISSN 1983-4535, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Para entrar em contato com a equipe editorial da Revista GUAL, encaminhe um e-mail para revistagual@gmail.com.

 This obra is licensed under a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.