Planejamento estratégico no ensino superior: uma análise do monitoramento estratégico em instituições de Santa Catarina

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1983-4535.2020v13n3p210

Palavras-chave:

Estratégia, Planejamento Institucional, Monitoramento, Instituições de Ensino Superior.

Resumo

Esse estudo se propõe a analisar o monitoramento estratégico presente nos documentos de Planejamento de Desenvolvimento Institucional (PDI) de duas instituições educacionais do estado de Santa Catarina, contrastado com a percepção de seus respectivos gestores. A pesquisa, de cunho qualitativo, procura analisar interpretativamente dois casos específicos por meio de entrevistas com os gestores responsáveis e documentos dos respectivos planejamentos institucionais. Como resultado, foi evidenciado que em ambos os casos há ausência de consenso no tocante ao documento responsável por conter as respectivas estratégias institucionais. Ademais, verificaram-se aspectos que facilitam a execução de estratégias do planejamento institucional, tais como: sistema de acompanhamento; participação das pessoas; e alinhamento entre os documentos institucionais de planejamento. Por outro lado, também destacaram-se características que dificultam a execução de estratégias, tais como: a indefinição de responsabilidades; ausência de indicadores; e resistência à mudança.

Biografia do Autor

Marília Ribas Machado, Programa de Pós-graduação em Administração - Universidade do Estado de Santa Catarina

Graduação em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mestre em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina. Doutoranda em Administração pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Atua como bolsista do projeto de pesquisa intitulado Internacionalização, Acreditação, Avaliação e Indicadores de Desempenho da Educação Superior.

Guilherme Kalnin, Programa de Pós-graduação em Administração - Universidade do Estado de Santa Catarina

Mestre em Administração pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Doutorando em Administração pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Professor do Instituto Superior e Centro Educacional Luterano Bom Jesus.

 Doutorando em Administração pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Mestre em Administração pela Universidade do Estado de Santa Catarina e professor do Instituto Superior e Centro Educacional Luterano Bom Jesus

Mario Cesar Barreto Moraes, Universidade do Estado de Santa Catarina

Graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Santa Catarina (1982), graduação em Administração pela Universidade do Estado de Santa Catarina (1987), mestrado em Gerência de Engenharia pela Universidade Federal de Santa Catarina (1997) e doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2001).
Conselheiro do Conselho Estadual de Educação do Estado de Santa Catarina - CEE-SC. Membro do Conselho Consultivo da Associação Nacional dos Cursos de Graduação em Administração - ANGRAD. Membro da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior - CONAES/MEC. Presidente do CACS/FUNDEB de Santa Catarina de 2017 a 2019. Membro da Comissão UNIEDU/FUMDES - Programa de Bolsas Universitárias do Estado de Santa Catarina. Professor titular da Universidade do Estado de Santa Catarina.

Referências

ALPERSTEDT, G. D.; MARTIGNAGO., G.; FIATES, G. S. “O Processo de Adaptação Estratégica de Uma Instituição de Ensino Superior Sob a Ótica Da Teoria Institucional.” Revista de Ciências da Administração 8(15): 1–24, 2006.

BASTOS, A. V. .; GUEDES, S. M.; LOIOLA, E. “Aprendizagem Organizacional versus Organizações Que Aprendem: Características e Desafios Que Cercam Essas Duas Abordagens de Pesquisa.” Revista de Administração da USP 39(3): 220–30, 2004.

BRASIL. “Lei No 9.394, de 20 de Dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases Para a Educação Nacional.” Diário Oficial da República Federativa do Brasil.

BRASIL. Lei No 10.861, de 14 de Abril de 2004. Institui o Sistema Nacional de Avaliação Da Educação Superior e Da Outras Providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil.

BRASIL. Decreto No 5.773, de 09 de Maio de 2006. Dispõe Sobre o Exercício Das Funções de Regulação, Supervisão e Avaliação de Instituições de Educação Superior e Cursos Superiores de Graduação e Seqüenciais No Sistema Federal de Ensino. Diário Oficial da República Federativa do Brasil.

CHENG, Ming. Quality as Transformation: Educational Metamorphosis. Quality in Higher Education 20(3): 272–89, 2014.

COLOMBO, Sonia Simões. Gestão Educacional: Uma Nova Visão. Porto Alegre: Bookman, 2004.

CRESWELL, J. W. Research Design: Qualitative, Quantitative & Mixed Methods Approaches. 4a. Thousand Oaks: SAGE Publications, Inc., 2014.

SOBRINHO, J. D. Universidade e Novos Modos de Produção, Circulação e Aplicação Do Conhecimento. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior 19(3): 643–62, 2014.

ENSSLIN, Sandra Rolim., et al. Gestão Universitária: Identificação e Análise Dos Indicadores Utilizados Na Literatura. Contextus 14(3): 14–3, 2016.

ESTRADA, R. J. S.; MARTINHO, I. R. A. A Eficiência e a Eficácia Da Gestão Estratégica: Do Planejamento Estratégico à Mudança Organizacional. Revista de Ciências da Administração 9(19): 147–78, 2007.

EYNG, Ana Maria. Avaliação e Identidade Institucional: construindo uma cultura de antecipação. Revista Diálogo Educacional 4(11): 33–42, 2004.

FILIPPAKOU, Ourania. The Idea of Quality in Higher Education: A Conceptual Approach. Discourse: Studies in the Cultural Politics of Education 32(1): 15–28, 2011.

HAMEL, G.; C. K. PRAHALAD. Competindo Pelo Futuro. Rio de Janeiro: Campus, 2005.

HARVEY, Lee.; JETHRO Newton. Transforming Quality Evaluation. Quality in Higher Education 10(2): 149–65, 2004.

HENN, S. A., et al., Planejamento Estratégico de Uma Instituição de Ensino Superior Federal Brasileira: Uma Análise à Luz Do Movimento Da Governança Pública. Organizações em Contexto 13(25): 219–43, 2017.

JR, A. C.; PANZERI, V..; BARBOSA, A. A. O Planejamento Estratégico Das Instituições de Ensino Superior a Partir de Referenciais Competentes. Revista de Administração da UNIMEP 2(3): 48–58, 2004.

KERR, Clark. The Uses of University. 5a. Massachusetts: Harvard University Press, 2001.

KUHN, Thomas S. A Estrutura Das Revoluções Científicas. 12a. São Paulo: Perspectiva, 2013.

MAINARDES, E. W., MIRANDA, C. S., CORREIA, C. H. A Gestão Estratégica de Instituições de Ensino Superior: Um Estudo Multicaso.” Contextus 9(1): 19–32, 2011.

MEC. (2007). “Instruções Para Elaboração de Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI).” SAPIEnS. http://www2.mec.gov.br/sapiens/pdi.html (July 18, 2018).

MEYER, B.; MEYER JUNIOR,V. Managerialism na Gestão Universitária: Uma Análise de Suas Manifestações Em Uma Instituição Empresarial. Revista Gestão Universitária na América Latina - GUAL 6(3): 1–20, 2013.

MINTZBERG, H.; AHLSTRAND, B.; LAMPEL, J. Safári de Estratégia: Um Roteiro Pela Selva Do Planejamento Estratégico. 2a. Porto Alegre: Bookman, 2010.

MINTZBERG, H.; ROSE, A. Strategic Management Upside Down. In Tracking Strategies, ed. H. Mintzberg. New York: Oxford University Press, 283–317, 2007.

MINTZBERG, H.; WATERS, J. A. Of Strategies, Deliberate and Emergent. Strategic Management Journal 6(1): 257–72, 1985.

MOROSINI, M. C. Enciclopédia de Pedagogia Universitária. Brasília: INEP/MEC, 2006.

OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças. Planejamento Estratégico: Conceitos, Metodologias e Prática. São Paulo: Atlas, 2008.

REBECHI, R. O Planejamento Estratégico nas Instituições de Ensino Superior dos Cursos de Administração do Estado de São Paulo. Revista de Administração da UNIMEP 5(3): 101–12, 2007.

ROSSETTO, C. R.; LAZZARETTI, K.; VARGAS, S. M. L. Adaptação Estratégica Em Uma Instituição de Educação Profissional. Revista de Administração FACES II (2): 108–29, 2012.

SALAZAR, J. N. A. Estratégia Organizacional e Empreendedorismo. Organizações em Contexto 2(4): 196–214, 2006.

SAVIANI, D. História Das Ideias Pedagógicas No Brasil. 3a. Campinas, SP: Autores Associados, 2010.

SEGENREICH, S. C. D. O PDI como Referente para Avaliação de Instituições de Educação Superior: lições de uma experiência. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação 13(47): 149–67, 2005.

SHATTOCK, M. Managing Successful Universities. Berkshire: Open University Press, 2003.

SILVA, C. M. M.; REZENDE, J. F. C. Geração de Valor No Ensino Superior Privado: Uma Análise Do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI). Contextus 15(3): 66–90, 2017.

TEIXEIRA, L. I. L. et al., Governança Em IFES Do Nordeste: Concepção, Execução e Monitoramento Da Gestão Estratégica. Organizações em Contexto 14(28): 265–91, 2018.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à Pesquisa Em Ciências Sociais: A Pesquisa Qualitativa Em Educação. São Paulo: Atlas, 2010.

YIN, Robert K. Case Study Research: Design and Methods. 5a. California: SAGE Publications Inc, 2013.

Downloads

Publicado

2020-09-01

Edição

Seção

Artigos