Como descrever um professor exemplar? Percepções de estudantes de graduação em Administração e Ciências Contábeis

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1983-4535.2021.e72618

Palavras-chave:

Qualidade do ensino, Professor exemplar, Administração, Ciências Contábeis, Modelo de Lowman.

Resumo

Segundo Lowman (2005) a qualidade do ensino se relaciona com a habilidade do professor em criar estímulo intelectual e empatia interpessoal com os estudantes. O objetivo deste estudo é identificar como os estudantes de graduação em Administração (ADM) e Ciências Contábeis (CC) descrevem um professor exemplar, verificando se há diferença nas suas percepções, de acordo com o modelo de Lowman. O estudo foi realizado em uma universidade catarinense e consistiu em quatro grupos focais, de acordo com o curso e o semestre dos estudantes. Para análise foi utilizada a técnica de análise de conteúdo. A didática foi considerada a melhor característica de um professor exemplar.  Enquanto os estudantes de ADM consideraram a necessidade de mais estímulos intelectuais, os de CC enfatizaram as relações interpessoais. A principal contribuição deste estudo está na comparação entre as percepções do que é um professor exemplar por estudantes de dois cursos complementares, porém com perfis de estudantes distintos. Além de confirmar os resultados obtidos em pesquisas anteriores, trouxe a importância dada pelos estudantes de ADM às atividades que aliam teoria e prática como um novo achado. Ainda, apresentou situações que ocorrem em sala de aula que podem gerar reflexões para melhorar a qualidade do ensino.

Biografia do Autor

Graziela dos Santos Bento, FURB - Universidade Regional de Blumenau

Mestrado

FURB - Universidade Regional de Blumenau

Programa de Pós-graduação em Ciências Contábeis e Administração

Larissa Kvitko, FURB - Universidade Regional de Blumenau | UFRA - Universidade Federal Rural da Amazônia

Mestrado

FURB - Universidade Regional de Blumenau

Programa de Pós-graduação em Ciências Contábeis e Administração

UFRA - Universidade Federal Rural da Amazônia

Luciano Castro de Carvalho, FURB - Universidade Regional de Blumenau

Doutorado

FURB - Universidade Regional de Blumenau

Programa de Pós-graduação em Ciências Contábeis e Administração

Referências

ALVES, A. C.; TEIXEIRA, V. V. N.; OLIVEIRA, I. G. V. Percepção dos Discentes do Curso de Graduação em Administração em Relação às Disciplinas da Área de Contabilidade. Revista Administração em Diálogo-RAD, v. 19, n. 3, p. 24-48, 2017. DOI: https://doi.org/10.23925/2178-0080.2017v19i3.32551

AMARAL, L. B.; DE RESENDE FREITAS, A. G.; PINHEIRO, L. E. T. Perfil que define um Professor Exemplar: Percepção dos Alunos da Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências Contábeis do Brasil. XII Encontro Anpcont 09 a 12/06 de 2018 João Pessoa – PB

ANTONELLI, Ricardo Adriano et al. Ao Mestre com Carinho: o Bom Professor Sob a Ótica dos Discentes de Ciências Contábeis da Geração Y. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade (REPeC), v. 12, n. 1, 2018. DOI: https://doi.org/10.17524/repec.v12i1.1415

BENI, Priscila Ferreira et al. Processo de ensino-aprendizagem e a interação de professores e alunos em um curso de graduação em Administração de Empresas. Administração: Ensino e Pesquisa, v. 18, n. 2, p. 345-374, 2017. DOI: https://doi.org/10.13058/raep.2017.v18n2.565

BUSLER, Jessica; KIRK, Claire; KEELEY, Jared. What constitutes poor teaching? A preliminary inquiry into the misbehaviors of not-so-good instructors. Teaching of Psychology, v. 44, n. 4, p. 330-334, 2017. DOI: https://doi.org/10.1177/0098628317727907

HENKLAIN, Marcelo H. O. et al. Brazilian Faculty and Student Perspectives on Excellent Teaching. New Directions for Teaching and Learning, v. 2018, n. 156, p. 31-39, 2018. DOI: https://doi.org/10.1002/tl.20314

KINALSKI, D. D. F. et al. Grupo focal na pesquisa qualitativa: relato de experiência. Revista brasileira de Enfermagem, v. 70, n. 2, p. 443-448, 2017. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0091

KVITKO, L.; LENGLER, F. R. Uma visão do processo de ensino-aprendizagem: estudo de caso com estudantes do curso de graduação em Administração. Gestão Universitária, v. 10 n. 6, p. 1, 2015.

LOWMAN, J. Dominando as técnicas de ensino. São Paulo: Atlas. 2004.

LUMPKIN, A.; MULTON, K. D. Perceptions of teaching effectiveness. The Educational Forum. Taylor & Francis, p.288-299, 2013.

DOI: https://doi.org/10.1080/00131725.2013.792907

NOGUEIRA, D. R.; FADEL, M. O.; TAKAMATSU, R. T. Em busca da essência de um bom professor: Uma análise sobre a percepção discente nos cursos dos cursos de pós-graduação na área de negócios. Registro Contábil, v. 3, n. 3, p. 12-31, 2012.

SCHMIDT, Paulo et al. Perfil dos alunos do curso de Ciências Contábeis de instituições de ensino do sul do Brasil. ConTexto, v. 12, n. 21, p. 87-104, 2012.

TANAKA, O.; MELO, C. Reflexões sobre a avaliação em serviços de saúde e a adoção das abordagens qualitativa e quantitativa. In: BOSI, M. L. M.; MERCADO, F. J. (Org.). Pesquisa qualitativa de serviços de saúde. Petrópolis: Vozes, 2004. p. 121-136.

TESTA, M. G.; FRONZA, P.; FREITAS, H. Diferenças individuais nas preferências por contato social do estudante e a sua influência na efetividade dos cursos de graduação em administração. IN: 39ª Assemblea Anual del Consejo Latinoamericano de Escuelas de Administración (CLADEA). Anais... Santiago do Chile, 2005.

TESTA, M. G.; ROHDE, L. R.; LUCIANO, E. M. As preferências de estudantes universitários por contato social. Administração: Ensino e Pesquisa, v. 12, n. 1, p. 93-118, 2011. DOI: https://doi.org/10.13058/raep.2011.v12n1.174

Downloads

Publicado

2021-01-04

Edição

Seção

Artigos