Conhecimentos sobre estratégias de ensino ativas: revelações e constatações no corpo docente de um curso de contábeis em uma instituição de ensino superior brasileira

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1983-4535.2021.e75780

Palavras-chave:

Estratégias de ensino ativas, Contabilidade, Docente

Resumo

O estudo objetiva analisar a percepção dos docentes do curso de ciências contábeis do campus IV/UFPB/Brasil em relação à utilização das estratégias de ensino ativas. É de abordagem quantitativa, sendo realizado um questionário estruturado aplicado virtualmente e analisado por meio da estatística descritiva. Assim, os resultados demonstram que os professores pesquisados utilizam parcialmente as estratégias de ensino ativas como atividades e avaliações em sala de aula e enfatizam a necessidade de aperfeiçoamento de suas práticas docentes. O estudo revela que há dificuldades e desafios enfrentados pelos docentes respondentes do referido curso, em que se destacam a imaturidade e desinteresse de estudantes nas atividades realizadas ou pretendidas. Constata-se que aspectos como a experiência profissional dos professores e a adequada elaboração do plano de curso são fundamentais para alavancar a qualidade do ensino ofertada aos alunos, incentivando a postura ativa deles no aprendizado. Conclui-se que é indispensável para o curso estudado a busca por inovações em dinamizar o processo de ensino-aprendizagem por meio da divulgação dos conhecimentos das estratégias de ensino ativas entre o corpo docente para sua melhor qualificação profissional enquanto mediador no processo formativo dos contadores.

Biografia do Autor

Bruna Karla dos Santos, Universidade Federal da Paraíba

Bacharel em Ciências Contábeis (UFPB/CAMPUS IV)

Thales Batista de Lima, Universidade Federal da Paraíba

Doutor em Administração (PPGA/UFPB). Docente Adjunto do DCSA/CCAE/UFPB

Referências

ANTUNES, C. Professores e Professauros: Reflexões Sobre a Aula e Práticas Pedagógicas Diversas. Petrópolis: Vozes, 2014.

BACKES, D. S. ET AL. Repensando o ser enfermeiro docente na perspectiva do pensamento complexo. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v. 63, n. 3, p. 421-426, 2010.

BECKER, L. L. Self-Regulated Learning Interventions in the Introductory Accounting

Course: An Empirical Study. Issues in Accounting Education, v. 28, n. 3, p. 435-460, 2013.

BOAVISTA, P. Estratégias de ensino mais utilizadas pelos professores de Graduação em Ciências Contábeis. Pensar contábil, v. 6, n. 25, 2004.

BUCKHAULTS, J.; FISHER, D. Trends in Accounting Education: Decreasing Accounting Anxiety and Promoting New Methods. Journal of Education for Business, 1. ed., v. 86, p. 31-35, 2011.

CATRINCK, A. W. P. M; SANTOS, I. O; SANTIAGO W. P; LOPES, M. A. S. Análise das estratégias de ensino utilizadas nos cursos de ciências contábeis e administração da Unimontes na visão dos discentes. II Congresso UFU de Contabilidade. Contabilidade, Gestão e Agronegócio. Uberlândia/MG, 2017.

DIESEL, A.; BALDEZ, A. L. S.; MARTINS, S. N. Os princípios das metodologias ativas de ensino: uma abordagem teórica. Revista Thema. Centro Universitário Univates. Lajeado/ RS, v. 14, n. 1, p. 268-288, 2017.

FULLERTON, J. R. Transformative Learning in College Students: a mixed methods study. Tesis doctoral, University of Nebraska, Nebraska, 2010.

GERHARDT, T. E.; SILVEIRA, D. T. Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

GEWEHR, D. ET AL. Metodologias ativas de ensino e de aprendizagem: uma abordagem de iniciação à pesquisa. Revista Multidisciplinar de Licenciatura e Formação Docente, v.14, n.01, 2016.

HOSAL-AKMAN, N.; SIMGA-MUGAN, C. An assessment of the effects of teaching methods on academic performance of students in accounting courses. Innovations in Education and Teaching International, v. 47, n. 3, 2010.

KRUGER, L. M; ENSSLIN, S. R. Método tradicional e método construtivista de ensino no processo de aprendizagem. Organizações em contexto. São Bernardo do Campo, v. 9, n. 18, 2013.

KURI, N. P.; SILVA, A. N. R.; PEREIRA, M. A. Estilos de aprendizagem e recursos da hipermídia aplicados no ensino de planejamento de transportes. Revista Portuguesa de Educação. Braga, v. 19, n. 2, p. 111-137, 2006.

LEAL, E. A; BORGES, M. P. P. Estratégias de ensino aplicadas na área da contabilidade gerencial: Um Estudo com discentes do curso de Ciências Contábeis, v. 8 n. 2, 2016.

LIMA T. B; MACEDO N. M. M. N.; SAEGER M. M. M. T. Estudos em Organização e Sociedade. In.: LIMA, T. B. ET AL. João Pessoa/PB: Sal da Terra, 2019.

LIMA, T. B. Fatores facilitadores e limitantes da aprendizagem autodirecionada para o ensino em administração. Revista Gestão.Org, v.14, n. 1, p.125-135, 2016.

LIMA, T. B; SILVA, A. B. Como os mestrandos aprendem? Significados e transformações em um programa de pós-graduação em administração. REUNIR. Revista de Administração, Ciências Contábeis e Sustentabilidade, v.8, n. 1, 2017.

LIMA, T. B; SILVA, A. B. Difusão das perspectivas teóricas da aprendizagem na formação de administradores. REICE - Revista Iberoamericana sobre Calidad, Eficacia y Cambio en Educación, 11 (3), 5-30, 2012.

MADUREIRA, N. L.; SUCCAR F. J.; GOMES, J. S. Estudo sobre os métodos de ensino utilizados nos cursos de ciências contábeis e administração da universidade estadual do Rio de Janeiro (UERJ): a percepção de docentes e discentes. Revista de Informação Contábil, Rio de Janeiro, v. 5, n. 2, p. 43-53, 2011.

MARQUES, L; BIAVATTI, V. T., Estratégias aplicadas no ensino da contabilidade: evidências dos planos de ensino de uma universidade pública. GUAL - Gestão Universitária da América Latina. v.12, n.2, p. 28, maio, 2019.

MAZZIONI, S. As estratégias utilizadas no processo de ensino-aprendizagem: concepções de alunos e professores de ciências contábeis. Revista Eletrônica de Administração e Turismo, v.2, n. 1, 2013.

MORAN, J. M. Mudando a educação com metodologias ativas. Coleção Mídias Contemporâneas. Convergências midiáticas, educação e cidadania: aproximações jovens, v. 2, Ponta Grossa, 2015.

MOREIRA, M. A. Teorias de aprendizagem. 2. ed. São Paulo: EPU, 2011.

OPDECAM, E.; EVERAERT, P. Improving student satisfaction in a first-year undergraduate accounting course by team learning. Issues in Accounting Education, v. 27, n. 1, 2012.

PAIVA, M. R. F. ET AL. Metodologias ativas de ensino-aprendizagem: revisão integrativa. SANARE. Sobral, v. 15, n. 2, 2016.

PEREIRA, R. Método Ativo: Técnicas de Problematização da Realidade aplicada à Educação Básica e ao Ensino Superior. VI Colóquio Internacional Educação e Contemporaneidade. São Cristóvão/SE, 2012.

PEREIRA, E. M.; NIYAMA, J. K.; FREIRE, F. S. Convergência das Normas Internacionais de Contabilidade: Uma análise a luz das teorias da educação de Paulo Freire e Libaneo nas instituições de ensino do Distrito Federal. In.: CONGRESSO USP DE CONTROLADORIA E CONTABILIDADE, 12, São Paulo, 26 e 27 de julho, 2012. Anais...outubro, 2012.

PINHO, S. T.; ALVES, D. M.; GRECO, P. J.; SCHILD, J. F. G. Método situacional e sua influência no conhecimento tático processual de escolares. Motriz: Revista de Educação Física. Rio Claro, v. 16, n. 3, p. 580-590, jul./set, 2010.

ROMANOWSKY, L. R. E; BEUREN, I. M. Um estudo dos procedimentos metodológicos de ensino utilizados nos cursos de Ciências Contábeis. Revista Brasileira de Contabilidade. Brasília, n. 137, set./out, 2002.

SILVA, T. B. J.; BIAVATTI, V. T. Estratégia metacognitiva de aprendizagem autorregulada, percepção docente sobre a aprendizagem e métodos educacionais em contabilidade. Revista Contemporânea de Contabilidade v. 15, n. 37, p. 03-33, 2019.

SILVA, A. B. ET AL. Dimensões de um sistema de aprendizagem em ação para o ensino de administração. Administração: Ensino & Pesquisa, v. 13, n. 1, 2012

SIQUEIRA, B. R. Os anéis da serpente: a aprendizagem baseada em problemas e as sociedades de controle. Ciências & Saúde Coletiva, 2009.

SOUZA, K. R.; KERBAUY, M. T. M. Abordagem quanti-qualitativa: superação da dicotomia quantitativa-qualitativa na pesquisa em educação. Educação e Filosofia, v. 31, n. 61, p. 21-44, abr., 2017.

SPENCER, K. Approaches to Learning and Contemporary Accounting Education. Education in a Changing Environment. Conference Proceedings, 2003.

TRAVERSINI, C. S.; BUAES, C. S. Como discursos dominantes nos espaços da educação atravessam práticas docentes? Revista Portuguesa de Educação. Braga, v. 22, n. 2, p. 141-158, 2009.

Downloads

Publicado

2021-05-01

Edição

Seção

Artigos