Conflitos interpessoais entre professores e estudantes universitários: o que pode fazer a gestão universitária?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1983-4535.2021.e75848

Palavras-chave:

Ensino superior, gestão de conflitos, gestão universitária

Resumo

A existência de conflitos é inerente às relações interpessoais, atravessando todos os espaços de ocupação humana, como as instituições educacionais. Nestes espaços, a experiência do conflito varia conforme o nível de escolarização e as motivações dos que conflitam, o que pode determinar a atuação dos gestores universitários frente às situações de conflito. Neste sentido, este trabalho tem o objetivo de discutir como os motivadores dos conflitos interpessoais entre professores e estudantes universitários podem basear a tomada de decisão dos gestores educacionais. Para tanto, realizou-se uma pesquisa de campo em uma universidade pública federal, aplicando um questionário estruturado a 476 estudantes e 29 professores desta instituição. Os resultados indicam que o gestor universitário deve observar três aspectos principais nas relações de conflitos entre professores e estudantes: prevalece o entendimento do conflito como um fenômeno negativo e que deve ser evitado; este posicionamento está diretamente relacionado à percepção das consequências do conflito; e que embora haja inúmeras motivações para o conflito nesta relação, os participantes tendem a reconhecer no outro as motivações para o conflito. Conclui-se que o gestor universitário pode atuar promovendo a funcionalidade do conflito nas relações interpessoais na universidade.

Biografia do Autor

Thales Fabricio da Costa e Silva, Universidade Municipal de São Caetano do Sul

Mestre em Administração Pública; Doutorando em Administração na Universidade Municipal de São Caetano do Sul

Jônica Marques Coura Aragão, Universidade Federal de Campina Grande

Doutorado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidad Del Museo Social Argentino; Pós-Doutorado em Psicologia Social pela Universidade Federal da Paraíba; Professora de Direito na Universidade Federal de Campina Grande

Eduardo de Camargo Oliva, Universidade Municipal de São Caetano do Sul

Doutorado e Pós-Doutorado em Administração pela Universidade de São Paulo; professor do Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Municipal de São Caetano do Sul

Edson Keyso de Miranda Kubo, Universidade Municipal de São Caetano do Sul

Doutor em Gestão pela FGV-EAESP; professor do Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Municipal de São Caetano do Sul

Kevin Ferreira Corcino, Faculdade Joaquim Nabuco

Mestre em Administração Pública; Doutorando em Administração na Universidade Municipal de São Caetano do Sul

Referências

BRAGA, D. G. Conflitos, eficiência e democracia na Gestão Pública. Rio de Janeiro: Fiocruz, 1998.

CAMPOS, C. R.; GODOY, M. A. B. Relações interpessoais: um desafio para o gestor escolar. Congresso Educacional de Educação – EDUCERE, 13. Anais... Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 23 a 26 de set., 2013.

CHRISPINO, A. Gestão do conflito escolar: da classificação dos conflitos aos modelos de mediação. Ensaio: avaliação e políticas públicas em educação, v. 15, n. 54, p. 11-28, 2007.

DUBRIN, A. J. Fundamentos do Comportamento Organizacional. Trads. James Sunderland Cook; Martha Malvezzi Leal. - São Paulo: Cengage Learning, 2008.

FRADE, C. M.; PESSOA, M. F.; COELHO, A. L. A. L.; BONIFÁCIO, M. A. Desenvolvimento de competências gerenciais no professor-gestor como coordenador de curso no ensino superior. Seminários em Administração – Semead, 22. Anais... Universidade de São Paulo, São Paulo, 6 a 8 de nov., 2019.

GIL, A. C. Métodos e Técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GOMES, O. F.; GOMIDE, T. R.; GOMES, M. A. N.; ARAÚJO, D. C.; MARTINS, S.; FARONI, W. Sentidos e implicações da gestão universitária para os gestores universitários. Revista GUAL, Florianópolis, v. 6, n. 4, Ed. Esp., p. 234-55, 2013.

MARRA, A. V.; MELO, M. C. O. L. A prática social de gerentes universitários em uma instituição pública. Revista de Administração Contemporânea, v. 9, n. 3, p. 9-31, 2005.

MARTINELLI, D. P.; ALMEIDA, A. P. Negociação e solução de conflitos: do impasse ao ganha-ganha através do melhor estilo. 1. ed., 13ª reimp. São Paulo: Atlas, 2014.

MARTINEZ ZAMPA, D. Mediación educativa y resolucion de conflictos: modelos de implementacion. Buenos Aires: Ediciones Novedades Educativas, 2005.

MARTINS, A. M. M.; MACHADO, C.; FURLANETTO, E. C. Mediação de conflitos em escolas: entre normas e percepções docentes. Cadernos de Pesquisa, v. 46, n. 161, p. 566-92, 2016.

MATIAS, E. A. N. O papel do gestor na mediação de conflitos em Instituições de Ensino Superior. 2008. 98f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2008.

MOREIRA, K. D. A Mediação como Método de Resolução de Conflitos Interpessoais na Universidade Federal de Santa Catarina. 2012. 273f. Dissertação (Mestrado Profissional em Administração Universitária) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2012.

MOSCOVICI, F. Desenvolvimento Interpessoal: treinamento em grupo. 7. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1997.

NASCIMENTO, T. A. C.; SIMÕES, J. M. Análise da gestão de conflitos interpessoais nas organizações públicas de ensino profissionalizante em Nova Iguaçu – RJ. REGE - Revista de Gestão, São Paulo, v. 18, n. 4, p. 585-604, 2011.

NEBOT, J. R. Violencia y conflicto en los ámbitos educativos. Ensayos y Experiencias, Buenos Aires, ano 7, n. 35, p. 77-85, 2000.

REDORTA, J. Cómo analizar los conflictos: la tipologia de conflictos como herramienta de mediación. Barcelona: Edicones Paidós Ibérica, 2004.

ROBBINS, S. P. Fundamentos do Comportamento Organizacional. Trad. Reynaldo Marcondes. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2009.

RUIZ, M. D. G. El conflicto y sus tipos em el ambito escolar. Revista Arista Digital, n. 52, p. 1-7, 2015.

SANTOS, C. C. S. A interferências das relações interpessoais na gestão escolar. 2017. 162f. Dissertação (Mestrado em Docência e Gestão da Educação) – Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Fernando Pessoa, Porto, 2017.

SILVA, A. O.; HAMMES, L. J.; HAMMES, I. L. A mediação de conflitos escolares: com a palavra os educadores do IFSul – Campus Bagé. Revista Thema, v. 15, n. 1, p. 228-40, 2018.

WAGNER, J. A.; HOLLENBECK, J.R. Comportamento Organizacional: criando vantagem competitiva. Trad. Antunha, S. F. São Paulo: Saraiva, 2012.

Downloads

Publicado

2021-05-01

Edição

Seção

Artigos