Ensino remoto na educação superior em tempos de distanciamento social: uma investigação nas instituições de ensino superior privada de um grupo educacional do Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1983-4535.2021.e79255

Palavras-chave:

Ensino Remoto, Educação Superior, Instituições de Ensino Superior Privadas, Distanciamento Social

Resumo

O objetivo deste estudo foi investigar a influência do ensino remoto na educação superior nas Instituições de Ensino Superior Privada de um Grupo Educacional do Brasil em tempos de distanciamento social. Metodologicamente a mencionada pesquisa enfocou uma abordagem quantitativa. O instrumento de coleta foi um questionário fechado enviado para os docentes e discentes das Instituições de Ensino Superior Privadas de um Grupo Educacional do Brasil localizadas no Piauí. Apesar dos impactos da pandemia, que ocasionaram o isolamento social, os resultados evidenciam que as IES ligadas ao grupo educacional objeto do estudo, não tiveram interrupção das aulas, que ocorreram de forma remota. Os principais resultados evidenciam que as instituições respondentes, possuem ferramentas tecnológicas que facilitam o desenvolvimento das aulas remotas, usam metodologias ativas e os docentes por estarem familiarizados a modalidade EaD não tiveram muitas dificuldades em migrar para o sistema remoto, e muitos dos respondentes se sentiram desafiados em participar de atividades na modalidade ensino remoto. Concluiu-se que as instituições estudadas tiveram menos impactos no processo de mudança do ensino presencial para o remoto, na visão dos alunos e professores respondentes.

Biografia do Autor

Henrique César Melo Ribeiro, Faculdade Maurício de Nassau (Unidade Parnaíba-PI)

Doutor em Administração pela Universidade Nove de Julho (2014). Pós-Doutor em Administração de Empresas pela Universidade de Fortaleza (2019). Doutorando em Ciências Contábeis pela Universidade de Brasília. Mestre em Administração de Empresas pela Universidade de Fortaleza (2009). Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Piauí (2005). Especialista em Docência do Ensino Superior pela Faculdade Piauiense (2007). Especialista em Controladoria Governamental pela Faculdade Piauiense (2010). Fui professor da Universidade Nove de Julho do Mestrado Profissional em Administração / Gestão do Esporte (MPAGE), do período de 2014 a 2016. Atualmente, sou professor Adjunto da Universidade Federal do Piauí, Campus Ministro Reis Velloso (Parnaíba-PI). Avaliador Ad hoc de curso do MEC. Avaliador Ad hoc dos principais congressos da área de Administração e Ciências Contábeis do Brasil, como também de revistas científicas nacionais qualificadas pela CAPES. Publiquei artigos em congressos e periódicos científicos da área nos seguintes temas: governança corporativa, sustentabilidade, contabilidade, finanças, estratégia, ensino e pesquisa em administração e contabilidade dentre outros. Meu foco em pesquisa relacionam-se aos assuntos: governança corporativa, estratégia empresarial, sustentabilidade, contabilidade e finanças.

Rosany Corrêa, Universidade Estadual do Piauí (UESPI)

Doutora em Administração pela Universidade Nove de Julho (2015); Mestre em Administração de Empresas pela UNIFOR (2008); Especialista em Desenvolvimento Gerencial - UFPI (2001); Especialista em Acreditação Hospitalar - Faculdade de Medicina de Minas Gerais (2011); Especialista em Gestão da Educação Municipal - UFPI (2016); Graduada em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Piauí (1999) Exerceu a função de Secretária Municipal de Educação no município de Parnaíba entre os anos de 2013 a 2016.Exerce a função de Diretora da Unidade de Parnaíba da Faculdade UNINASSAU. É professora adjunta na Universidade Estadual do Piauí (UESPI). Avaliadora de curso e institucional do e-MEC\INEP. Avaliadora Ad Hoc da Secretaria de Estado de Educação e Esporte de Alagoas. Atua principalmente nas áreas de gestão socioambiental, governança corporativa, desenvolvimento de plano diretor e estrutura organizacional.

Referências

BARBOSA, A. M.; VIEGAS, M. A. S.; BATISTA, R. L. N. F. F. Aulas presenciais em tempos de pandemia: relatos de experiências de professores do nível superior sobre as aulas remotas. Revista Augustus, v. 25, n. 51, p. 255-280, 2020

BEZERRA, I. M. P. State of the art of nursing education and the challenges to use remote technologies in the time of corona virus pandemic. Journal of Human Growth and Development, v. 30, n. 1, p. 141-147, 2020.

BRITO, C. E.; FERASSO, M.; ESTRELA, S. M. P. P. L. A Gestão dos Cursos EAD em Moçambique. Revista Internacional de Educação Superior, v. 6, p. 1-24, 2020.

CAMACHO, A. C. L. F.; FULY, P. dos S. C.; SANTOS, M. L. S. C. dos; MENEZES, H. F. de. Alunos em vulnerabilidade social em disciplinas de educação à distância em tempos de COVID-19. Research, Society and Development, v. 9, n. 7, p. 1-12, 2020.

CASSUNDÉ, F. R. de S. A.; MENDONÇA, J. R. C. de; BARBOSA, M. A. C. A influência das condições institucionais no desenvolvimento de competências eletrônicas dos professores para o ensino na EAD: proposição de um modelo analítico. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior (Campinas), v. 22, n. 2, p. 469-493, 2017.

CASTIONI, R.; MELO, A.A.S. Universidades do Brasil, da Espanha e da Itália na pandemia da Covid-19 numa perspectiva comparada. Revista Brasileira de Educação Comparada, v. 2, p. 1-16, 2020.

CRAWFORD, J.; HENDERSON, K. B.; RODOLPH, J.; MALKAWI, B.; GLOWATZ, M.; BURTON, R.; MAGNI, P. A.; LAM, S. COVID-19: 20 countries’ higher education intra-period digital pedagogy responses. Journal of Applied Learning & Teaching, v. 3, n. 1, p. 1-20, 2020.

DHAWAN, S. Online learning: a panacea in the time of COVID-19 crisis. 2 Journal of Educational Technology Systems, p. 1-18, 2020.

FERNANDES, S. M.; HENN, L. G.; KIST, L. B. O ensino a distância no Brasil: alguns apontamentos. Research, Society and Development, v. 9, n. 1, p. 1-24, 2020.

GARCIA FILHO, C.; VIEIRA, L. J. E. de S.; SILVA, R. M. da. Buscas na internet sobre medidas de enfrentamento à COVID-19 no Brasil: descrição de pesquisas realizadas nos primeiros 100 dias de 2020. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 29, p. 1-6, 2020.

GONÇALVES, P. P.; SILVA, C. N. da. Educação a distância e formação profissional do/da assistente social: elementos para o debate. Revista Katálysis, v. 23, n. 1, p. 90-100, 2020.

GOUVÊA, M. A.; ONUSIC, L. M.; MANTOVANI, D. M. N. Qualidade e lealdade ao curso no ensino superior. Revista de Administração da UFSM, v. 9, n. 1, p. 26-45, 2016.

GUSSO, H. L.; ARCHER, A.; LUIZ, F. B.; SAHÃO, F. T.; LUCA, G. G. de; HENKLAIN, M. H. O.; PANOSSO, M. G.; KIENEN, N.; BELTRAMELLO, O.; GONÇALVES, V. M. Ensino superior em tempos de pandemia: diretrizes à gestão universitária. Educação & Sociedade, v. 41, p. 1-26, 2020.

HE, S.; LAI, D.; MOTT, S.; LITTLE, A.; GROCK, A.; HAAS, M. R.; CHAN, T. M. Remote e-work and distance learning for academic medicine: best practices and opportunities for the Future. Journal of Graduate Medical Education, p. 256-263, 2020

JOYE, C. R.; MOREIRA, M. M.; ROCHA, S. S. D. Distance education or emergency remote educational activity: in search of the missing link of school education in times of COVID-19. Research, Society and Development, v. 9, n. 7, p. 1-29, 2020.

KUWAHARA, K.; KURODA, A.; FUKUDA, Y. COVID-19: Active measures to support community-dwelling older adults. Travel Medicine and Infectious Disease, 2020.

MACIEL, C. E.; CUNHA JÚNIOR, M.; LIMA, T. da S. A produção científica sobre permanência e evasão na educação superior no Brasil. Educação e Pesquisa, v. 45, p. 1-20, 2019.

MALAN, M. Engaging students in a fully online accounting degree: an action research study. Accounting Education, p. 1-19, 2020.

MANCHEIN, C. et al. Strong correlations between power-law growth of COVID-19 in four continents and the inefficiency of soft quarantine strategies. arXiv:2004.00044, v. 2, 2020.

MARASCA, A. R.; YATES, D. B.; SCHNEIDER, A. M. de A.; FEIJÓ, L. P.; BANDEIRA, D. R. Avaliação psicológica online: considerações a partir da pandemia do novo coronavírus (COVID-19) para a prática e o ensino no contexto a distância. Estudos de Psicologia (Campinas), v. 37, p. 1-11, 2020.

MARKOWSKA-MANISTA, U.; ZAKRZEWSKA-OLĘDZKA, D. Family with children in times of pandemic – what, where, how? dilemmas of adult-imposed prohibitions and orders. Society Register, v. 4, n. 3, p. 89-110, 2020.

MARTINS, L. M. de; RIBEIRO, J. L. D. Proposta de um modelo de avaliação do nível de engajamento do estudante da modalidade a distância. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior (Campinas), v. 24, n. 1, p. 8-25, 2019.

PIMENTA, A. M.; ROSSO, S. D.; SOUSA, C. A. L. de. A reprodução educacional renovada: dualidade intrainstitucional no programa Universidade Aberta do Brasil. Educação e Pesquisa, v. 45, p. 1-14, 2019.

PÉRICO, F. G.; GONÇALVES, R. B. Intercâmbio acadêmico: as dificuldades de adaptação e de readaptação. Educação e Pesquisa, v. 44, p. 1-21, 2018.

REYES JÚNIOR, E.; REIS, A. L. N.; COSTA, V. F. de S.; SANTOS, Y. A. dos. Relações interpessoais e sua influência na satisfação dos acadêmicos. Revista de Gestão e Secretariado, v. 9, n. 3, p. 206-228, 2018.

RIBEIRO, H. C. M. O envolvimento da governança corporativa, sob a ótica da teoria dos stakeholders, na gestão e no controle das entidades esportivas. Tese (Doutorado em Administração), UNINOVE, São Paulo, 2014.

RIBEIRO, H. C. M.; CORRÊA, R. Estratégias de ensino superior praticadas nas instituições superior privada de um grupo educacional do Brasil frente a pandemia do COVID-19. Revista Gestão Organizacional, v. 4, n. 1, p. 333-355, 2021.

RIBEIRO, M. F.; SARAIVA, V.; PEREIRA, P.; RIBEIRO, C. Escala de motivação académica: validação no ensino superior público português. Revista de Administração Contemporânea, v. 23, n. 3, p. 288-310, 2019.

SANTOS, A. G.; PEREIRA, R. da S.; PALMISANO, A.; LUCAS, E. C. Instituições de ensino superior de capital aberto atuantes no Brasil: análise sob a ótica da governança e da responsabilidade socioambiental. Gestão & Regionalidade, v. 36, n. 108, p. 181-201, 2020.

SILVA, A. G.; MIRANDA, D. M.; DIAZ, A. P.; TELES, A. L. S.; MALLOY-DINIZ, L. F.; PALHA, A. P. Mental health: why it still matters in the midst of a pandemic. Brazilian Journal of Psychiatry, v. 42, n. 3, p. 229-231, 2020.

SILVEIRA, S. R.; BERTOLINI, C.; PARREIRA, F. J.; CUNHA, G. B. da; BIGOLIN, N. M. O Papel dos licenciados em computação no apoio ao ensino remoto em tempos de isolamento social devido à pandemia da COVID-19. Série Educar – Volume 40 – Prática Docente, 2020.

SOUZA, C J. de; GUERRA, T. R. B.; CARVALHO, D. da. S.; JESUS, R. V. L. de; COSTA, L. H. O. da; ISSOBE, M. K.; VIEIRA, H. L. de S.; SANTOS, D. A. dos; ZAMBA, C. F. dos S. As interfaces da (re) invenção do ensino na graduação em enfermagem em tempo de COVID-19. Research, Society and Development, v. 9, n. 7, p. 1-19, 2020.

SPALDING, RAUEN, C.; VASCONCELLOS, L. M. R. de; VEGIAN, M. R. da C.; MIRANDA, K. C.; BRESSANE, A.; SALGADO, M. A. C. Desafios e possibilidades para o ensino superior: uma experiência brasileira em tempos de COVID-19. Research, Society and Development, v. 9, n. 8, p. 1-23, 2020.

UNESCO - Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. Consequências adversas do fechamento das escolas. Disponível em: https://pt.unesco.org/covid19/educationresponse/consequences. Acesso em 01 jan. 2021.

UNESCO - Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. COVID-19 y educación superior: de los efectos inmediatos al día después; análisis de impactos, respuestas políticas y recomendaciones. Publicado em 2020 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e pelo Instituto Internacional para a Educação Superior na América Latina e Caribe (UNESCO-IESALC. Publicado em 2020 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, 7, place de Fontenoy, 75352 Paris 07 SP, França, pelo Instituto Internacional para a Educação Superior na América Latina e Caribe e pela Representação da UNESCO no Brasil. Disponivel em: (http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/igo/). Acesso em: 01 jan,2021.

VALENTI, V. E.; MENEZES, P. de L.; DE ABREU, A. C. G.; VIEIRA, G. N. A.; GARNER, D. M. Medidas de distanciamento social podem ter reduzido as mortes estimadas relacionadas à COVID-19 no Brasil. J Hum Growth, v. 30, n. 2, p. 164-169, 2020.

VASCONCELOS, C. A.; OLIVEIRA, E. V. TIC no ensino e na formação de professores: reflexões a partir da prática docente. Revista Brasileira de Ensino Superior, v. 3, n. 1, p. 112-132, 2017.

VOLPATTO, D. T.; RESENDE, A. C. M.; ANJOS, L. dos; SILVA, J. V. O.; DIAS, C. M.; ALMEIDA, R. C.; MALTA, S. M. C. Avaliação de estratégias de relaxamento do distanciamento social para o Brasil e estado do Rio de Janeiro. Disponível em: file:///C:/Users/hcmri/Downloads/595-Preprint%20Text-872-1-10-20200528.pdf. Acesso em: jul/2020.

WARGO, E. S.; D’ALENE, C. Intertwined higher education places and spaces. Journal for the Study of Postsecondary and Tertiary Education, v. 5, p. 79-84, 2020.

WATTS, L. Synchronous and asynchronous communication in distance learning: a review of the literature. Quarterly Review of Distance Education, v. 17, n. 1, p. 23-32, 2016.

YAMANAKA, T. B.; CAPPELLOZZA, A. Explorando a influência integrada do Estímulo Docente sobre a intenção de uso das bibliotecas virtuais por estudantes de cursos à distância e presenciais no Brasil. Investigación bibliotecológica, v. 32, n. 75, p. 19-45, 2018.

Downloads

Publicado

2021-08-30

Edição

Seção

Artigos