A construção dos direitos sociais e os sistemas sanitários: os desafios das fronteiras

Autores

  • Roser Pérez Jiménez UAB - Barcelona - Espanha
  • Vera Maria Ribeiro Nogueira UFSC - Florianópolis - SC

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1414-49802009000100007

Palavras-chave:

Sistemas de salud, Desigualdades territoriales en salud, Derechos sociales, Fronteras, Globalización, Sistemas de saúde, Desigualdades territoriais em saúde, Direitos sociais, Fronteiras, Globalização, Healthcare systems

Resumo

O presente artigo expõe as assimetrias entre a globalização econômica e social, evidenciando as já existentes desigualdades territoriais em saúde, bem como o surgimento de novas demandas com repercussões nos direitos sociais. Os movimentos do capital e dos processos produtivos acontecem de forma intensa, ao contrário do que ocorre com os processos de proteção social e de saúde, os quais continuam circunscritos aos estados nacionais. As iniciativas nos países da União Européia e do Mercosul não têm transcendido de intervenções pontuais, marcadas pela urgência da atenção, não alcançando a construção de direitos em âmbitos regionais. Os diferentes sistemas sanitários e as características da cobertura não têm se harmonizado, ao mesmo tempo que a atenção da saúde nos espaços de fronteira apresenta uma grande diversidade. Este é o caso das situações apresentadas em duas regiões do Estado Espanhol, Estremadura e Catalunha, e na fronteira de Brasil, Argentina e Paraguai – Foz de Iguaçu, Porto Iguaçu e Cidade do Leste.

Biografia do Autor

Roser Pérez Jiménez, UAB - Barcelona - Espanha

Doctora en Sociologia na Universitat Autònoma de Barcelona.

Vera Maria Ribeiro Nogueira, UFSC - Florianópolis - SC

Possui graduação em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (1967), mestrado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1990), doutorado em Enfermagem (linha de pesquisa saúde e sociedade) pela Universidade Federal de Santa Catarina (2002) e pos-doutorado na Universidad Autónoma de Barcelona - Departamento de Sociologia - Seminario de Análise de Politicas Pública - SAPS. Professora adjunta da Escola de Serviço Social/Programa de Mestrado em Política Social da Universidade Católica de Pelotas e do Mestrado em Politica Social do Departamento de Serviço Social da Universidade Federal de Santa Catarina. Pesquisadora do CNPq. Atualmente é Consultor ad hoc do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico e do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais.

Downloads

Publicado

2009-01-01