Fatores associados à atividade física em adolescentes estudantes do período noturno

Autores

  • Fabio Luis Ceschini São Judas Tadeu University.
  • Erinaldo Luiz de Andrade São Judas Tadeu University.
  • Aylton Figueira Júnior São Judas Tadeu University.

DOI:

https://doi.org/10.1590/1980-0037.2015v17n2p205

Palavras-chave:

Adolescentes, Atividade motora, Ensino noturno.

Resumo

O objetivo do estudo foi descrever os fatores associados à atividade física de adolescentes que frequentam aula no período noturno de escolas públicas e privadas em uma região da cidade de São Paulo. Foram selecionadas três escolas públicas e três escolas privadas que ofereciam as séries acadêmicas do ensino médio na zona norte da cidade de São Paulo. A amostra foi composta de 1.844 adolescentes com idades entre 15 e 20 anos. A atividade física foi avaliada pelo Questionário Internacional de Atividade Física. Os adolescentes classificados como ativos foram àqueles que cumpriram a recomendação de no mínimo 300 minutos semanais em atividades físicas. Coletaram-se informações sobre o uso de tabaco e ingestão de bebidas alcoólicas. Empregou-se a regressão logística (significância de p< 0,05). A prevalência geral de adolescentes que cumpriam a recomendação da atividade física (>300 minutos/semanais) foi de 36,1%, se associando às seguintes variáveis: A) rapazes mais jovens e com menor nível socioeconômico; B) adolescentes que estudavam em escolas privadas; C) não fazer uso de tabaco ou bebidas alcoólicas; D) não exercer atividades profissionais remuneradas e; E) frequentar a escola nos fins de semana para praticar atividades físicas. O nível de atividade física dos estudantes de escolas públicas e privadas parece sofrer influência do período que frequentam as aulas, sugerindo a implantação de mecanismos de incentivo que aumentem a participação em atividades físicas. A estrutura escolar e programas de intervenção poderiam contribuir para incrementar o nível de atividade física entre adolescentes.

 

Biografia do Autor

Fabio Luis Ceschini, São Judas Tadeu University.

Graduate Program in Physical Education. São Paulo, SP. Brazil.

Erinaldo Luiz de Andrade, São Judas Tadeu University.

Graduate Program in Physical Education. São Paulo, SP. Brazil.

Aylton Figueira Júnior, São Judas Tadeu University.

Graduate Program in Physical Education. São Paulo, SP. Brazil.

Downloads

Publicado

2015-02-28

Edição

Seção

Artigos Originais