A carga interna de treinamento é diferente entre atletas de voleibol titulares e reservas? Um estudo de caso

Autores

  • Thiago Andrade Goulart Horta Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Danilo Reis Coimbra Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Renato Miranda Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Francisco Zacaron Werneck Universidade Federal de Ouro Preto
  • Maurício Gattás Bara Filho Universidade Federal de Juiz de Fora

DOI:

https://doi.org/10.1590/1980-0037.2017v19n4p395

Palavras-chave:

Atletas, Treinamento, Voleibol

Resumo

 

O mesmo estímulo de treinamento pode proporcionar diferentes adaptações fisiológicas para os atletas de uma mesma equipe. Dessa forma, o objetivo do estudo foi analisar e comparar as cargas de treinamento de atletas titulares e reservas de uma equipe de voleibol masculino em diferentes períodos da temporada. A amostra foi composta por quinze atletas da superliga masculina de vôlei que foram divididos em dois grupos de titulares e reservas. A carga de treinamento de dez semanas pertencentes ao período de preparação da equipe para o campeonato principal da temporada em que não houve a realização de jogos foi selecionada para o estudo. Foi utilizado para a quantificação da carga de treinamento o método da percepção subjetiva do esforço da sessão (PSE) proposto por Foster et al. (2001). O Grupo titular apresentou maiores valores de carga de treinamento semanal total (CTST) e de PSE na média das 10 semanas de treinamento (p<0,05). Foi demonstrado também maior valor de CTST para os titulares no período preparatório e competitivo em relação aos reservas (p<0,05). Quando as diferentes semanas foram analisadas separadamente, a semana 3 e 7 apresentaram a CTST e a PSE maiores para os titulares comparado com os reservas (p<0,05). Os resultados apresentados pelo presente estudo mostraram que atletas considerados titulares apresentaram maior carga interna de treinamento em comparação aos atletas considerados reservas. 

Biografia do Autor

Thiago Andrade Goulart Horta, Universidade Federal de Juiz de Fora

Universidade Federal de Juiz de Fora

Danilo Reis Coimbra, Universidade do Estado de Santa Catarina

Universidade do Estado de Santa Catarina

Renato Miranda, Universidade Federal de Juiz de Fora

Universidade Federal de Juiz de Fora

Francisco Zacaron Werneck, Universidade Federal de Ouro Preto

Universidade Federal de Ouro Preto

Maurício Gattás Bara Filho, Universidade Federal de Juiz de Fora

Universidade Federal de Juiz de Fora

Downloads

Publicado

2017-11-07

Edição

Seção

Artigos Originais