Efeito do sistema visual e atividade física na distribuição da pressão plantar em mulheres adultas e idosas

Autores

Palavras-chave:

Equilíbrio postural, Idosas, Mulheres, Pé, Pressão plantar

Resumo

O processo de envelhecimento acarreta alterações nas condições físico-funcionais e na estrutura e função do pé. O objetivo do estudo foi analisar a variação da pressão plantar quanto a informação visual e atividade física em mulheres adultas e idosas. Estudo transversal, com uma amostra de 142 mulheres (média de idade de 67,8 anos). As mulheres responderam ao questionário de anamnese, Mini Exame do Estado Mental (MEEM) e o Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ). O exame da pressão plantar foi realizado pela baropodometria computadorizada. A distribuição da pressão plantar foi observada na posição semitandem com o pé direito na frente e com o pé esquerdo à frente. O tipo de pé não teve relação com a variação da pressão plantar, idade (p = 0,37 pé direito e p = 0,93 pé esquerdo) ou atividade física (p = 0,28 pé direito e p = 0,96 pé esquerdo). A variação da pressão plantar também não mostrou relação significativa com idade (R2 = 0,2 e p = 0,6). Conclui-se que a variação da pressão plantar não está associada com o tipo morfológico do pé das mulheres analisadas, pois a condição visual não gerou variação da pressão plantar quando comparada ao seu efeito na classificação dos arcos plantares. O nível de atividade física não apresentou relação na variação da pressão plantar.

Referências

Rodríguez-Sanz D, Tovaruela-Carrión N, López-López D, Palomo-López P, Romero-Morales C, Navarro-Flores E, et al. Foot disorders in the elderly: A mini-review. Dis Mon 2018;64(3):64-91.

Caravaggi P, Matias AB, Taddei UT, Ortolani M, Leardini A, Sacco ICN. Reliability of medial-longitudinal-arch measures for skin-markers based kinematic analysis. J Biomech 2019;88:180–5

Brasil. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Síntese de indicadores sociais: uma análise das condições de vida. Vol. 39, IBGE, Coordenação de População e Indicadores Sociais. 2016. 1–141 p.

Garman CR, Franck CT, Nussbaum MA, Madigan ML. A bootstrapping method to assess the influence of age, obesity, gender, and gait speed on probability of tripping as a function of obstacle height. J Biomech 2015;48(6):1229–32.

Gervásio FM, Santos GA, Ribeiro DM, Menezes RL de. Medidas temporoespaciais indicativas de quedas em mulheres saudáveis entre 50 e 70 anos avaliadas pela análise tridimensional da marcha. Fisioter Pesqui 2016;23(4):358–64.

Ivanenko Y, Gurfinkel VS. Human postural control. Front Neurosci 2018;12(MAR):1–9.

Rosário JLP. A review of the utilization of baropodometry in postural assessment. J Bodyw Mov Ther 2014;18(2):215–9.

Chow T-H, Chen Y-S, Wang J-C. Characteristics of Plantar Pressures and Related Pain Profiles in Elite Sprinters and Recreational Runners. J Am Podiatr Med Assoc 2018;108(1):33–44.

Golriz S, Hebert JJ, Foreman KB, Walker BF. The validity of a portable clinical force plate in assessment of static postural control: concurrent validity study. Chiropr Man Ther 2012;20(1):1.

Rodolfo Maestre-Rendon J, Rivera-Roman TA, Sierra-Hernandez JM, Cruz-Aceves I, Contreras-Medina LM, Duarte-Galvan C, et al. Low computational-cost footprint deformities diagnosis sensor through angles, dimensions analysis and image processing techniques. Sensors 2017;17(11).

Jönsson M, Munkhammar T, Norrbrand L, Berg HE. Foot centre of pressure and ground reaction force during quadriceps resistance exercises; a comparison between force plates and a pressure insole system. J Biomech 2019;87:206–10.

Machado ÁS, Bombach GD, Duysens J, Carpes FP. Differences in foot sensitivity and plantar pressure between young adults and elderly. Arch Gerontol Geriatr 2016;63:67–71.

Baumfeld D, Baumfeld T, da Rocha RL, Macedo B, Raduan F, Zambelli R, et al. Reliability of Baropodometry on the Evaluation of Plantar Load Distribution: A Transversal Study. Biomed Res Int 2017;2017:1–4.

Silva PJG, Nadal J, Infantosi AFC. Investigating the center of pressure velocity Romberg s quotient for assessing the visual role on the body sway. Rev Bras Eng Biomédica 2012;28(4):319–26.

Ribeiro DM, Bueno GAS, Gervásio FM, Menezes RL. Foot-ground clearance characteristics in women: A comparison across different ages. Gait Posture 2019;69:121–5.

Ferreira AS, Gave NS, Abrahão F, Silva JG. Influência da morfologia de pés e joelhos no equilíbrio durante apoio bipodal. Fisioter Mov 2010;23(2):193–200.

Folstein MF, Folstein SE, McHugh PR. 'Mini-mental state’. A practical method for grading the cognitive state of patients for the clinician. J Psychiatr Res 1975;12:162–7.

Downloads

Publicado

2021-03-10

Edição

Seção

Artigos Originais