Homofobia e os socialistas brasileiros em “O Lampião da Esquina” (1978-1981)

Rodrigo Otávio Moretti-Pires, Zeno Carlos Tesser-Júnior, Douglas Francisco Kovaleski

Resumo


“O Lampião da Esquina” foi um dos mais importantes jornais com engajamento político
nas questões de Gênero no Brasil, tornando-se referência no debate sobre questões de gênero
na década de 1970. Durante a ditadura militar, a comumente chamada esquerda brasileira
engajou-se na disputa que envolvia uma série de questões sociais e políticas. Entretanto, partindose das reportagens do “O Lampião”, as ações da esquerda da época, referentes às demandas LGBT, podem ser questionáveis. Sendo assim, este artigo teve como objetivo analisar as 47 edições do jornal buscando por conteúdos que evidenciassem as tensões existentes entre a esquerda e o movimento LGBT no período em que ele era impresso. Hoje a maior parte da esquerda atua na defesa das liberdades sexuais e contra as opressões de gênero. Contudo, por meio dessa análise, observou-se que as causas LGBT foram as últimas a serem entendidas como questões políticas pela esquerda da época.


Palavras-chave


LGBT; Comunicação; Movimentos Sociais

Texto completo:

PDF/A


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 Licença Creative Commons
A Revista Estudos Feministas está sob a licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Rev. Estud. Fem., ISSN 1806-9584, Florianópolis, Brasil.