Os direitos civis das mulheres casadas no Brasil entre 1916 e 1962. Ou como são feitas as leis

Autores

  • Teresa Cristina de Novaes Marques
  • Hildete Pereira de Melo Universidade Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0104-026X2008000200008

Palavras-chave:

Mulher casada, Gênero, Direitos civis, Mudança institucional

Resumo

A historiografia sobre transformações culturais associa modificações no modelo de família a mudanças econômicas de ordem estrutural, tal como industrialização e crescimento da população urbana. A sociedade brasileira mudou radicalmente da segunda metade do século XIX aos anos 1950. Ainda assim, foi preciso um processo de decisão amadurecido no Congresso para ajustar o país legal ao país real. Este artigo examina um aspecto dessa separação: o poder que os maridos detinham como tutores de suas esposas. Em termos metodológicos, são examinados os debates parlamentares sobre direitos de mulheres casadas em dois momentos históricos: nos anos 1930 e 1950.

Downloads

Publicado

2008-05-02

Edição

Seção

Artigos