Tradução e Lexicografia Jurídica no Brasil – Análise de dois Dicionários Jurídicos Português-Inglês brasileiros, considerando a diversidade dos diferentes sistemas jurídicos: Common Law e Civil Law.

Marieta Giannico de Coppio Siqueira Nobile

Resumo


O presente artigo é resultado de pesquisa em andamento para a obtenção de título de mestre em Estudos da Tradução junto à Universidade Federal de Santa Catarina. A relevância do
tema escolhido – análise de dicionários jurídicos brasileiros português-inglês – decorre da importância que estas obras apresentam para tradutores jurídicos e operadores do direito no contexto atual de mundo globalizado, assim como da complexidade do ofício do tradutor jurídico diante da diversidade dos sistemas jurídicos relacionados aos textos das línguas fonte e alvo. A presente pesquisa justifica-se pela carência de literatura especializada nacional, e tem como objetivo avaliar as duas principais obras publicadas e disponíveis no Brasil. Espera-se, com a conclusão da pesquisa, proporcionar ao leitor interessado um quadro descritivo das obras que possa servir de apoio para a tomada de decisões sobre qual a melhor opção para as diferentes necessidades de tradutores jurídicos nacionais e estrangeiros e também dos receptores de textos jurídicos de um modo geral.

Palavras-chave


Lexicografia; Dicionário jurídico bilíngüe; Tradução jurídica; Sistemas jurídicos.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/%25x

Sci. Trad., © 2005, UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 1980-4237

Creative Commons License
Scientia Traductionis is licensed under a Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.