A tradução de metáforas em tiras do Garfield

Arlene Koglin

Resumo


Os estudos da tradução e de metáfora têm crescido consideravelmente nos últimos anos. Contudo, faz-se necessário discutir as dificuldades de tradução de metáforas. Segundo alguns teóricos, as metáforas podem constituir um problema de tradução uma vez que envolvem
diferenças lingüísticas e culturais entre a língua fonte e a língua alvo. Após uma breve revisão sobre as concepções de metáfora – tradicional e moderna -, bem como as dificuldades e procedimentos para sua tradução com base na teoria descritivista de van den Broeck, esse artigo discutirá tais procedimentos em quatro tiras do Garfield selecionadas a partir dos anos de publicação 2005 e 2006. Os exemplos mostram que nem sempre os procedimentos descritos na literatura atendem às necessidades da prática, pois suas dificuldades e problemas
estão associados às diferenças lingüísticas e culturais da língua fonte e da língua alvo. Disso decorre a necessidade constante de reflexão e aprimoramento do tradutor com relação à prática tradutória.

Palavras-chave


Tradução de metáforas; Procedimentos de tradução; Tiras do Garfield.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/%25x

Sci. Trad., © 2005, UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 1980-4237

Creative Commons License
Scientia Traductionis is licensed under a Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.