A dupla possibilidade de leitura como desafio tradutório de Vater und Sohn de Uwe Kolbe

Autores

  • Adriana Maximino dos Santos

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Tradução, Poesia alemã, Estratégias de tradução.

Resumo

Este artigo apresenta um estudo sobre a tradução de um poema em língua alemã para o português brasileiro. O corpus compõe-se do poema “Vater und Sohn” (1998) de Uwe Kolbe. As análises do texto de partida resultaram em uma dupla possibilidade interpretativa, a qual norteou as escolhas tradutórias. Concluiu-se que o poema requereu estratégias de tradução voltadas mais para literalidade e com poucas alterações na estrutura da frase devido à predominância de elementos e imagens comuns a ambas as culturas, embora estes pudessem ser lidos diferentemente de acordo com a história e o leitor.

Biografia do Autor

Adriana Maximino dos Santos

É doutoranda em Estudos da Tradução na Universidade Federal de Santa Catarina - Florianópolis, possui mestrado também em Estudos da Tradução (Língua Alemã) na UFSC, bacharelado em Tradutor/ Inglês pela Universidade do Sagrado Coração, USC, Bauru-SP e é graduanda em Letras-alemão na Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de ensino de língua inglesa e alemã. Atualmente é professora do curso extra-curricular de alemão na Universidade Federal de Santa Catarina e atua como tradutora free-lancer.

Downloads

Publicado

2010-03-25

Edição

Seção

Artigos