Breve Introdução ao Pensamento Tradutológico de Jiří Levý

Autores

  • Filipe Neckel Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/1980-4237.2012n11p10

Palavras-chave:

Jiří Levý, Estudos da Tradução, Tradução Literária

Resumo

Neste artigo, apresento os as-pectos mais salientes da teoria da tradução do historiador e pesquisador tcheco Jiří Levý (1926–1967). Por meio de uma reconstrução introdutória, lanço luz sobre dois trabalhos de meados dos anos 60 representativos de seu pensamento, que, contudo recebeu pouco ou nenhum reconhecimento por seus pares no Ocidente; a saber: Die literarische Übersetzung (1969 [1963]) e Translation as a decision process (2000 [1966]) – traduzidos ao português, nessa ordem, integral e parcialmente, neste número de Scientia Traductionis. Oferece-se, pois, um panorama do papel de Levý como teórico e destaca-se a importância de suas teorias para a história, a crítica e a prática da tradução.

Biografia do Autor

Filipe Neckel, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui graduação em Letras, com ênfase em tradução, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) (2007) e mestrado em Estudos da Tradução pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) (2011). Atua principalmente nos seguintes temas: Tradução, Pensamento Tradutológico de Antoine Berman, Pensamento Tradutológico de Jiří Levý.

Downloads

Publicado

2012-07-30

Edição

Seção

Dossiê : (Re)descobrindo Jiří Levý (organizado por Mauri Furlan, Gustavo Althoff, Filipe Neckel)