Nomes próprios em Dom Casmurro: opções de tradução em inglês e francês

Autores

  • Cynthia Beatrice Costa Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/1980-4237.2013n14p140

Palavras-chave:

Tradução, Nomes próprios, Dom Casmurro, Machado de Assis

Resumo

A proposta do presente trabalho é analisar as traduções de nomes próprios e formas de tratamento nas traduções mais recentes em inglês e francês do romance Dom Casmurro, de Machado de Assis. Com base na noção de “tradução etnocêntrica”, de Antoine Berman, pretende-se observar a presença da cultura traduzida no texto, em oposição à predominância etnocêntrica. 

ABSTRACT

The present work aims at analyzing the translation of proper nouns and titles in the most recent translations of the novel Dom Casmurro, by Machado de Assis, into English and French. Basing on the notion of “ethnocentric translation”, by Antoine Berman, the intention is to observe the presence of the translated culture in the text, as opposed to the ethnocentric predominance. 

Keywords: Translation; Proper Nouns; Dom Casmurro; Machado de Assis

Biografia do Autor

Cynthia Beatrice Costa, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui graduação em Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero (2002) e mestrado em Literatura e Crítica Literária pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2008). Atualmente, é doutoranda da Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução da Universidade Federal de Santa Catarina (início 2013). É colaboradora do site Educar para Crescer, da Editora Abril, da Globo Livros e do Grupo A, com experiência na área de Letras e de Comunicação.

Downloads

Publicado

2013-12-15

Edição

Seção

Estudos Machadianos