Direitos reprodutivos: debates e disputas sobre o direito ao aborto no contexto da redemocratização do Brasil

Myriam Aldana, Silvana Winckler

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/2177-7055.2009v30n58p167

O processo de redemocratização do Brasil, após vinte anos de regime militar (1964-1984), trouxe à tona uma série de demandas de direitos até então não reconhecidos, reivindicados por novos movimentos sociais pautados em temáticas identitárias (gênero, etnia, classe etc.). Neste cenário situam-se as manifestações pró e contra o reconhecimento do direito ao aborto enquanto dimensão dos direitos reprodutivos, perpassando espaços institucionais, como os poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, e mobilizando diferentes setores da sociedade civil, além das Igrejas, que vêm jogando um papel fundamental nesse processo. Este texto apresenta elementos desse debate, no intento de afirmar os direitos reprodutivos como direitos humanos.


Palavras-chave


Aborto; Direitos reprodutivos; Direitos sexuais

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2177-7055.2009v30n58p167

Seqüência. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, ISSNe 2177-7055