Por uma Nova Concepção de Empresa no Marco da Sociedade do Risco: do lucro inconsequente à responsabilidade socioambiental

Autores

  • Adriana Campos Universidade Federal de Minas Gerais
  • Daniel Piovanelli Ardisson Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.5007/2177-7055.2012v33n64p85

Palavras-chave:

Empresa, Sociedade industrial, Sociedade do risco, Responsabilidade socioambiental.

Resumo

O presente artigo busca demonstrar a evolução do conceito jurídico de empresa à luz de dois marcos socioeconômicos históricos: a sociedade industrial do final do século XIX e a sociedade do risco contemporânea. Partindo de uma análise da teoria econômica e do direito comercial ao final do século XIX, expõe-se inicialmente que a noção jurídica de empresa então vigente, influenciada pelo capitalismo industrial, era definida por um viés econômico e se focava exclusivamente na maximização da eficiência produtiva e do lucro.

Biografia do Autor

Adriana Campos, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutora em Direito Constitucional pela Universidade Federal de Minas Gerais. Professora da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais.

Daniel Piovanelli Ardisson, Universidade Federal de Minas Gerais

Mestrando em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais.

Downloads

Publicado

2012-07-11

Edição

Seção

Artigos