Empiria como Critério de Vigência do Direito: entre Alf Ross e Herbert Hart

Horácio Wanderlei Rodrigues, Luana Renostro Heinen

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/2177-7055.2016v37n72p193

O positivismo jurídico pauta o Direito na validade formal. No entanto, a teoria do Direito também se debruça sobre outros aspectos mais próximos da empiria para compreender o fenômeno jurídico, busca-se tais elementos nas obras de Herbert Hart e Alf Ross. Para Hart, o conteúdo da regra de reconhecimento, usada para se encontrar a validade de uma norma, deve ser aferido empiricamente em cada sistema jurídico, podendo inclusive (mas não necessariamente) incorporar elementos morais. De maneira distinta, a teoria do realista Ross independe do critério de validade e defende que a vigência é verificável pela aplicação efetiva da norma pelas autoridades jurídicas.


Palavras-chave


Validade; Herbert L. A. Hart; Alf Ross; Poder Judiciário

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2177-7055.2016v37n72p193

Seqüência. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, ISSNe 2177-7055