Paratextualidade e tradução: a paratradução da literatura infantil e juvenil

Autores

  • José Yuste Frías Universidade de Vigo

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7968.2014v2n34p9

Palavras-chave:

Texto_Paratexto, Tradução_Paratradução, Literatura Infantil e Juvenil (LIJ), Ortotipografia, Simbologia da listra

Resumo

O objetivo deste artigo é provar a aplicação empírica, sociológia e discursiva da noção de paratradução como uma ferramenta metodológica adequada ao estudo de elementos paratextuais na tradução em geral, e, particularmente, na Tradução da Literatura Infantil e Juvenil (TRALIJ). O artigo inicia com uma visão panorâmica da investigação em TRALIJ, continua com uma extensa e atualizada introdução teórica sobre a noção de paratradução, um neologismo nos estudos da tradução introduzido pelo autor na criação do grupo de pesquisa Tradução & Paratradução da Universidade de Vigo. Prossegue com a descrição detalhada, a análise pormenorizada e o estudo crítico completo do corpus constituído por um trabalho efetivo de TRALIJ solicitado pela editora espanhola Imaginarium, que consistiu na tradução para o espanhol de dois livros infantis escritos em francês. Apresenta-se uma leitura e a interpretação da simbologia das listras utilizada no desenho tipográfico da letra dos títulos dos dois livros da edição francesa, com a finalidade de comprovar como se realizou, na edição espanhola, a paratradução de tal tipografia. O artigo finaliza apontando a premente necessidade de aceitar na prática da tradução uma ética do limiar, implícita na própria noção de paratradução, com o intuito de estabelecer, de uma vez por todas, um diálogo permanente entre tradutores e editores, a fim de garantir que nenhuma tradução seja publicada sem sua devida paratradução.

Biografia do Autor

José Yuste Frías, Universidade de Vigo

Doutorou-se em Filosofia e Letras (Filologia Românica) pela Universidad de Zaragoza, Espanha, em 1997. Atualmente é professor Titular no Departamento de Tradução e Linguística da Faculdade de Filologia e Tradução da Universidade de Vigo, Espanha. Principal pesquisador do Grupo de Investigación de Referencia Traducción & Paratraducción (T&P), criou, coordena e edita desde 2008 três programas Web-TV de divulgação científica dedicados ao universo da tradução: Zig-Zag, EXIT e Píldoras T&P. Especialista em símbolo e imagem em tradução, suas publicações são centralizadas nos campos da tradução de histórias em quadrinhos, livros infantis e tradução publicitária. Teórico da tradução, é o criador da noção de “Paratradução”, uma nova terminologia tradutológica que abre novas perspectivas teóricas, didáticas e profissionais nos Estudos da Tradução. Vigo, Espanha. E-mail: jyuste@uvigo.es

Downloads

Publicado

2014-12-04

Edição

Seção

Artigos