Interdisciplinaridade no ensino da tradução: formação por competências, abordagem por tarefas de tradução, tipologia textual baseada em contexto

Autores

  • Edelweiss Vitol Gysel Universidade Federal de Santa Catarina
  • Maria Lúcia Barbosa Vasconcellos Universidade Federal de Santa Catarina
  • Elaine Baldissera Espindola Hong Kong Polytechnic University

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7968.2017v37n2p177

Resumo

No contexto de formação por competências, este artigo se apoia no modelo de competência Tradutória (CT) do Grupo PACTE (2003) para estabelecer um diálogo interdisciplinar entre paradigmas cognitivo-construtivistas para o ensino de tradução e o modelo de Tipologia Textual Baseada em Contexto (MATTHIESSEN et al., 2007). Nesse espaço teórico, propõe-se um modelo para construção de Unidade Didática (UD) para o desenvolvimento da subcompetência bilíngue para tradutores em formação. Para tanto, a proposta explora a tradução como uma atividade cognitiva, comunicativa e textual (HURTADO ALBIR, 2011) e considera seu ensino a partir da abordagem por tarefa-de-tradução (HURTADOALBIR, 1999). Essa abordagem é ilustrada com um exemplo prático de desenho de uma UD elaborada para uma disciplina de Introdução à Tradução Especializada, da grade curricular do curso de Secretariado Executivo da Universidade Federal de Santa Catarina. Questões tais como o estabelecimento de objetivos de aprendizagem e seu alinhamento com as tarefas de tradução que compõem a UD são abordadas para essa situação pedagógica específica. Argumenta-se pela possibilidade de desenvolvimento de competências textuais por meio da aquisição de estratégias derivadas da Tipologia Textual Baseada em Contexto para a solução de problemas de tradução de textos de diferentes tipos e configurações contextuais.

Biografia do Autor

Edelweiss Vitol Gysel, Universidade Federal de Santa Catarina

Edelweiss Gysel é doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução – PGET na Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. Email: egysel@gmail.com

Maria Lúcia Barbosa Vasconcellos, Universidade Federal de Santa Catarina

Maria Lúcia Vasconcellos é Professora Titular do Departamento de Línguas Estrangeiras (DLLE) e pesquisadora/docente do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução (PGET) na Universidade Federal de Santa Catarina em Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.Realizou em 2012 estágio pós-doutoral na Facultat de Traducció i Interpretació – UAB,Barcelona. Email: maria.vasconcellos@ufsc.br

Elaine Baldissera Espindola, Hong Kong Polytechnic University

Elaine Espindola possui doutorado pela Universidade Federal de Santa Catarina e atualmente é pesquisadora e docente da The Hong Kong Polytechnic University em Hong Kong. Email: elaespindola@gmail.com

Downloads

Publicado

2017-05-10

Edição

Seção

Artigos