Les fleurs du mal antes de As flores do mal: os primeiríssimos baudelairianos

Ricardo Meirelles

Resumo


Antes da primeira tradução completa de Les Fleurs du mal, de Charles Baudelaire, vários poetas brasileiros escolheram poemas dele para traduzir e incluir em seu repertório. Primeiro, os poemas são "aclimatados", adaptados e parafráseados por legitimar uma filiação estética, incorporados pelos poetas aos seus livros e assumidos como de sua autoria; depois, aparecem em antologias e livros exclusivos, servindo como modelo de resistência a certas novidades estéticas modernas; o amplo e intenso debate sobre a primeira recepção dos poemas de Baudelaire produziu um repertório crítico e literário composto de diversas correntes de interpretação e reconhecimento de extrema importância para a História da Literatura, como o encadeamento dos pensamentos de ASSIS (1879), CÂNDIDO (1989) e AMARAL (1996). Contudo é preciso não esquecer que existiram os "primeiríssimos baudelairianos": poetas, como o gaúcho Carlos Ferreira e o catarinense Luiz Delfino, que com sua acanhada contribuição ajudaram a garantir essa recepção e a amplitude e a intensidade desse debate.


Palavras-chave


Baudelaire; Carlos Ferreira; Luiz Delfino; Poesia; Tradução; Aclimatação

Texto completo:

PDF

Referências


AMARAL, Glória Carneiro do. Aclimatando Baudelaire. São Paulo: Annablume, 1996. (Parcours)

ARROJO, Rosemary. Tradução, Desconstrução e Psicanálise. Rio de Janeiro: Imago, 1993. (Biblioteca Pierre Menard)

ASSIS, Machado de. A Nova Geração. Crítica Literária, Rio de Janeiro. Clássicos Jackson, 1946.

BARBOZA, Onédia Célia de Carvalho. Byron no Brasil: traduções. São Paulo: Ática, 1974. (Ensaios, 12)

BAUDELAIRE, Charles. As Flores do Mal. Trad., introd. e notas de Jamil Mansur Haddad. São Paulo: Difel, 1958.

______. Oeuvres Complètes. Texte établi, présenté et annoté par Claude Pichois. Paris: Gallimard, 1975.

BAUMGARTEN, Carlos Alexandre. A Crítica Literária no Rio Grande do Sul: do romantismo ao modernismo. Porto Alegre: IEL, EDIPUCRS, 1997.

BOSI, Alfredo. História concisa da literatura brasileira. 2a. edição. São Paulo: Cultrix, 1972.

CANDIDO, Antonio. Os primeiros baudelairianos. In: A educação pela noite. São Paulo: Ática, 1989.

DIAS, Teófilo. Cantos Tropicais. São Paulo: Dolivaes Nunes, 1876.

______. Lira dos Verdes Anos. São Paulo: Dolivaes Nunes, 1878.

______. Fanfarras. São Paulo: Dolivaes Nunes, 1882.

______. A comédia dos deuses. São Paulo: Dolivaes Nunes, 1888.

______. Poesias Escolhidas. Sel., intr. e notas por Antonio andido. São Paulo: Conselho Estadual de Cultura - Comissão de Literatura, 1960.

FERREIRA, Carlos. Cânticos Juvenis. Porto Alegre: s.ed., 1867.

______. Rosas loucas. São Paulo: Casa Garreaux, 1868.

______. Alciones. Rio de Janeiro: J. T. P. Soares, 1872.

______. Redivivas. Poesias. Prólogo de F. Quirino dos Santos e Julio Ribeiro. Campinas: Typ. da “Gazeta de Campinas”, 1881.

______. Feituras e feições. Campinas: Typ. Livro Azul, 1905.

______. Plumas ao vento. Campinas: Casa Geunaud, 1908.

______. Rimas e prosa. Campinas: Gráfica Filial Canton, 1910.

JAUSS, Hans Robert. A História da Literatura como provocação à Teoria Literária. Tradução de Sérgio Tellaroli. São Paulo: Brasiliense, 1994.

MARTINS, Wilson. História da Inteligência Brasileira. São Paulo: Cultrix, 1979.

MEIRELLES, Ricardo. Entre brumas e chuvas: tradução e influência literária. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem: Campinas, 2003.

______. “Les Fleurs du mal” no Brasil: traduções. 2010. Tese (doutorado) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.

MOISES, Massaud. História da Literatura Brasileira. São Paulo: Cultrix, Edusp, 1984. Vol 2 “Romantismo Realismo”. p. 274.

MURICY, Andrade. Panorama do Movimento Simbolista Brasileiro. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro, 1952.

PACHECO, Felix. “Baudelaire e Luís Delfino”. Jornal do comércio, Rio de Janeiro, 24.12.1934. p. 2.

PICCHIO, Luciana Stegagno. História da literatura brasileira. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1997.

SANTOS, Luiz Delfino dos. Poesia Completa. org. de Lauro Junkes.

Florianópolis: ACL, 2001, 2 v.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7968.2018v38nespp113



Cadernos de Tradução, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 2175-7968.