Entrevista com o Professor Miguel Gonzalez Arroyo

Elaine de Paula, Roseli Nazário

Resumo


Em novembro de 2011 o professor Dr. Miguel Arroyo esteve em Florianópolis participando de um evento na Universidade Federal de Santa Catarina, ocasião em que as  doutorandas Elaine de Paula e Roseli Nazario. entrevistaram o professor ARROYO, buscando destacar a relação entre a infância, a Pedagogia e as demais ciências.

O prof. Miguel Gonzalez Arroyo é doutor em Educação, professor titular da Universidade Federal de Minas Gerais (aposentado), foi Secretário Adjunto de Educação da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, coordenando e elaborando a implantação da proposta político-pedagógica "Escola Plural". Além de acompanhar propostas educativas em várias redes públicas de ensino do país, desenvolve pesquisas em escolas públicas populares, fato este que o autoriza a discutir com muita propriedade temas como: educação, cultura escolar, gestão escolar, educação básica, currículo e diversidade. Dentre suas publicações, destacam-se os livros: Ofício de mestre: imagens e auto-imagens. (Vozes, 2000; 2006; 2008; 2009); Da escola carente à escola possível. (Loyola, 2003); Imagens quebradas: trajetórias e tempos de alunos e mestres. (Vozes, 2004; 2006; 2007; 2008; 2010); Currículo, território em disputa. (Vozes, 2011). Em parceria com outras profissionais da educação, participou da organização de outras obras, podendo ser citadas “A reconfiguração da escola: entre a negação e a afirmação dos direitos” (Papirus, 2009 – juntamente com Anete Abramowich) e “Por uma educação do campo” (Vozes, 2004 – com CALDART, Roseli Salete e MOLINA, Mônica Castagna).

 


Palavras-chave


Formação de educadores; Prática pedagógica

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/1980-4512.2013n27p182

Zero-a-Seis, ISSN 1980-4512 Florianópolis, Brasil.