Oba! Vai começar a Turma da Galinha Pintadinha: processos de subjetivação e civilidade do sujeito infantil - Oba! Will start the chicken Pintadinha: processes of subjactivation and civility of the child subject.

Cristiane Castro Abud

Resumo


Este texto analisa o caráter produtivo dos discursos de algumas músicas vinculadas nos CDs da marca “Galinha Pintadinha”, ou seja, como as canções podem ser consideradas artefatos culturais que vêm constituindo comportamentos, saberes, técnicas de poder, cuidados, disciplinando corpos e identidades, produzindo uma determinada forma de ser infantil contemporânea. As representações presentes nas musicas são muitas vezes tidas como naturais em brincadeiras ou atividades pedagógicas nas escolas de educação infantil, portanto, deve-se refletir sobre que sujeitos estamos formando e produzindo através dos currículos educacionais. Romper e ousar com novas abordagens pedagógicas significa redesenhar o mapa estratégico de poder, tanto no campo político como educacional, possibilitando que novos espaços de circulação de saber possam emergir se tornando mais visíveis e passíveis de transformação.

 

 

 

 


Palavras-chave


Discurso;Poder;Educação Infantil;Speech;Power;Early Childhood Education

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/1980-4512.2013n28p34

Zero-a-Seis, ISSN 1980-4512 Florianópolis, Brasil.