Avaliação na educação infantil e a pedagogia da relação e da escuta: documentar e refletir sobre a experiência educativa

Autores

  • Jorgiana Ricardo Pereira Universidade Federal do Ceará
  • Fátima Sampaio Silva Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.5007/1980-4512.2019v21n39p99

Palavras-chave:

Avaliação na educação infantil, Crianças, Acompanhamento do desenvolvimento, Documentação pedagógica

Resumo

O propósito do ensaio é fomentar o debate acerca da avaliação na Educação Infantil, enquanto prática de registro e acompanhamento do desenvolvimento das crianças, que resulta na produção de documentação específica sobre seus processos de desenvolvimento e aprendizagem nessa etapa educacional. Apresenta reflexões sobre essa temática, amparadas na definição de avaliação para a Educação Infantil presente na legislação educacional brasileira. Teoricamente se subsidia na Pedagogia da Relação e da Escuta, idealizada por Loris Malaguzzi. Além disso, para elucidar o conceito de avaliação, descreve uma experiência desenvolvida na Unidade Universitária Federal de Educação Infantil Núcleo de Desenvolvimento da Criança, da Universidade Federal do Ceará.

Biografia do Autor

Jorgiana Ricardo Pereira, Universidade Federal do Ceará

Professora da UFC e desenvolve suas atividades na Unidade Universitária Federal de Educação Infantil Núcleo de Desenvolvimento da Criança (UUNDC). Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Educação da UFC. 

E-mail: jorgianaricardop@gmail.com

Fátima Sampaio Silva, Universidade Federal do Ceará

Doutora em Educação nos Anos Iniciais, pela Universidade do Arizona. Professora aposentada da UFC. Professora no Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, da Faculdade de Educação da UFC.

E-mail: fatimass@uol.com.br

Referências

AZANHA, J. M. P. Uma idéia de pesquisa educacional. São Paulo: EDUSP, 1992.

BARBOSA, M. C. S. Por amor & por força: rotinas na Educação Infantil. 2000. 283 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2000.

BARBOSA, M. C. S. B.; FERNANDES, S. B. Uma ferramenta para educar-se e educar de outro modo. Pátio – Educação Infantil, ano X, n. 30, p. 9-11, jan./mar. 2012.

BRASIL. Congresso Nacional. Lei n. 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, DF, 1996.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Básica. Resolução n. 5, de 17/12/2009. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Brasília, DF, 2009.

CAMPOS, M. M. A legislação e as políticas nacionais para a educação infantil: desencontros e desafios. In: MACHADO, M. L. A. Encontros e desencontros em Educação Infantil. São Paulo: Cortez, 2008. p. 27-33.

CAMPOS, Maria Malta. Questões Sobre o Perfil do Profissional de Educação Infantil. In: Por uma política de formação do profissional de educação infantil. Brasília, DF, 1994. p. 32-42.

CIASCA, M. I. F. L.; MENDES, D. L. L. L. Estudos de avaliação na educação infantil. Est. Aval. Educ., São Paulo, v. 20, n. 43, p. 293-304, maio/ago. 2009.

DAHLBERG, G.; MOSS, P.; PENCE, A. Qualidade na Educação da Primeira Infância. Porto Alegre: Artmed, 2003.

EDWARDS, C.; GANDINI, L.; FORMAN, G. As cem linguagens da criança: a abordagem de Reggio Emília na educação da primeira infância. Porto Alegre: Artmed, 1999.

FARIA, A. L. G. Loris Malaguzzi e os direitos das crianças pequenas. In: OLIVEIRA-FORMOSINHO, J.; KISHIMOTO, T. M.; PINAZZA, M. A. (Orgs.). Pedagogia(s) da infância: dialogando com o passado, construindo o futuro. Porto Alegre: Artmed, 2007. p. 277-292.

FOCHI, P. Afinal, o que os bebês fazem no berçário? Comunicação, autonomia e saber-fazer de bebês em um contexto de vida coletiva. Porto Alegre: Penso, 2015.

FORTUNATI, A. A observação como instrumento para conhecer, contar e refletir. Pátio – Educação Infantil, ano X, n. 30, p. 5-7, jan./mar. 2012.

GANDINI, L.; GOLDHABER, J. Duas Reflexões sobre a Documentação. In: GANDINI, L.; EDWARDS, C. (Orgs.). Bambini: a abordagem italiana à educação infantil. Porto Alegre: Artmed, 2002. p. 150-169.

HOFFMANN, J. M. L. Avaliação na pré-escola: um olhar sensível e reflexivo sobre a criança. Porto Alegre: Mediação, 1996.

MALAGUZZI, L. História, ideias e filosofia básica. In: EDWARDS, C.; GANDINI, L.; FORMAN, G. As cem linguagens da criança: a abordagem de Reggio Emília na educação da primeira infância. Porto Alegre: Artmed, 1999. p. 59-104.

NEVES, V. F. A. Avaliação na educação infantil: algumas reflexões. In: Reunião anual da ANPED, GT 07 – Educação de crianças de 0 a 6 anos, 35, 2012, Pernambuco. Anais eletrônicos. Pernambuco: ANPED, 2012. Disponível em: <http://35reuniao.anped.org.br/trabalhos/106-gt07>. Acesso em: 10 jan. 2015.

PAZ, S. J. P. A avaliação na educação infantil: análise da produção acadêmica brasileira presente nas reuniões anuais da ANPEd entre 1993 e 2003. 2013. 133f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2005.

PEREIRA, J. R.; SILVA, F. S. A extensão e o ensino na unidade universitária federal de educação infantil núcleo de desenvolvimento da criança. Extensão em Ação, Fortaleza, v. 1, n. 8, p.15-28. Jan/Jul. 2015.

RINALDI, C. O currículo emergente e o construtivismo social. In: EDWARDS, C.; GANDINI, L.; FORMAN, G. (Orgs.). As cem linguagens da criança: a abordagem de Reggio Emília na educação da primeira infância. Porto Alegre: Artmed, 1999. p. 113-122.

RINALDI, C. Diálogos com Reggio Emilia: escutar, investigar e aprender. São Paulo: Paz e terra, 2012.

RINALDI, C. A pedagogia da escuta: a perspectiva da escuta em Reggio Emilia. In: EDWARDS, C.; GANDINI, L.; FORMAN, G. (Orgs.). As cem linguagens da criança: a experiência de Reggio Emilia em transformação. Porto Alegre: Penso, 2016. p. 235-248.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ. Resolução nº 02/CONSUNI, de 25 de fevereiro de 2013. Aprova, ad referendum do Conselho Universitário, a criação da Unidade Universitária de Educação Infantil, Núcleo de Desenvolvimento da Criança (NDC), vinculada ao Centro de Ciências Agrárias da UFC. UFC, 2013.

Downloads

Publicado

2019-03-27