Patrícia Redondo: "Eu tive que ficar sem fala para começar a falar com as infâncias populares a partir da minha própria experiência como educadora e como pesquisadora”: um olhar sobre as infâncias latino-americanas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1980-4512.2019v21n40p439

Palavras-chave:

Infâncias latino-americanas, Desigualdades, Pobreza, Direitos, Pesquisa com crianças

Resumo

A entrevista que aqui apresentamos foi realizada com a Dra. Patrícia Redondo, professora na Faculdade de Humanidades e Ciências da Educação, Universidade Nacional de La Plata e investigadora principal do Departamento de Educação da Faculdade Latino Americana de Ciências Sociais (FLACSO/Argentina), mais especificamente no curso de pós-graduação em Educação Inicial e Primeira Infância. Patrícia Redondo é uma pesquisadora engajada na luta pelo direito à infância de crianças que vivem em contextos de pobreza e vulnerabilidade. A entrevista focaliza questões acerca das infâncias latino-americanas, tematizando as desigualdades sociais e raciais (para a pesquisa com crianças). Além disso, discute possíveis caminhos para pensarmos as pesquisas com crianças, no contexto político atual de retrocessos no campo dos direitos na América Latina.  

Biografia do Autor

Patrícia Raquel Redondo, Universidad Nacional de la Plata: La Plata, Provincia de Buenos Aires, AR

Professora na Faculdade de Humanidades e Ciências da Educação, Universidade Nacional de La Plata e investigadora principal do Departamento de Educação da Faculdade Latino Americana de Ciências Sociais (FLACSO/Argentina), mais especificamente no curso de Pós-Graduação em Educação Inicial e Primeira Infância.

Pâmela Cristina Santos, Universidade Federal de Santa Catarina

Pedagoga, integrante do Núcleo Vida e Cuidado: Estudos e Pesquisas sobre violências e do Grupo de pesquisa Alteritas da Universidade Federal de Santa Catarina.

Joana Célia dos Passos, Universidade Federal de Santa Catarina

Professora no Centro de Ciências da Educação da Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
Líder do ALTERITAS: Diferença, arte e educação.

Referências

REDONDO, Patrícia. Infancia(s) Latino-americanas(s), entre lo social y lo educativo. Espacios em blanco. Serie indagaciones ,vol.25 no.1, ene./jun. 2015.

Downloads

Publicado

2019-11-19