As diretrizes curriculares nacionais da educação infantil: em busca de um trabalho pedagógico com qualidade

Alessandra de Carvalho Faria, Maristela Angotti

Resumo


Desde quando creches e pré-escolas foram instituídas a atender educacionalmente a criança brasileira pela Constituição Federal de 1988, avanços foram tomados em se reivindicar a melhoria da Educação Infantil, como elevação da formação do profissional, repasse de verbas, construção de escolas, como também dispositivos legais foram elaborados para orientarem e definirem as práticas pedagógicas da Educação Infantil. Neste artigo pretende-se discutir sobre as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil, que definem como devem ser organizadas as práticas pedagógicas, e analisar de que forma as atividades devem ser desenvolvidas nas instituições de Educação Infantil, a objetivar o desenvolvimento integral da criança em busca de um atendimento de qualidade desta etapa da educação básica.

 


Palavras-chave


Educação Infantil; diretrizes curriculares; práticas pedagógicas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/1980-4512.2014n30p17

Zero-a-Seis, ISSN 1980-4512 Florianópolis, Brasil.