A Educação a Distância como Política de Expansão e Interiorização da Educação Superior no Brasil

Autores

  • Pedro Antonio Melo UFSC
  • Michelle Bianchini de Melo
  • Rogério da Silva Nunes

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8077.2009v11n24p278

Palavras-chave:

Expansão da Educação Superior. Educação a Distância – EaD. REUNI. PROUNI.

Resumo

Este ensaio tem como objetivo identificar o estado da arte da educação superior brasileira, presencial e a distância. Busca compreender o processo de expansão a partir da análise da LDB – Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, do Plano Nacional da Educação e do Plano de Desenvolvimento da Educação. Aponta também os principais agentes responsáveis pela transformação ocorrida nos últimos anos, e identifica pelo menos três pilares importantes para esta expansão: 1) a expansão das universidades federais pelo REUNI; 2) o Programa Universidade para Todos – PROUNI; e 3) a Universidade Aberta do Brasil – UAB. Destaque maior foi dado à educação a distância, tendo em vista que esta aparece como um elemento importantíssimo na interiorização e democratização do acesso à educação superior; sobretudo, quando utiliza recursos tecnológicos que permitem a socialização do saber. As conclusões mostram que a educação superior a distância vem crescendo em níveis exponenciais nos últimos anos, que é um processo irreversível e deverá contribuir com a formação profissional, permitindo um upgrade na vida social das pessoas. Além disso, os mecanismos de ação para a expansão devem contribuir para a elevação da qualidade de vida das pessoas, incrementando a competitividade em níveis nacional e internacional. A formação superior está se consolidando como um dos mais importantes instrumentos de renovação social neste terceiro milênio, e as universidades estão assumindo seu papel e se transformando em vetores para a concretização de uma mudança social sem precedentes na história recente do Brasil.

Downloads

Publicado

2009-12-08

Edição

Seção

Artigos