Contribuições de um curso de formação continuada para a promoção da alfabetização científica de docentes no Museu da Terra e da Vida

Autores

  • Cristiane Pscheidt Universidade do Contestado
  • Leonir Lorenzetti Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.5007/1982-5153.2020v13n1p155

Palavras-chave:

Educação não formal, Museu, Alfabetização científica, Formação de professores

Resumo

O artigo analisa as contribuições de um curso de formação continuada desenvolvido no Museu da Terra e da Vida, a fim de promover a Alfabetização Científica dos professores de anos iniciais da rede pública de Mafra – SC. O estudo caracteriza-se como pesquisa de intervenção pedagógica, de natureza qualitativa, utilizando-se a metodologia de Análise Textual Discursiva. As transcrições dos diálogos e os diários de bordo foram utilizados para analisar a presença de indicadores de alfabetização científica para espaços não formais. Os indicadores: científico, institucional, interface social e estético/afetivo foram evidenciados e caracterizados, além do indicador emergente denominado pedagógico. O curso contribuiu para a articulação das atividades do museu com o contexto escolar, fomentou o aperfeiçoamento de docentes nos anos iniciais, bem como promoveu a alfabetização científica e ofereceu meios para sua prática.

Biografia do Autor

Cristiane Pscheidt, Universidade do Contestado

Possui graduação em Ciência Biológicas-Bacharel e Licenciatura pela Universidade do Contestado, Mestrado em Educação em Ciências e Matemática, linha de pesquisa Educação em Ciências, pela Universidade Federal do Paraná. Atualmente atua como professora pesquisadora no Centro Paleontológico (CENPALEO) da Universidade do Contestado-Mafra. Atua em diversas atividades do CENPALEO, principal direcionamento a educação não formal.

Leonir Lorenzetti, Universidade Federal do Paraná

Possui graduação em Ciências Habilitação em Biologia pela Universidade do Contestado, mestrado em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina e doutorado em Educação Cientifica e Tecnológica pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é professor da Universidade Federal do Paraná, atuando no Departamento de Química e no Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática, atuando na Linha Educação em Ciências. Atua também no Programa de Pós-Graduação em Formação Científica, Educacional e Tecnológica da Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Líder do Grupo de Pesquisa Alfabetização Científica e Tecnológica na Educação em Ciência. Atuou no Pibid como Coordenador de Área de Gestão de Processos Educacionais no período de 2014 a 2018. Atua no Programa Licenciar da UFPR. Coordenada o Pibid de Ciências Biológicas. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Ensino de Ciências e Ensino de Biologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Alfabetização Científica e Tecnológica, CTSA, Educação Ambiental, Formação de Professores, Epistemologia de Fleck, Pesquisa do Estado da Arte.

Referências

ARAÚJO, E. S. N. N.; CALUZI, J. J.; CALDEIRA, A. M. A. Divulgação científica e ensino de ciências: estudos e experiências. São Paulo: Escrituras, 2006.

AUGUSTO, T. G. S; AMARAL, I. A. A formação de professoras para o ensino de ciências nas séries iniciais: análise dos efeitos de uma proposta inovadora. Ciência & Educação, Bauru, v. 21, n. 2, p. 493-509, 2015.

AULER, D.; DELIZOICOV, D. Alfabetização científico-tecnológica para quê? Pesquisa em Educação em Ciências, Belo Horizonte, v. 3, n. 1, p. 122-134, 2001.

BAUER, M. W.; GASKELL, G. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Petrópolis: Vozes, 2011.

BRASIL. Lei nº 11.904, de 14 de janeiro de 2009. Institui o Estatuto de Museus e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/ _ato2007-2010/2009/lei/l11904.htm. Acesso em: 15 jan. 2018.

CAZELLI, S. Alfabetização científica e os museus interativos de ciência. 1992. Dissertação (Mestrado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1992.

CAZELLI, S.; QUEIROZ, G.; ALVES, F.; FALCÃO, D.; VALENTE, M. E.; GOUVÊA, G.; COLINVAUX, D. Tendências pedagógicas das exposições de um museu de ciência. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS – ENPEC, 2, Valinhos, 1999. Anais [...]. Valinhos: ABRAPEC, 1999.

CAZELLI, S. Ciência, Cultura, Museus, Jovens e Escola: quais as relações? 2005. Tese (Doutorado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2005.

CAZELLI, S.; COSTA, A. F.; MAHOMED, C. O que precisa ter um futuro professor em seu curso de formação para vir a ser um profissional de educação em museus? Ensino Em-Revista, , v. 17, n. 2, p. 579-595, 2010.

CERATI, T. M. Educação em jardins botânicos na perspectiva da alfabetização científica: análises de uma exposição e o público. 2014. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014.

CERATI, T. M.; MARANDINO, M. Alfabetização científica e exposições de museus de ciências. In: CONGRESO INTERNACIONAL SOBRE INVESTIGACIÓN EN DIDÁCTICA DE LAS CIENCIAS, 9, Girona, 2013. Anais [...]. Girona, 2013.

CHAGAS, I. Aprendizagem não formal/formal das ciências. Relações entre os museus de ciência e as escolas. Revista de Educação, Lisboa, v. 3, n. 1, p. 51-59, 1993.

CHASSOT, A. Alfabetização científica: questões e desafios para a educação. Ijuí: UNIJUÍ, 2000.

CHASSOT, A. Alfabetização cientifica: uma possibilidade para a inclusão social. Revista Brasileira de Educação, n. 22. p. 89-100, 2003.

COSTA, A. F. Museu de ciência: instrumentos científicos do passado para a educação em ciências hoje. 2009. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2009.

DAMIANI, M. F. Sobre pesquisas do tipo intervenção. In: ENCONTRO NACIONAL DE DIDÁTICA E PRÁTICAS DE ENSINO – ENDIPE, 16, Campinas, 2012. Anais [...]. Campinas: UNICAMP, 2012.

DAMIANI, M. F.; ROCHEFORT, R. S.; CASTRO R. F.; DARIZ, M. R.; PINHEIRO, S. S. Discutindo pesquisas do tipo intervenção pedagógica. Cadernos de Educação, n. 45, p. 57-67, 2013.

DELIZOICOV, N. C.; LOPES, A. R. L. V.; ALVES, E. B. D. Ciências naturais nas séries iniciais do ensino fundamental: características e demandas no ensino de ciências. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 5., Bauru, 2005. Anais [...]. Bauru: ABRAPEC, 2005.

FRONZA-MARTINS, A. S. Da magia a sedução: a importância das atividades educativas não-formais realizadas em Museus de Arte. Revista de Educação, v. 9, n. 9, p. 71-76, 2006.

GADOTTI, M. A questão da educação formal/não-formal. In: INSTITUT INTERNATIONAL DES DROITS DE L’ENFANT (IDE). Droit à l’éducation: solution à tous les problèmesouproblème sans solution? 2005. P. 1-11.

GASPAR, A. Museus e centros de ciências: conceituação e proposta de um Referencial teórico. 1993. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade de São Paulo. São Paulo, 1993.

GASPAR, A. Divulgação cientifica ensino de ciências: estudos e experiências. São Paulo: Escrituras, 2006. Parte VI.

GOHN, M. G. Educação não formal, aprendizagens e saberes em processos participativos. Investigar em Educação, Porto, v. 2, n. 1, p. 35-50, 2014.

GRUZMAN, C.; SIQUEIRA, V. H. F. O papel educacional do museu de Ciências: desafio e transformação conceitual. Revista Electrônica de Enseñanzas de las Ciencias, v. 6, n. 2, p. 402-423, 2007.

KRASILCHIK, M; MARANDINO, M. Ensino de ciências e cidadania. São Paulo: Moderna, 2004.

LORENZETTI, L. Alfabetização científica no contexto das séries iniciais. 2000. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2000.

LORENZETTI, L.; DELIZOICOV, D. Alfabetização científica no contexto das séries iniciais. Ensaio: Pesquisa em Educação em Ciências, Belo Horizonte, v. 3, n. 1, p. 45-61 2001.

MARANDINO, M. Interfaces na relação museu-escola. Caderno Catarinense de Ensino de Física, Florianópolis, v. 18, n. 1, p. 85-100, 2001.

MARANDINO, M. Formação de professores, alfabetização científica e museus de ciências. In: GIORDAN, M.; CUNHA, M. B. da. (Org.). Divulgação Científica na Sala de Aula: perspectivas e possibilidades. Ijuí: Editora Unijuí, 2015. p. 111-130.

MARANDINO, M.; SILVEIRA, R. V. M.; CHELINI, M. J.; FERNANDES, A. B.; RACHID, V.; MARTINS, L. C.; LOURENÇO, M. F.; FERNANDES, J. A.; FLORENTINO, H. A. A educação não formal e a divulgação científica: o que pensa quem faz. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 5, Bauru, 2001. Anais [...]. Bauru: ABRAPEC, 2003.

MARANDINO, M (Org.). Educação em museus: a mediação em foco. São Paulo: Geenf/FEUSP, 2008.

MARANDINO, M; RODRIGUES J.; SOUZA, M. P. C. Coleções como estratégia didática para a formação de professores na pedagogia e na licenciatura de ciências biológicas. Revista da SBEnBio, v. 7, n. 1, p. 5754-5765. 2014.

MARTINS, L. C. A relação museu/escola: teoria e prática educacionais nas visitas escolares ao Museu de Zoologia da USP. 2006. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade de São Paulo. São Paulo, 2006.

MORAIS, R. Ciência para as séries iniciais e alfabetização. 2 ed. Porto Alegre: Sagra DC Luzzatto, 1995.

MORAIS, R.; GALIAZZI, M. C. Análise textual discursiva: processo reconstrutivo de múltiplas faces. Ciência & Educação, v. 12, n. 1, p. 117-128, 2006.

PEREIRA, M. G.; ROCHA, G. S. D. C.; BARBOSA, A. T.; MARTINS, A. F. P. Contribuições para o conhecimento de um Programa Municipal de Formação Continuada de Professores de Ciências: uma reflexão apoiada na análise de documentos. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 8, Campinas, 2011. Anais [...]. Campinas: ABRAPEC, 2011.

PSCHEIDT, C. Contribuições de um curso de formação continuada para a promoção da alfabetização científica de docentes no Museu da Terra e da Vida, Mafra, SC. 2018. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e em Matemática) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba. 2018.

PSCHEIDT, C.; LORENZETTI, L. Compreensões dos professores dos anos iniciais sobre o Museu da Terra e da Vida. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 2017, Florianópolis. Anais [...]. Rio de Janeiro: Abrapec, 2017.

ROSA, C. W.; PEREZ, C. A. S.; DRUM, C. Ensino de física nas séries iniciais: concepções da prática docente. Investigações em Ensino de Ciências, v. 12, n. 3, p. 357-368, 2007.

SCHUWANKE, C; SILVA, M. A. J. Educação e paleontologia. In: CARVALHO, I. S. (ed.) Paleontologia: conceitos e métodos. 3. ed. Rio de Janeiro: Interciência, 2010. p. 682-700.

SILVA, C. C., COLOMBO JUNIOR, P. D. Alfabetização científica em centros de ciências: o caso do CDA-USP. In: ENCONTRO DE PESQUISA EM ENSINO DE FÍSICA, 10, Londrina, 2006. Anais [...]. Londrina 2006.

SILVA, C. S.; DINIZ, R. E. S. Perfil e prática pedagógica dos professores visitantes de um centro de ciências: indicativos sobre a relação museu-escola. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 8, Campinas, 2011. Anais [...]. Campinas: ABRAPEC, 2011.

SOUSA, C. E. B.; CARVALHO NETA, R. N. F. O museu como espaço de constituição da formação docente em ciências e biologia. Atos de Pesquisa em Educação, v. 9, n. 3, p. 617-640, 2014.

STRAPASSON, E. V. L. Turismo e patrimônio paleontológico: um estudo em museus de história natural com perspectivas para a interpretação do Museu da Terra e da Vida, em Mafra, SC. 2017. Dissertação (Mestrado em Turismo) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2017.

VAINE, T. E.; LORENZETTI, L. Potencialidades dos espaços não formais de ensino para a Alfabetização Científica: um estudo em Curitiba e Região Metropolitana. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 11, Florianópolis, 2017. Anais [...]. Florianópolis: ABRAPEC, 2017.

VIECHENESKI, J. P.; LORENZETTI, L.; CARLETTO, M. R. Desafios e práticas para o ensino de ciências e alfabetização científica nos anos iniciais do ensino fundamental. Atos de pesquisa em Educação, v. 7, n. 3, p. 853-876, 2012.

VIECHENESKI, J. P.; CARLETTO, M. R. Iniciação à alfabetização científica nos anos iniciais: contribuições de uma sequência didática. Investigações em Ensino de Ciências, , v. 18, n. 3, p. 525- 543, 2013.

WEINSCHÜTZ, L. C. Território da cidadania Planalto Norte e o centro paleontológico da Universidade do Contestado. In: KNOREK, R.; LOCH, C. (org.). Território da cidadania em Santa Catarina: Diagnósticos e estudos. Curitiba: CRV, 2016. P. 341-355.

ZABALZA, M. A. Diários de aula: contributo para o estudo dos dilemas práticos dos professores. Porto: Porto Editora, 1994.

Downloads

Publicado

2020-05-13

Edição

Seção

Artigos