Educação científica humanística em uma perspectiva freireana: resgatando a função do ensino de CTS

Autores

  • Wildson Luiz Pereira Dos Santos Instituto de Química, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, Programa de Pós Graduação em Educação – Universidade de Brasília.

Resumo

O movimento de ensino de ciências com enfoque CTS surgiu com uma forte tendência de crítica ao modelo econômico desenvolvimentista, todavia o seu discurso foi incorporado em outros contextos, que levou ao aparecimento de muitas propostas de ensino que acabam por reforçar uma visão reducionista de CTS. A partir da concepção humanística de educação de Paulo Freire são discutidos princípios a ser incorporados ao ensino de CTS, visando resgatar o caráter político dessa abordagem educacional. Considerando concepções de diferentes modelos curriculares de CTS são apresentadas congruências e divergências desse ensino com a perspectiva freireana e discutidos modelos curriculares com essa perspectiva. Propõem-se assim a inclusão de aspectos sociocientíficos ao currículo que seja abordado no sentido de desvelar o contexto de exploração da sociedade científica e tecnológica que amplie a visão reducionista de muitas propostas de CTS para a construção de uma educação humanística com uma perspectiva freireana.

Biografia do Autor

Wildson Luiz Pereira Dos Santos, Instituto de Química, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, Programa de Pós Graduação em Educação – Universidade de Brasília.

Licenciado em Química pela Universidade de Brasília,mestre em educação pela Universidade Estadual de Campinas e doutor em educação pela UniversidadeFederal de Minas Gerais (UFMG), é professor dos Programas de Pós-Graduação em Educação e de Pós-Graduação de Ensino de Ciências da Universidade de Brasília (UnB). Desenvolve há mais de dez anos estudos sobre educação científica e cidadania e produção de material didático com essa perspectiva. Principais publicações nessa área de pesquisa: Educação em química: compromisso com a cidadania, em co-autoria com Roseli Pacheco Schnetzler (Ijuí: Editora da Unijuí, 1997); artigo Uma análise de pressupostos teóricos da abordagem C-T-S (ciência-tecnologia-sociedade) no contexto da educaçãobrasileira, em co-autoria com Eduardo Fleury Mortimer (Revista Ensaio: pesquisa em educação emciências, v. 2, n. 2, p. 133-162, 2000); e Química e sociedade, livro didático para o Ensino Médio, escritoem colaboração com professores do Ensino Médio, do qual é um dos coordenadores com Gerson de Souza Mól (Nova Geração: São Paulo, 2005). Coordena pesquisa sobre abordagem de aspectos sociocientíficos em aulas de ciências, financiada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Downloads

Publicado

2008-03-01

Edição

Seção

Artigos